25 de janeiro de 2021

Canção de segunda: Crash Test Dummies- Mmm Mmm Mmm Mmm



Crash Test Dummies é um grupo de Folk-Rock canadense de Winnipeg, Manitoba, popular no início dos anos 1990. Seu primeiro álbum muito embora fosse um sucesso enorme em sua terra natal, o Canadá, era pouco conhecido no resto do mundo....





Once there was this kid whoUm dia houve um garoto queGot into an accident and couldn't come to schoolSe envolveu em um acidente e não pôde voltar da escolaBut when he finally came backMas quando ele finalmente voltouHis hair had turned from black into bright whiteSeu cabelo havia se transformado de preto em um branco brilhanteHe said that it was from whenEle disse que isso foi de quandoThe cars had smashed him so hardOs carros bateram nele muito forteMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmOnce there was this girl whoUm dia houve uma garota queWouldn't go and change with the girls in the change roomNão pôde ir se trocar com as garotas no quartoBut when they finally made herMas, quando ela finalmente conseguiuThey saw birthmarks all over her bodyElas viram marcas de nascimento por seu corpo inteiroShe couldn't quite explain itEla não pôde explicar exatamenteThey'd always just been thereQue elas sempre estiveram láMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmBut both the girl and boy were gladMas ambos, a garota e o rapaz eram gratos'Cause one kid had it worse than thatPorque uma criança sofreu mais do que isto'Cause then there was this boy whosePorque então havia um garoto de quemParents made him come directly home right after schoolOs pais fizeram-no vir diretamente pra casa após a escolaAnd when they went to their churchE quando eles foram para sua igrejaThey shook and lurched all over the church floorEles se abalaram e capotaaram sobre o chão da igrejaHe couldn't quite explainEle não pode explicar exatamenteThey'd always just gone thereEles simplesmente sempre foram láMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm MmmMmm Mmm Mmm Mmm

curiosidades 








O vídeo de "Mmm Mmm Mmm Mmm" transforma a letra da música em uma peça de teatro em três atos, cada um deles interpretado por crianças. Ao longo do vídeo, as cenas da peça são intercaladas com as cenas da banda Crash Test Dummies tocando a música no palco ao lado. O primeiro ato mostra um cruzamento urbano, conta a história de um garoto envolvido num acidente de carro. Quando ele voltou de seu coma profundo , o seu cabelo mudou de preto para branco, devido ao tempo. O segundo ato conta a história de uma garota que nunca costumava "se trocar com as garotas no vestiário", até que o dia em que as outras garotas (caracterizadas na peça como três detetives) a forçam para mude de roupa junto a elas, somente para descobrir que seu corpo é repleto de marcas de nascimento. O ato final mostra um garoto que mostra sob a rígida disciplina de seus pais austeros e como a família frequenta a igreja, onde os frequentadores se chacoalham e balançam durante o culto. Durante a estrofe, o garoto em questão olha nervosamente para um casal na plateia, que parece desconfortável com o assunto, mostrando que os três são a família relatada na canção. Ao final, a plateia aplaude a peça e as três crianças agradecem juntas. Entretanto, o casal continua não gostando do que vê e aplaude forçadamente. Todos vão embora e a banda continua tocando a música.

"Mmm Mmm Mmm Mmm" Uma versão alternativa tocada ao vivo algumas vezes muda a terceira estrofe para a história de um garoto cuja mãe perdeu as amígdalas após uma tonsilectomia, impedindo que ele as levasse para mostrar em uma exposição.

A canção ''Mmm Mmm Mmm Mmm'' Cada estrofe descreve a isolação e o sofrimento de uma criança, sendo que duas delas sofrem de alguma anomalia física: o menino que ficou prematuramente grisalho depois de um acidente, e uma garota inteiramente coberta com marcas de nascimento. A terceira criança é um garoto cujos pais o levam para a igreja deles, onde eles costumam "chacoalhar e sacudir" pelo chão. A situação dele é descrita como pior ainda do que a das outras duas crianças.



20 de janeiro de 2021

Semana 39: Minhas melhores qualidades:

 

   

Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras.

Minhas melhores qualidades



Boa ouvinte: Eu sou boa ouvinnte. Eu gosto de ouvir as pessoas tanto os desabafos quanto as abobrinhas dos amigos. Eu sou péssima em dar conselhos... mas, precisou de uma boa ouvinte eu sirvo.

Educada: Acho que ser uma pesssoa educada é obrigação. Porém, isso é visto como qualidade...

Paciência: Acho que da para incluir a calma aqui também... é dificil me tirar do sério.

