18 de dezembro de 2016

O que estamos fazendo com a saúde mental dos estudantes?

TODO DIA UMA PESSOA DIFERENTE SAI CHORANDO DA UNIVERSIDADE. 

Hoje aconteceu uma intervenção pelos acadêmicos de psicologia sobre a saúde e o adoecimento mental dos estudantes. 

Ver os colegas adoecendo em crises de ansiedade, nervosismo, enxaquecas, estresse e depressão são alguns dos nomes e diagnósticos psiquiátricos que passaram a descrever uma rotina universitária que cobra prazos, aprisiona o conhecimento em grades curriculares e o aprendizado vira um mercado que deve ser produzido em massa. 


O problema é que acabamos achando normal adoecer na faculdade. Noites sem dormir e doenças psicossomáticas foram naturalizadas e nós passamos a nos silenciar diante do sofrimento dos colegas e dos professores. Aliás, se for pra aconselhá-los, preferimos motivá-los a continuar persistindo e tentando do que rever nosso sistema educacional e repensar o que estamos fazendo com nossa saúde mental em meio a produção em massa do conhecimento. 


Passamos a nos sentir culpados por gestos simples do nosso dia a dia: ver um filme, comer devagar, sair a noite, relaxar... pequenas ações cotidianas passam a virar objeto de culpa pois deveríamos estar estudando, fazendo artigos e produzindo conhecimento. Nossa vida passa a ser sequestrada pela vida universitária e abrimos mão de coisas que antes nos faziam bem para aprender. E assim adoecemos. 
O que estamos fazendo com a saúde mental dos estudantes?



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o BEFA (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5

15 comentários

  1. Meu, eu adorei seu post. Estava pensando e conversando sobre isso com uma amiga minha. Eu faço designer de interiores e chego a ficar tão esgotada que não consigo fazer mais nada. Cansei de recusar diversos encontros em familia por conta de trabalhos da faculdade, e por ter criação de projetos de uma semana pra outra o desgaste mental é grande.

    ResponderExcluir
  2. Interessante , hoje em dia vejo muito isso nos jovens principalmente no país que moro (Portugal ) é isso já começa desde a primeira classe ( série ) eu fico com muita pena. Mas infelizmente não só na faculdade mas como na vida tudo é difícil, complicado, concorrido, corrido. Acho que depois da faculdade piora tudo . Não posso falar muito porque não frequentado a faculdade mas olhando de fora e vivendo nos dias de hoje eu sinto que é igualzinho na faculdade , um corre corre sem parar, um sofrimento atras do outro, cobranças e muito mais . Grande beijo e parabéns pelo post.
    www.glaucialourenco.com

    ResponderExcluir
  3. Excelente argumentos e palavras. Quando eu fazia a faculdade, de fato era bem assim e quanto mais "doentes", melhor. Isso para muitos é sinal de grandiosidade e superação e pra mim, sinceramente, é um esfaziamento de mente, esgotamento físico e incapacidade de se relacionar com o mundo. Perfeito o post. bjs nanimoreira.wordpress.com (Oieee, vim do grupo no face United Blogs)

    ResponderExcluir
  4. Que post incrivel, nunca tinha lido nada assim e concordo com tudo que li! É complicado porque na maior parte das vezes, os alunos moram longe do local que estudam, os transportes são um caos e nem sempre o trabalho/estágio é próximo!

    ResponderExcluir
  5. Que post MARAVILHOSO, Milla! A maioria das pessoas acha que estudar é a coisa mais fácil do mundo, mas muitas vêem que com os estudos vem também a privação da vida. A gente não tem tempo pra sair (e quando tem fica se culpando por se divertir quando deveria estar sentado cuidando das coisas da faculdade), a gente não tem tempo pra dormir ou ver tv (são regalias que um universitário não deve ter). Os prazos curtos e a quantidade excessiva de obrigações fazem a gente ficar doente, mas "é só frescura", "estão reclamando de barriga cheia porque têm a chance de estudar".
    Parabéns! Você abordou o assunto de forma magnífica e confesso que foi o primeiro texto que li sobre o assunto, então, merece mais um parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Isso é um assunto super sério, que as pessoas sempre levam em vão! Conheço pessoas que tiveram que tomar antidepressivos devido ao estresse do TCC. Adorei o post. Beijão

    ResponderExcluir
  7. Faculdade é uma coisa louca mesmo, nem vestibular chega perto. Esse semestre (que é meu segundo) eu simplesmente abri mão, sabe? Sempre fui muito estudiosa, mas semestre passado chegava a ir para as aulas passando mal e com dores, nao almoçava nem nada. Nesse segundo semestre decidi me equilibrar mais, não sofrer tanto pelas notas, fazer meu melhor, mas sem que isso me fizesse mal. Mostrar as pessoas que o CR delas não é mais importante que sua saúde mental e fisica (porque afeta muito no nosso corpo) é de extrema importância. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  8. Pior que muitas atrocidades são comedidas na Educação. A gente pensa que é besteira, mas isso assusta. Muita pressão, muitos estudos, acabamos ficando doidos de verdade. Bem, acho que deveria haver mais moderação em tudo. É isso. Bjo e sucesso!

    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir
  9. Na minha época a uns 10 ou 15 atrás estudar era uma coisa normal, simples e leve. Hoje em dia é uma correria louca e acontece tanto com criancinhas quanto com jovens na faculdade. Acho super preocupante.

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha olhado por este lado que você mostrou, mas confesso que durante o tempo de faculdade eram noites mal dormidas e sonhos extensos sobre as aulas, provas e ate trabalhos. Muito valido seu post. Super beijo

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post, as suas palavras e gostaria muito de participar de uma intervenção assim. Ainda não entrei na faculdade, espero entrar ano que vem (embora eu tenha minhas dúvidas se, para a profissão que eu quero preciso mesmo de uma), mas eu já vivi isso durante esse ano. Sempre fui muito ansioda, e isso cresceu demais com toda a pressão para o Enem e provas.. vi muitos amigos chorarem e se isolarem pro conta das cobranças. Isso é tão triste! Acho que é por esse motivo quebra não consigo apreciar as pessoas que sacrificam saúde mental e física em nome dos estudos :(

    ResponderExcluir
  12. Nunca li algo assim , mais adorei o post . BJ

    ResponderExcluir
  13. Nunca imaginei que isso poderia acontecer.
    Adorei seu post.

    ResponderExcluir
  14. Essa é a nossa realidade atual. E é muito triste pensar que as pessoas não se importam e chegam ao ponto de considerar isso uma coisa normal - algo natural e que faz parte do processo de aprendizado na faculdade. Gostei muito da intervenção!
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  15. Uma coisa que acho que desenvolvi mais ou menos no segundo ano do ensino médio, foi ansiedade, é muito frequente eu ter essas crises, parece que estou beirando a morte sem conseguir respirar. Sempre que estou vendo um filme ou série, minha mãe sempre fala "ta assistindo porcaria enquanto podia tá estudando" ou quando saio, eu sei que com certeza estudar é importante mas não quero viver apenas pra isso, todos nós temos o direito de nos divertimos as vezes, sendo assistindo ou indo para uma festa, isso não faz de nós desinteressados.
    Menina Psicótica

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall