30 de novembro de 2017

Tagarelando sobre o mês: Novembro/2017


Novembro é daqueles meses que os dias ficam mais doces... O segundo semestre do ano nos proporciona "colher os frutos..." daquilo que plantamos no decorrer do ano. Já escrevi sobre os meus Novembros que costumam ser meses que costumo desacelerar e costumo me divertir um pouco nesse penultimo mês do ano.



AQUELA DOS 30... Inicio do ano eu fiz 30 anos. Sempre achei que pessoas com 30 anos eram adultas, sérias, responsáveis, donas de si mesmas, que iam para seus trabalhos igualmente sérios e adultos, usando terninhos femininos, chatas e comportadas. Gostaria de ter escrito esse texto no inicio do ano passado mas, antes tarde do que nunca...



SEMANA 35: MINHAS PIORES COMPRAS FORAM: Que dificuldade... Tem itens do desafio que é uma belezinha, nem preciso pensar muito, em compensação tem outros que não faço a menor idéia, como esse, por exemplo. Posso ser considerada uma pessoa que faz compras conscientes devezenquando eu tenho pequenos "Delírios de consumo...". Então, eu tentei lembrar de algumas coisas que eu poderia muito bem ter deixado de comprar. 

UNBOXING TURISTA LITERÁRIO - A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL O Turista Literário é um serviço de assinaturas que tem crescido bastante nos últimos tempos. As caixinhas promovem uma verdadeira imersão sensorial na historia e todos os meses o conteúdo é surpresa, a única certeza é de que o livro será um Young Adult recém lançado.

SELF IMAGE 2017 Inspirado nesse post aqui. Escrevi um Self Image de 2017. Atualmente estou com 31 anos, faltam três meses até que este número mude. Meus cabelos estão cada vez mais grossos e saudáveis, de modo que, eu não estou encontrando fios dos meus cabelos caindo no box. O comprimento do meu cabelo esta maior que no inicio do ano e a cor é castanho avermelhado que estou conseguindo manter sem muita dificuldade.

SHOW: COMUNIDADENIN-JITSU Faz um tempinho que eu não vou a um show tão bacana. Desde o mês de abril, depois de um dejavú um tanto que, agonizante no show dos Acústicos e Valvulados ou seria Velhas da chalaça ou chalaça... Que nem escrevi sobre o show. Acho que perdi o jeito de escrever "diário de chalaça" e já pesso desculpas antecipadamente por alguns erros que eu possa escrever nesse relato.

TEMPLATE] SOBRE ALGUNS TONS DE VERMELHO... Mudei a cara do blog. Eu tenho necessidade de mudanças... Encontrei esse TEMA-BASE na blogosfera a um tempo atrás e fiquei encantada com a possibilidade mexer nas cores diretamente na configuração do Blogger já que sou um zero a esquerda em HTML e tem um formato mais clean na qual, eu curto bastante.

UNBOXING TURISTA LITERÁRIO - UMA CHAMA ARDENTE EBRILHANTE O Turista Literário é um serviço de assinaturas que tem crescido bastante nos últimos tempos. As caixinhas promovem uma verdadeira imersão sensorial na historia e todos os meses o conteúdo é surpresa, a única certeza é de que o livro será um Young Adult recém lançado.

ENTREVISTA COM A AUTORA: JESSICA CLUESS (UMA CHAMAARDENTE E BRILHANTE) Jessica Cluess a autora do livro Uma Chama Ardente e Brilhante falou um pouco nessa entrevista sobre o seu processo de escrita para escrever um livro.

COMUNIDADE NIN-JITSU E ARMANDINHO LANÇAM PARCERIA"SÓ NOTÍCIA BOA" Os caras que compõe a banda Comunidade Nin-Jitsu são: Fredi Chernobyl, Cristiano Bertolucci, Nando Endres e Mano Changes. Juntamente com o Armandinho, um dos cantores mais populares do Rio Grande do Sul. Agora se unem para lançar Só Notícia Boa, single que chegou às plataformas digitais nesta sexta e promete ser hit no verão gaúcho.

RESENHA: O ÓDIO QUE VOCÊ SEMEIA O livro O Ódio que Você Semeia é um lançamento da Galera Record. Escrito pela autora Angie Thomas vencedor do Newbery Honor Award e primeiro lugar nos mais vendidos do New York Times, assim como é adotado em diversas escolas nos EUA.

PENSAMENTOS & INUTILIDADES Como diz o titulo do post são pensamentos inúteis de um tarde qualquer.


POR QUE EU BLOGO? Eu já escrevi sobre escrever e já escrevi sobre como é ser alguém que escreve em blog. Mas, mas acho que nunca escrevi direito sobre blogar.



REGISTROS & ALEATORIEDADES Estou um pouco preguiçosa para preparar a minha câmera para fotografar. No final de semana eu estava fuçando aplicativos de fotografia pelo celular no Play Store e encontrei o Instamini que é um aplicativo que imita o formato da camera Polaroid e deixa as suas fotos com o estilo de fotografia antiga.



