23 de fevereiro de 2014

Parabéns, eu! Parabéns, eu!





Hoje é meu aniversário... Fico sem palavras nessas datas, mas não poderia deixar essa data em branco aqui no meu blog né? 


“Hoje é meu aniversário
Corpo cheio de esperança
Uma eterna criança, meu bem...”.


Comemorei o meu aniversário com um almoço em família, em um restaurante lindo no sul da ilha que já tive outras oportunidades de fotografar o lugar, que é realmente muito lindo. 

A vista do restaurante é TOP

Que fofura! não resisti fotografar o meu colega de profissão.


Aprendi no aniversario anterior, que tenho mais motivos para agradecer do que pedidos, desejos, vontades... Para fazer (amém!). 


Agradecer pela oportunidade de ganhar mais um ano de vida. Apesar  das reclamações, dos sorrisos, dos choros dos taqui-cardíacos... Agradecer pela família meus pais, meus avós, meus tios, meus primos... e uns 3ou9 agregados.  Agradecer pelas pessoas que conheci nos anos anteriores e principalmente as pessoas que permaneceram na minha vida desde então. Tenho o coração meio gelado para chama-los de amigos ou com demonstrações de afeto... Mas considero muito essas pessoas. 



OBRIGADO aos amigos blogueiros e leitores desde lá do Versos em Bossa... e aos amigos leitores novos também, que toparam seguir comigo esse novo “ciclo” que começou em fevereiro desse ano.


Mamae roubou a câmera se não eu não sairia nas fotos...

19 de fevereiro de 2014

Al lado Del camino.



É como diz aquele refrão daquela canção pouco conhecida “Me gusta estar a un lado del camino…” embora, eu tenha me sentido bastante perdida nos 182 dias, dos dois semestres que dividem o ano. Os momentos foram passando, por mim, como pequenas fumaças… Pessoas foram embora, pessoas chegaram e outras andaram causando um pouco de ressaca. Dando bons motivos em estar me sentindo cada vez mais viva.

Na medida, que os dias passaram… “os barcos” de tanto baterem nos cais da vida, foram sendo abandonados. Os dias foram mostrando que é possível navegar sozinho, e muitas vezes foram muito melhores estar só sem sentidos, sem dor e nem dramas…

Mesmo “perdida” eu estava no caminho certo. Acho, que não deve ser muito bom cronometrar cada milésimo dos seus passos, às vezes é bom curtir a brisa das coisas que passam… Tão bom, quanto a brisa que te pega desprevenida desarrumando os seus cabelos…

Ouvi em uma na aula de filosofia que ” o único perigo em estar vivo é a morte” e mesmo quem escolhe morrer, vira refém das suas próprias escolhas. Nunca se vendo livre delas por toda a eternidade… Irônico. Prefiro manter o corpo e alma vivos e coração aberto. Mesmo que, a vida não nos proporcione um “jardim de rosas” ainda prefiro o perigo de estar vivo e estar “… a un lado del camino…”.

18 de fevereiro de 2014

Fotografia: Falando sobre fotografia


Sempre tive receio de falar sobre fotografia no antigo Blog. Aqui, pretendo mudar isso. Coloco os meus registros fotográficos para ilustrar textos e frases nas postagens, mas, nunca usei uma postagem para falar sobre fotografia. 


“Poisentão…”


A minha paixão por fotografia existe desde que ganhei a minha primeira câmera analógica, isso há doze anos. Desde lá, vieram outras câmeras e até uma câmera digital compacta, que guardo ate os dias de hoje… Em 2012, ganhei minha primeira câmera profissional da marca Canon T3 e entrei no curso de fotografia no SENAC/SC aqui da minha cidade, desde então, estudo bastante e fotografo outros tantos… Fiz muitos workshops bacanas, participei de algumas palestras de fotógrafos renomados no ramo fotográfico e fiz alguns trabalhos como fotógrafa profissional (ganhei $$$…). 





Desde que comecei o curso de fotografia minhas (poucas) aquisições foram:
 
  • Uma câmera Canon EOS Rebel T3 
  • Lente 18-55 mm “lente do kit” 
  • Lente 5O mm – Os fotógrafos chamam carinhosamente de “cinquentinha”. - 
  • Tripé (extremamente necessário) 



Obs. Fiquei com muita vontade de comprar todas as lentes e acessórios existentes no ramo fotográfico, mas o dinheiro não acompanhou as minhas vontades.#mimimi ¬ ¬. 



Como eu escrevi no inicio do Post. Comecei a fotografar com uma maquina compacto o modo automático (verdinho) me ajudou muito a treinar o olhar. Não adianta nada estudar técnicas&teorias se, na hora que você for fotografar não usar a criatividade para criar os seus registros e acabar copiando os registros de outros fotógrafos. 


Acho que é isso pessoal, falo mais sobre fotografia e sobre “a arte de fotografar” nos próximos posts aqui no blog

16 de fevereiro de 2014

"O que você quer de aniversário?"


Desde que eu era bem pequena essa pergunta me deixava um tanto sem graça. Primeiro fui educada que, não é de bom tom, ficar pedindo presentes. Outra é que, mesmo quando insistem na pergunta eu nunca sei de verdade o que pedir.

aniversario de 27 anos (ano passado!)
No dia do meu aniversario. O que eu quero? Ah, se já lembrou o dia por mim já está ótimo. Para não dizer que sou totalmente avessa aos presentes gosto daquele em forma de “lembrancinhas” não é algo caro. Mas é algo simples que fez a outra pessoa lembrar-se de você. É gratificante ver que uma pessoa parou para pensar e criar alguma coisa para você, ao invés de só pegar alguma coisa pronta. Acho uma coisa legal de se ver. Mostram que se importam.

Mas admito que, gostaria de ganhar meus presentes em dinheiro para assim poder comprar minhas “bugigangas”. 
“Mesmo que não veja muito sentido em aniversários. Parabéns? Parabéns pelo quê? Por sobreviver mais um ano? Um dia para as pessoas serem legais com você? Compensar todos os 364 dias do ano que sequer lembraram seu nome? Talvez pra tentar ser convidado pra sua festa ou sabe-se lá.”
Esse ano, meu aniversario cai em um final de semana. Vou usar esse dia para me concentrar, ter um dia meu mesmo, como sugere os aniversários... Manter os pensamentos leves. Eu acredito que, isso atrai energias boas o ano todo. Fazer aniversário nesses dois primeiros meses do ano funciona como um ano novo com 365 dias de novas possibilidades. Costumava gostar dos anos pares, bem mais que, os anos ímpares. Mas o ano de 2013 (27) foi tão... Massa! Que tenho medo de continuar afirmando isso. 

Esse ano o “inferno astral” veio com tudo, fiquei com cistite e tomei a minha segunda dose de Buscopan no ano. :/ não sei como vou “comemorar” mais um ano de vida. Por questão de saúde, estou optando por uma comemoração mais ligt só com a família mesmo. 

Mas uma coisa é certa: não espero presentes de ninguém! Talvez o meu maior desejo de aniversario. Seja aquele trecho da canção da Vanessa da Mata: Quero só noticia boa/Quero paparicações no meu dia, por favor,/Brigadeiros, mantras, música/Gente vibrando a favor/.

14 de fevereiro de 2014

Posso até me acostumar...






Esses Versos… até podem virar esses textos bobocas que escrevo na madrugada. Ao som de uma melodia fácil com letra grudento feito “chiclete”, mas mesmo assim nesse momento estou cantarolando incansavelmente o refrão. Que diz assim _ Posso até me acostumar, ah, ah, ah, ah, ah, ah…_. Melodia gostosa para se ouvir antes de dormir… Para organizar os pensamentos e sentimentos para enfim, dormir em paz. 

Queria eu, organizar a vida como organizo os livros da minha estante (que esta prestes a cair…), mas, estou bem crescidinha para acreditar em ilusões e analogias baratas de como seria uma “vida perfeita”. As imagens daquela velha TV em preto e branco a tempo não me seduz mais; a felicidade matinal da “família Doriana” ou romantismo dos casais românticos dos filmes e os poucos amigos que restaram, não são nem de longe parecidos com o seriado “FRIENDS”.

“Culpa de ninguém não, só do tempo…” como diria um trecho do Caio Fernando de Abreu, ou seria culpa da vida? Sei lá, prefiro culpar o tempo, pois amanhã eu acordo e pode ser que TUDO isso tenha passado… ou não. 

A vida já é mais cruel (mágica) te mostra da forma mais dolorida claro, que você cresceu e não vai mais tolerar “infantilidades” da sua parte. Você pode sonhar, pois às vezes a realidade é dura, mas somos obrigados a ter os pés em terra firme! 

A melodia daquela canção já faz uns 30 minutos que parou… E as coisas que tanto culpei no inicio do texto; como a vida e o tempo. Fazem parte do nosso amadurecimento enquanto jovens adultos tirar as ilusões e nos adaptar da melhor forma com os altos e baixos dos dias até que possamos nos acostumar…

12 de fevereiro de 2014

TAG: As coisas que eu não vivo sem, são:



Minha “pequena”. 



Esse é o nome que coloquei na minha câmera fotográfica Canon T3 que carrego para tudo que é canto para fotografar...

Trabalhar com crianças 



Trabalhar com essas mini-criaturinhas é algo muito gratificante. 
Estagio de psicologia educacional no ano passado.

Ler 


Essas fora as minhas ultimas aquisições de 2013


Musica e celular 




musica, joguinhos e internet TUDO no celular

Desenhar


adoro fazer uns rabiscos mas meus desenhos são bem primários hehehe

11 de fevereiro de 2014

27 coisas que aprendi com 27 anos


Daqui a uma semana estarei fazendo 28 anos (vem logo 30!)

  1. Quem te magoa pela primeira vez sempre vai tentar magoar a próxima. 
  2. O provérbio “Aqui se faz aqui se paga” é MUITO verdadeiro. 
  3. Quando não podemos evitar algumas pessoas à gente simplesmente deve ignorar (simples assim!). 
  4. Não fale, não conte detalhes, não satisfaça a curiosidade alheia. A imaginação dos outros já é difamatória que chegue. 
  5. Não banalize o sentimento. Não use a palavra em vão. Não a pronuncie sem sentir. 
  6. Me entender não é fácil, mas também não é uma das coisas mais complicadas. 
  7. Minha intuição NUNCA falha; 
  8. Consciência tranquila é sinônima de paz; 
  9. Simplifica que acontece; 
  10. Ansiedade só serve para ter gastrite; 
  11. “O Buda só é o que é porque ele permanece sentado” Mr. Pi 
  12. As coisas feitas em ultima hora nunca dão certo. 
  13. “mas vale uma relação de verdadeira putaria do que um relacionamento de amor de mentira” 
  14. Pensamentos positivos iluminam o dia! 
  15. Reclamar da vida não a faz melhorar. MEXA-SE 
  16. Não reclamar! 
  17. Não siga exemplos de outras pessoas. Cometa seus próprios erros. 
  18. O que vem rápido e fácil, vai rápido e fácil. 
  19. Antes só do que mal acompanhada. 
  20. Não espere “parabéns” para cada tarefa que você cumprir. Eles podem não surgir. 
  21. Cochilos são coisas maravilhosas, lindas e incríveis que ninguém pode impedi-lo de tirar. 
  22. Bares com bastante lugar para sentar e som ambiente são MUITO superiores a bares com poucos lugares para sentar e música alta. 
  23. De uma hora para a outra, a maioria das celebridades relevantes é mais jovem que você e “o que eu estou fazendo com a minha vida?” é uma questão diária. 
  24. Você não precisa ser um chef gourmet, mas ser capaz de não botar fogo na casa a cada vez que entrar na cozinha é uma habilidade necessária na vida. 
  25. Lembra quando você era criança e achava que os adultos tinham todas as respostas? É ninguém sabe bosta nenhuma. 
  26. Não há nada no mundo mais irritante que adolescentes, e você fica profundamente compreensivo com tudo que fez durante sua última década de vida. 
  27. “Amanha, é outro dia...”

9 de fevereiro de 2014

14 Coisas para ser em 2014



O1 – Psicologia

Estamos caminhando (em passos lentos…), mas, decidi que não vou parar. O semestre anterior 2/2013 foi um dos meus melhores semestres da graduação. Esse primeiro semestre de 2014 darei continuidade ao estagio de psicologia educacional. 

02 – Comprar uma agenda

Depois de esquecer uma prova da faculdade em plena segunda-feira, preciso urgentemente carregar uma agenda comigo. Para marcar as datas de provas e compromissos e criar o hábito de escrever diariamente nela.

03- Entrar na academia (exercício físico)

Esse ano, eu irei aproveitar que as poucas matérias da faculdade deixaram a grade mais folgada e irei fazer visitas constantes na academia, que fica no mesmo terreno da faculdade. 

04 – Leitura

Fiquei orgulhosa das minhas leituras de 2013 (um livro por mês = doze livros por ano). Quero repetir (ou ultrapassar) em leituras nesse de 2014, conciliando sempre com as leituras obrigatórias da faculdade.

05 – Organização

Para quem busca ser uma pessoa organizada (eu!) só “não deixar as atividades acumular” não adianta. Falei que, eu esqueci uma prova importante da faculdade em plena segunda-feira? Pois é… Preciso aprender a organizar os meus horários, para dar conta em fazer tudo que tenho que fazer na semana. Evitando assim, não acumular tarefas.

06 – Cuidar da alimentação

Minha alimentação sempre foi saudável. Ano passado fiquei três meses sem tomar Coca- Cola. Não gosto dos outros derivados de refrigerantes o meu consumo dessa bebida quase chegou à zero! No ano de 2014 não pretendo ser tão radical em questão dos refrigerantes. O que eu pretendo esse ano é, comer pelo menos dois tipos de salada em pelo menos duas refeições

07- (+) Blogueira

Escrever no blog é uma das minhas terapias, incluindo com sair por ai para fotografar… Preciso seguir alguns “rituais” para que a minha escrita consiga transmitir o que eu to sentindo. Complexo né? E quando finalmente eu conseguir escrever, não ficar “podando” as minhas escritas por medo que as pessoas que me conhecem pessoalmente me interpretem mal.

08 – Manter a organização do Blog

Desde 2008 eu escrevia no blog Versos em Bossa… fiz varias bagunças no blog a ultima foi irreversível fiquei chateada com a melequeira que fiz mas não querendo entrar em (hiatus!) cheguei abrir outro blog na mesma plataforma mas acabei desistindo e excluindo abri então um novo blog chamado Um lado Milla... no segundo mês do ano. A meta do ano de 2014 é não fazer bagunça por aqui!

09 -“Sair para fotografar” 

Ano retrasado fiz um cursos de fotografia e tínhamos aulas praticas (no estúdio) e saídas fotográficas que eu simplesmente adorava, pelo simples fato de ser na rua. Adoro fotografar natureza! Hoje em dia, carrego minha “pequena” para qualquer lugar. Mas não saio exclusivamente para isso o que tem me deixado um tanto desanimada em levar a câmera para não ter tempo para fotografar.

10- Sossegar com o meu cabelo.

Nunca me apeguei ao meu cabelo. Já fui uma pessoa maluca suficiente de estar com um cabelão e cortar curto estilo Joãozinho, mas pintei de vermelho (sonho antigo!) e a cor foi desbotando e acabei me irritando e escureci de novo e quero manter assim.

11- Tomar mais água. 

Trabalhava em uma empresa que a garrafinha com água era obrigatória e virou um habito. Na faculdade, por exemplo, com a exterminação dos bebedouros compro garrafas com água frequentemente… Em período de férias eu me esqueço de ter uma garrafinha por perto e consequentemente de tomar água¬¬.

12- Usar protetor solar. 

Moro em uma cidade completamente praiana e esqueço frequente de usar filtro solar a ultima vez fiquei como a pele pior que um camarão e MUITO ardida. 

13 – Ser econômica 

A meta de guardar as moedinhas na lata ainda continua no ano de 2014.

14- Comprar uma estante de livros (Manter organizada)

Sonho de consumo para 2014.




Na primeira semana de cada mês, pretendo atualizar aqui no blog
 como estão indo as minhas metas.

5 de fevereiro de 2014

Bloquinho viajante direto da ilha da magia Florianópolis/SC

Primeiramente peço mil desculpas pela demora: do post, de fazer alguma coisa no bloquinho e de passar adiante... 


Com a mudança de blog (versos em bossa para um lado meio Milla) não postei nada sobre o projeto “bloquinho viajante” o objetivo é levar o bloquinho para a casa de20 blogueiras. Cada uma delas tem o desafio de usar e abusar da criatividade e colocar nele o que acha bacana, inspirador ou que simplesmente ama muito! Fiquei admirando-o tudo que as blogueiras já tinham feito, postado fotografado... Gente! Achei tudo muito fofo... Mas, foram diminuindo as minhas ideias do que registrar no bloquinho.

Nunca fui uma criança que teve muitos “Dons” na infância. Na verdade, eu sempre fui mediana ao péssimo em qualquer atividade que me metia a fazer. Isso começou a mudar quando ganhei minha primeira câmera fotográfica (filme) recebi os primeiros elogios aqui, outros lá. Fiquei muito contente com a possibilidade de ser boa em alguma coisa... Anos mais tarde ganhei minha câmera profissional Canon T3(fiz curso de fotografia no Senac) e Desde o finalzinho de 2012 sou considerada fotógrafa fotografei a minha primeira festa de casamento (bodas de ouro), Book Gestante e outros eventos. 

Desde então fotografar é uma das minhas paixões colei no bloquinho uma fotografia que eu gosto bastante. A imagem em questão foi fotografada na área da minha casa é um dos meus “cantinhos” preferidos depois do meu quarto lá eu gosto de ouvir musica escrever ou apenas pensar na vida...

Vamos parar de lenga, lenga e vamos às fotografias:







Quero agradecer Atelliê Fotográfico e o blog Kakau com Limão, pela oportunidade! E pedir mil desculpas pela demora do post e do bloquinho sair de Florianópolis/SC... Sexta-feira o bloquinho esta indo diretamente para Curitiba/PR na casa da blogueira Rejane Alves do blog Distrações.

As Helenas do Maneco...




Hoje foi o segundo capitulo da novela “em família” do autor Manoel Carlos (Maneco). Com a possível possibilidade de ser a ultima novela, com a saga de Helenas (só nesse 1° dia eu contei três...) fizeram eu e outros noveleiros, de plantão nem ter tempo de despedir da novela anterior (Félix, Valdirene, beijo gay e carneirinho...) e se embalar com a abertura da novela cantada lindamente pela cantora Ana Carolina... Falando em musicas, o conjunto de musicas que participam da trilha sonora das novelas do Maneco, são todas de uma beleza impar. Coloquei o CD da ultima novela do Maneco no carro... Chega a ser uma “obra prima” fora a parte da novela Um mergulho musical na MPB, bossa nova e no ultimo cd tinha até a musica do Raul Seixas até então “desconhecida” pelo grande publico.

As novelas do Maneco, mesmo “beirando aos clichês” mais absurdos nos envolvem em suas historias... não só as HelenaS ganham o carinho do publico, a ultima helena da novela “Viver a Vida” por exemplo, vivida por Thais Araujo o autor quis polemizar mas o grande publico não fez grandes “burburinhos” pela atriz ser a primeira Helena negra...Quem chamou a atenção foi a Aline Moraes (Luciana) o Matheus Solano (os gêmeos) e até o cachorrinho teve destaque pela falta de brilho da personagem principal.

Sei que os “cults” iram dizer que as novelas da rede Globo alienam a sociedade brasileira e blá, blá blá que eu deveria usar esse horário para ler um livro... A minha “meta de leituras” são três livros por dia, as novelas não estão prejudicando-as, mas, mesmo assim agradeço de coração pela preocupação de quem for comentar sobre.


© Lado Milla
Maira Gall