Imparcial: Acho que é a minha melhor qualidade, nunca fiquei "do lado de ninguém" por ser amigo ou da família, dou sempre a minha opinião e fico sempre do lado do que me parece mais correto, mesmo se quem estiver errado seja meu amigo.

Insistente: Isso pode ser um grande defeito porque confesso ser um pouco chata mas sou muito insistente inclusive com coisas pequenas que eu queira bastante. Também costumo insistir quando não consigo fazer algo mas aí tenho um limite em quando chego a conclusão de que não conseguirei, fica difícil me convencer a tentar de novo.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

18 de janeiro de 2021

A Bruxinha de Biscuit....

Quando eu era pequenininha do tamanho de um botão minha mãe sempre me contava uma história para dormir. A minha história preferida era: 

A BRUXINHA DE BISCUIT 



    Era uma vez, uma bruxinha que era feita de biscuit... Sua mãe lhe contava que ela foi feita assim por uma grande bruxa (boa) no dia mais feliz da sua vida. 

    A Bruxinha era tão pequenina que cabia na palma da mão: O corpo da bruxinha era de uma cor pálida; O formato do seu rosto era oval; os seus lábios eram finos e mantinham um sorriso que ia de orelha-a-orelha (caso a bruxinha ás tivessem) o sorriso cobria a metade do seu rosto; os seus cabelos eram perfeitamente encaracolados e pretos; os seus olhos negros eram miúdos e sorriam juntos com a sua boca no mesmo compasso. A pose da bruxinha, sentada abraçando as pernas tapavam o seu vestidinho da cor lilás que eram a mesma cor dos seus sapatos, e do seu chapéu de bruxa. 

    No dia em que a Bruxinha estava sendo "modelada" a temperatura da cidade estava maluca! Naquela semana, as 4 estações do ano deram o ar da graça: As folhas caíram das árvores e foi ficando um pouco frio... Assim com acontece no Outono. Foi ficando cada vez mais frio e as noites começaram a ficar mais longas que os dias... Assim com acontece no Inverno. No dia seguinte, o bairro estava todo florido. Com flores de todos os tipos e cores variadas... Assim como acontece na Primavera. E logo em seguida, a Bruxa sentiu um calor tão grande que parecia que o sol beijava a sua pele tão pálida quanto a sua Bruxinha de Biscuit. Assim com acontece no Verão. Fora as chuvas torrenciais que independente se estava fazendo calor/frio a chuva sempre caia...

    Em seus primeiros segundos de vida a Bruxinha de Biscuit era protegida por sua criadora (Mãe). Nos dias quentes, a Bruxinha era mantida na sombra ou em temperatura ambiente. Para que a ela não derretesse, literalmente. Nos dias frios, a mãe mantinha a Bruxinha aquecida para que o seu corpinho não sofresse rachaduras... E assim foi, durante os primeiros 18 anos de vida da Bruxinha. 

    No 19° aniversário da Bruxinha de Biscuit a comemoração seria em um luau em Florianópolis/SC que era a sua cidade favorita desde sempre ... No dia anterior, a MAJU do Jornal Nacional disse que seria uma noite bastante fria. A mãe da Bruxinha fez ela prometer que se manteria aquecida. Mas, naquela noite a sua mãe não poderia continuar protegendo a Bonequinha de Biscuit como tinha feito nesses últimos anos... 

    A Bruxinha de biscuit avistou o menino mais bonito daquele Luau, o menino era de carne e osso estava próximo a uma fogueira as chamas era de uma luz viva sem igual... Ele tocava no violão os versos daquela canção, "[...] Garotos não resistem aos seus mistérios/ Garotos nunca dizem não/Garotos, como eu, sempre tão espertos/Perto de uma mulher, são só garotos."

    Quando os olhares do menino e da Bruxinha entrelaçaram--se a Bruxinha sentiu um quentinho no coração as suas mãos começaram a suar tanto que, os seus dedos começaram a derreter e mesmo sorrindo os olhos da Bruxinha começaram a cair algumas lágrimas... Sabendo o que aconteceria caso ela não fosse imediatamente para a casa, a Bruxinha saiu correndo do Luau sem dizer um simples "Oi" para o menino de carne e osso que foi o seu "amor a primeira vista". 

    Quando chegou em casa os seus dedos das mãos tinham derretido e por isso as suas mãos ficaram achatadinhas como um par de luvas... Os seus olhos negros, estavam um pouco ofuscados por causa das lágrimas que rolaram durante o trajeto. A Bruxinha de Biscuit manteve o grande sorriso em seus lábios mesmo com medo do "quentinho do coração" que o amor lhe proporcionou aquela noite.

    [...]


    _ Não tenha medo do amor minha menina... Você não é uma Bruxinha de Biscuit.


    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

    © Lado Milla
    Maira Gall