O QUE EU ASSISTI ESTE MÊS




SÉRIE: NÃO CONFIE NA P* DO APART. 23 ( DON’T TRUST THE B– IN APT 23) Comecei a assistir a série depois de ficar orfã de How I Met Your Mother e depois por causa da atriz Krysten Ritter, que interpreta a Chloe, a série me conquistou no piloto. 


A série é super divertida! E conta a história de June, uma jovem que vai para Nova York atrás da carreira dos seus sonhos, mas tudo começa a dar errado e ela passa a morar com Chloe, a vadia do apartamento 23. Chloe é uma golpista festeira, bela e sem pudor que vive aproveitando o brilho de celebridades, sendo totalmente o oposto de June que é meiga, batalhadora, estudiosa e tímida. Sem querer decepcionar seus pais June insiste e permanece no apartamento 23 conquistando a amizade de Chloe , Mark, Eli e James Van Der Beek.



Eu criei um ritual para re-ver a série Gilmore Girls e ainda escreverei sobre isso...


O QUE EU LI ESTE MÊS



Além de estar lendo as ultima leituras do mês do UNBOXING TURISTA LITERÁRIO Eu comprei o livro O ÓDIO QUE VOCÊ SEMEIA A história acompanha a adolescente Starr. Ela e Khalil, seu melhor amigo, saem de uma festa e são parados por uma viatura da polícia durante a noite. Starr aprendeu desde cedo como uma pessoa negra deve se comportar frente a um policial: sem movimentos bruscos, mãos onde ele possa ver. A triste realidade do que o ódio e o julgamento podem fazer por causa da cor da sua pele. Um movimento errado, uma suposição e Khalil é assassinado, deixando para trás o trauma na garota e o peso da injustiça. Starr é a única testemunha do crime, e precisa aprender a própria voz para clamar justiça antes que as investigações levem a culpa para cima do garoto.

O QUE EU OUVI ESTE MÊS




Fui ao meu primeiro show da banda gaúcha Comunidade Nin-Jitsu. O show aconteceu no John Bull que é uma das mais prestigiadas casas noturnas da capital catarinense. Com mais de 2700 apresentações de renomados artistas nacionais e internacionais e localizada na Lagoa da Conceição, um dos principais pontos turísticos da cidade, a casa é referência na cena local e palco de noites memoráveis.O #Canção de Segunda daquela semana foi um Diário de chalaça com fotografias do show.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5

29 de novembro de 2017

Um ano após tragédia da Chapecoense.

Texto muito lindo que compartilharam no grupo do Consulado do Grêmio e queria compartilhar com vocês:



Costumo dizer que futebol é metáfora da vida e talvez por isso esse lance com a Chapecoense me deixa tão triste. Porque, por mais que torçamos pra Flamengo, Corinthians, Vasco, Palmeiras, Santos e outros grandes times, na vida a gente é mesmo uma Chapecoense. 

A gente sonha, luta, batalha, joga fechadinho na defesa, aguenta pressão no trabalho, salva bola em cima da linha no último minuto e quer ser campeão de algo, vibrar com a felicidade, alçar vôos altos. 

A gente é Chapecoense na vida porque, por mais que algumas vezes queira e em outras se sinta impotente, está lá, sempre na peleja. Nem sempre com torcida a favor, às vezes com o estádio da vida lotado, tentando virar o jogo fora de casa, mas estamos lá, buscando nossa realização, nosso conto de fadas. 

A gente adotou a Chapecoense porque ela é gente da gente. Com essa queda, a gente vê como se importa com bobagem, como perde energia com coisas pequenas, inclusive por aqui. Como a gente se demora em questões que não geram amor. "Donde no puedas amar, no te demores.."

Já que vamos seguir na vida, é preciso ser mais Chapecoense. Se encontrar mais, sorrir mais, discordar quando for necessário, mas se respeitar mais. Cultivar os afetos, deixar os desafetos pra lá, nos livrar das âncoras e seguir com as velas. 

É preciso seguir, é preciso soprar. Vamo, vamo, Chape. Na metáfora dessa vida, jogo de futebol eterno, Chape somos nós.

Texto de: Artur Crispin.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

27 de novembro de 2017

Registros & Aleatoriedades


Estou um pouco preguiçosa para preparar a minha câmera para fotografar. No final de semana eu estava fuçando aplicativos de fotografia pelo celular no Play Store e encontrei o Instamini que é um aplicativo que imita o formato da camera Polaroid e deixa as suas fotos com o estilo de fotografia antiga.

Uma "Selfie" para não perder o costume...  Essa eu tirei quando cheguei em casa depois do almoço com meus pais.


Eu morro de amores pelo acessórios do Mickey e da Minnie desde  o dia em ganhei uma Minnie de pelucia quando eu tinha 08 anos de idade... A loja da Riachuelo fez uma promoção com camisetas e acessórios da turma do  Mickey e comprei essa camiseta que é o meu xodózinho hehehe.



