17 de setembro de 2014

Veja bem, meu bem...





Posso ter poucas quase raras... certezas nessa vida, nesses meus vinte e poucos anos, tenho adquirido muito mais dúvidas do que certezas propriamente ditas...

Uma dessas certezas, eu aprendi desde muito cedo, quando ainda ficava entretida com os meus livros de conto de fadas com cada início de história começava com "Era uma vez..." isso sinalizava que mais histórias estavam começando "... e no meio de vários acontecimentos o príncipe casava com a princesa e os dois viviam felizes para sempre..."sinalizava que a história tinha chegado no em um final feliz.

Na medida em que eu fui crescendo, e cada vez mais entretida com livros e criando novos hábitos de assistir filmes também. A parte do"... e viveram felizes para sempre." foi substituído pelo FIM o que significava a mesma coisa só tirava um pouco do romance anterior. Nem todas histórias tem finais felizes. Essa também foi outra lição que aprendi com o tempo...

Desde muito cedo aprendi a lidar bem com o ''FIM''. OK, eu sofro, eu choro e deito na cama querendo dormir eternamente... Mas a vida continua a esperar por mim, esperando soluções e problemas independente de quem esteja do meu lado... A vida de todo mundo é assim, tanto estando acompanhado ou sozinho a vida segue... talvez, não com a mesma frequência mas, ela segue...

Depois de uma semana com mais um FIM para coleção... sentei na cadeira da minha "bancada"... e coloquei o álbum da Maria Rita para tocar no modo "aleatório" e a primeira musica que tocou foi Veja bem, meu bem... a letra e a canção original é do Marcelo Camelo, que aliás, amo loucamente mas. naquele momento uma voz masculina só iria me trazer mais sofrimento...

Procurei outro(s) você(s) e também outras pessoas, para desabafar sobre aqueles dias ruins, mas não tinha fotografias, frases ou falas que conseguisse traduzir toda aquela dor... Ao contrário disso, veio-me um sentimento nostálgico, com saudades adquiridas desde os anos 90 e lá vai bolinha... com uma fúria que, me fez chorar compulsivamente durante um dia inteiro sozinha dentro do meu quarto, pois como diria Caio "Mas barra não é qualquer um que segura, certo?" e também não é qualquer um que compreende.


FIM.




5 comentários

  1. Adorei o texto! Adoro esse projeto, leio alguns blogs que também participam, lindo demais <3
    E quanto mais cedo apreendermos que o fim pode estar proximo melhor sera pra supera-lo.
    beijos!
    http://cheiade-alegria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse projeto, é interessante ver como cada pessoa coloca um pouco da sua personalidade no que escreve, o texto ficou bem gostoso de ler :)

    ResponderExcluir
  3. Realmente uma das poucas certezas que temos é de que tudo acaba. Mas mesmo assim dói.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Que bacana a ideia desse projeto, Milla :) E acho que a vida é uma sucessão de aprendizados, e um dos maiores deles é LIDAR COM O FIM. Acho que nunca vou aprender. hahaha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Aceitar o fim de algumas coisas não é fácil e não é pra qualquer um. Aprender a lidar com o fim também não é uma tarefa fácil. Ótimo texto! Adorei ler! Bjsss

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall