17 de setembro de 2015

[Micro conto]: amores insanos...


Todas as noites antes de dormir eu peço em uma oração: "Que a minha loucura seja perdoada pois metade de mim é amor e a outra metade também..." e repito como quem decora um mantra: Que a minha loucura seja perdoada...

Algumas loucuras não são doenças da mente, mas pode simplesmente ser uma maneira diferente de ser julgado pela sociedade. É desse tipo de loucura que devemos ser perdoados.

Não me atrevo a responder " O que é o amor?" mas, quando o sentimento é verdadeiro é praticamente obrigatório ter uma pitada de loucura e insanidade. O coração fica apertadinho e transborda: amores insanos...

Um comentário

  1. Todo amor precisa de um pouco de loucura. É a pitada. É o tempero da coisa. E dessas loucuras, nem todo mundo precisa saber. Haha

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall