9 de julho de 2020

A Bruxinha de Biscuit....


O Projeto Fora da Caixa é um desafio de criatividade onde os blogs participantes escolhem um tema mensal para fazer uma postagem relacionada ao tema, e o importante é exercitar a criatividade. Os temas podem ter várias interpretações, sendo representados através de fotografias, textos, desenhos, etc., depende de cada um.
Quando eu era pequenininha do tamanho de um botão minha mãe sempre me contava uma história para dormir. A minha história preferida era: 

A BRUXINHA DE BISCUIT 



    Era uma vez, uma bruxinha que era feita de biscuit... Sua mãe lhe contava que ela foi feita assim por uma grande bruxa (boa) no dia mais feliz da sua vida. 

    A Bruxinha era tão pequenina que cabia na palma da mão: O corpo da bruxinha era de uma cor pálida; O formato do seu rosto era oval; os seus lábios eram finos e mantinham um sorriso que ia de orelha-a-orelha (caso a bruxinha ás tivessem) o sorriso cobria a metade do seu rosto; os seus cabelos eram perfeitamente encaracolados e pretos; os seus olhos negros eram miúdos e sorriam juntos com a sua boca no mesmo compasso. A pose da bruxinha, sentada abraçando as pernas tapavam o seu vestidinho da cor lilás que eram a mesma cor dos seus sapatos, e do seu chapéu de bruxa. 

    No dia em que a Bruxinha estava sendo "modelada" a temperatura da cidade estava maluca! Naquela semana, as 4 estações do ano deram o ar da graça: As folhas caíram das árvores e foi ficando um pouco frio... Assim com acontece no Outono. Foi ficando cada vez mais frio e as noites começaram a ficar mais longas que os dias... Assim com acontece no Inverno. No dia seguinte, o bairro estava todo florido. Com flores de todos os tipos e cores variadas... Assim como acontece na Primavera. E logo em seguida, a Bruxa sentiu um calor tão grande que parecia que o sol beijava a sua pele tão pálida quanto a sua Bruxinha de Biscuit. Assim com acontece no Verão. Fora as chuvas torrenciais que independente se estava fazendo calor/frio a chuva sempre caia...

    Em seus primeiros segundos de vida a Bruxinha de Biscuit era protegida por sua criadora (Mãe). Nos dias quentes, a Bruxinha era mantida na sombra ou em temperatura ambiente. Para que a ela não derretesse, literalmente. Nos dias frios, a mãe mantinha a Bruxinha aquecida para que o seu corpinho não sofresse rachaduras... E assim foi, durante os primeiros 18 anos de vida da Bruxinha. 

    No 19° aniversário da Bruxinha de Biscuit a comemoração seria em um luau em Florianópolis/SC que era a sua cidade favorita desde sempre ... No dia anterior, a MAJU do Jornal Nacional disse que seria uma noite bastante fria. A mãe da Bruxinha fez ela prometer que se manteria aquecida. Mas, naquela noite a sua mãe não poderia continuar protegendo a Bonequinha de Biscuit como tinha feito nesses últimos anos... 

    A Bruxinha de biscuit avistou o menino mais bonito daquele Luau, o menino era de carne e osso estava próximo a uma fogueira as chamas era de uma luz viva sem igual... Ele tocava no violão os versos daquela canção, "[...] Garotos não resistem aos seus mistérios/ Garotos nunca dizem não/Garotos, como eu, sempre tão espertos/Perto de uma mulher, são só garotos."

    Quando os olhares do menino e da Bruxinha entrelaçaram--se a Bruxinha sentiu um quentinho no coração as suas mãos começaram a suar tanto que, os seus dedos começaram a derreter e mesmo sorrindo os olhos da Bruxinha começaram a cair algumas lágrimas... Sabendo o que aconteceria caso ela não fosse imediatamente para a casa, a Bruxinha saiu correndo do Luau sem dizer um simples "Oi" para o menino de carne e osso que foi o seu "amor a primeira vista". 

    Quando chegou em casa os seus dedos das mãos tinham derretido e por isso as suas mãos ficaram achatadinhas como um par de luvas... Os seus olhos negros, estavam um pouco ofuscados por causa das lágrimas que rolaram durante o trajeto. A Bruxinha de Biscuit manteve o grande sorriso em seus lábios mesmo com medo do "quentinho do coração" que o amor lhe proporcionou aquela noite.

    [...]


    _ Não tenha medo do amor minha menina... Você não é uma Bruxinha de Biscuit.


    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

    8 de julho de 2020

    Semana 15: O que há de pior no mundo virtual?




    Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

    Diferente do que muitos pensam, o mundo virtual não é uma terra sem lei. Pode se tornar uma arma perigosa na mão de pessoas que espalham:, fotografias, comentários e curtidas com ofensas contra outras pessoas. Esse crime, é mais conhecido como Cyberbullying:

    Cyberbullying é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis praticados por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar o outro e pode ser definido como:"Quando a Internet, telefones celulares ou outros dispositivos são utilizados para enviar textos ou imagens com a intenção de ferir ou constranger outra pessoa.

    A jornalista Maria Júlia Coutinho foi alvo de comentários racistas na página do Jornal Nacional no Facebook, em post publicado na noite de quinta-feira.Alguns internautas escreveram comentários racistas no post que tem uma foto de Maju, e várias pessoas saíram em defesa dela. O resultado desse estupido ato, foi que os agressores vão responder processo pelo crime de injúria que está previsto no artigo 140 do Código Penal e consiste em ofender a dignidade ou o decoro de alguém “na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”. A pena pode chegar a três anos de reclusão. Se o promotor entender que houve racismo, os acusados podem responder pelos crimes previstos na Lei 7.716, de 1989.

    A Thais Neves (#porca-gorda) expressou a sua opinião sobre o concurso de beleza para modelos gordinhas "Mis plus size" uma opinião bastante torta. Porém, por ter essa opinião virou vitima de cyberbuling de meninas que geralmente são vitimas da sociedade por não estarem no "peso ideal":

    Os comentários grosseiros achei desnecessário colocar aqui.
    O resultado disso tudo, foi que a pobre Thais Neves foi MUITO xingada na internet com vários videos/post respostas sobre uma simples opinião pessoal ( opinião é que nem c*... ) e todo esse bafafa... acabou sendo um marketing positivo para o seu blog sobre emagrecer  com saúde intitulando de PORCA GORDA.  Esses casos de Cyberbullying (Thais e Maju) são apenas exemplos dos milhares de casos que acontecem na internet... Infelizmente! 

    A dica é: Não alimente os TROLL'S! Viu algum comentário que denigre a sua imagem em alguma pagina social em que você participa? Não de ibope, pois essas pessoas se sente fortes na internet... E não respondendo os insultos perde a graça e não da ibope para o agressor. Viu um comentário sobre algum assunto que você discorde? Será que precisa fazer um comentário "do-contra"? Isso também serve como alimento para essas pessoas que adoram causar intriga nas redes sociais.




    ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

    1 de julho de 2020

    e tagarelou, tagarelou a falar... ♫

    E completamos exatamente 100 dias de quarentena em uma ilha insana!!! Tentando a todo custo manter a sanidade mental a todo custo... Como ja diriam os meus amigos gaúchos "Te larguei de mão..." eu iria terminar o estágio e entregar a monografia da pós-graduação em Arteterapia esse ano... Tranquei! Quem não está chorando por nada e com crises de ansiedade não está vivendo  certo essa quarentena...

    ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤


    O T de TAG que consiste em colocar aqui, as tag´s em que eu era desafiada a responder.Em tempos de "Quarentena mundial" e para mudar um pouco de assunto... Esse mês respondi: T de Tag: Lado Milla

    Nas Quartas-feiras, nós usamos rosa...Temos o Projeto 52 semanas que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas fazendo assim, um Top 5 por semana: Semana10: Minhas comidas preferidas são, Semana 11: Meus brinquedos preferidos na infância, Semana12: coisas para se fazer no frio, Semanas - 13 "Fico sem graça quando…", Semana 14: Os sites preferidos e os que visito com frequência.

    Re-escrevi algumas crônicas antigas que já pareceram aqui no blog: D. Rosa: E o peso da vida, Crônicas: Em mil pedaços...


    O QUE EU LI ESTE MÊS


    Esse mês está rolando a Maratona Literária de Inverno 2020 montei uma TBR um tanto quanto "impossivel"de completar... Por enquanto, eu li para a maratona o Bling Ring: A Gangue de Hollywood e Pretinha, eu? estou lendo atualmente Anexos... A resenha sairá somente mês que vem!

    Porém, eu terminei de ler o livro O Diario de Myriam e escrevi á Resenha: O Diario de Myriam. Terminei de ler o livro Tartarugas Até Lá Embaixo e escrevi a Resenha:Tartarugas Até Lá Embaixo - John Green

    Aquele que eu montei um ig literário...Expresso Literário é um IG Literário para falar de literatura enquanto bebemos um café expresso... Eu gosto de fotografar, eu escrevo umas resenhas dos livros na medida que eu vou lendo e gosto dos quotes literários. 

    As minhas leituras de 2020 (Até agora...)  ou  TAG dos 50% 
    A metade do ano de 2020 ja se foi... Antes que o mês de Junho acabe eu ire responder a TAG dos 50% que basicamente de trata de fazer um balanço dos livros lidos nesses últimos 6 meses. A TAG foi criada pela Chami do ReadLikeWildfire e traduzida pelo Victor do Geek Freak

     O QUE EU ASSISTI ESTE MÊS



    Por causa da 4° temporada da série 13 Reasons Why eu fiz uma pequena maratona até chegar a 4° e ultima temporada da série e escrevi um pequeno desabafo Precisamos conversar sobre 13 Reasons Why.




    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também:
    © Lado Milla
    Maira Gall