Eu ganhei um cachorro da raça Pinsher ele ja tinha  nome antes mesmo de vir aqui para casa... Fernandão é o meu "chicletinho" ciumento que não deixa a Mallu a pinsher nossa cachorrinha do meio se aproximar de mim nem o Teddy o Lhasa Apso o nosso cachorrinho mais velho...

No final de semana ele gosta de passear de carro  só fica bastante nervoso com as motos barulhentas. 


Segunda - Feira é dia de treino! No caminho da academia eu encontrei essa florzinha amarela adorei a composição crua da fotografia...


Para começar o treino 10 min de esteira para começar a suar...



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):


25 de novembro de 2017

Por que eu blogo?


 A Isadora do blog E agora Isadora? teve a idéia de entrar no Amorzices e acabou me dando uma ideia com seu texto. Eu já escrevi sobre escrever e já escrevi sobre como é ser alguém que escreve em blog. Mas, mas acho que nunca escrevi direito sobre blogar. 

Eu nunca tive vergonha de dizer que blogo. Porém, eu tanbém use diariamente a palavra de maneira sarcástica do mesmo jeito que fazem com blogosfeira ou blogayrinha. Eu escrevo uma coisa aqui, outra ali e fotografo acolá na blogosfera mas, eu não me refiro a mim mesma como blogueira. Nem sei quando isso virou motivo de orgulho [irônico, né?]

Qual a motivação de escrever na Blogosfera? 

Desde o inicio, quando começaram a surgir os primeiros blogs eu nunca soube o que estava fazendo "A minha amiga tinha um site pessoal que era muito parecido com o formato dos blogs pessoais dos dias de hoje... Eu sempre achei tudo aquilo o máximo! Queria fazer um "site pessoal" no mesmo estilo ..."A primeira vez que visitei a plataforma e apertei no botão -criar um blog -  A cada texto que eu escrevia e publicava a sensação de não saber o que eu estava fazendo permanecia...
Conheci pessoas que não faziam a menor idéia da dimensão que tudo aquilo iria tornar-se, éramos somente pré- adolescentes escrevendo sobre dramas de adolescentes.

Tem coisas que só sai da gente por escrito... Eu tenho necessidade de escrever. E expremendo um pouquinho sai um texto bacana.

Quando eu escrevo no blog vejo que eu acabo ultrapassando os meus próprios limites e acabo transformando cada texto banal em algo tão pessoal. É irônico pois, acabo escrevendo mais de mim do que posso suportar lendo. Tenho necessidade de escrever e fotografar para expressar de alguma forma tudo o que sinto e na maioria das vezes eu não consigo falar.

O Lado Milla foi criado em Fevereiro/2014 eu ja não era a pré-adolescente  do inicio desse texto. Mas algumas coisas da adolescencia permanecem firme e forte na vida adulta como o meu gosto pela escrita na blogosfera.

Eu gosto muito de escrever para vocês sobre os meus últimos semestres da faculdade de Psicologia, como foi os meus estágios obrigatórios de Psicologia escolar e Psicologia Social, escrevi cartas que eu nunca tive coragem de entregar aos devidos remententes ou sobre as minhas estranhezas. Sobre como eu estou lidando com o meu desemprego de uma recém-formada. Estou lendo livros para passar o tempo e escrevo as resenhas aqui na medida que eu vou terminando de ler esses livros.

Dificilmente eu conseguiria escrever sobre algo imposto: sobre lançamentos, tendências, recebidos do mês... Eu sempre quis fazer parte dos blogueiros que fazem parceria com grandes e pequenas editoras de livros para receber os lançamentos. Mas, isso não iria alterar sobre a qualidade e a minha opinião sobre a minha leitura.

O " fazer parte..." na Blogosfera é complicado... Surgiram grupos desses de divulgação do facebook na época do BEDA  que quizeram me obrigar a usar o "selinho do grupo" no final de cada postagem do meu Blog ou no lado na barra do Perfil e quando eu neguei me tiraram do grupo dizendo que eu não me encaixava no grupo desses blogueiros. Eu nunca senti a necessidade de comprar uma hospedagem porque eu não queria monetizar esse espaço. Eu preciso escrever para fugir desse mundinho capitalista que tudo tem um preço $$$ e ter um blog gratuito me faz sentir que estou nadando contra a corrente e isso é libertador.

São poucos blogueiros que resistem: "escrevem, blogam, publicam, se preocupa, insiste, toma na cabeça e volta...". Escrever no blog faz parte de mim de uma maneira bem intrínseca, começou na adolescencia escrevendo crises existenciais de adolescente  e quando eu me dei conta eu estava escrevendo sobre a crise dos 30 anos que  me pegou em cheio!  e pretendo carregar para a vida. 

São poucos blogueiros que seguem "por ai", Eu continuo sendo aquela pré-adolescente que não sabe muito bem o que esta fazendo quando estou escrevendo e publico uma postagem. Eu continuo seguindo a vida e devesenquando as pessoas lembram da gente e dizem: Eu me identifico! e o seu cantinho é muito especial.

Tem coisas que só sai da gente por escrito... Eu blogo porque eu gosto de lêr. Eu gosto de blogar porque cada comentário maravilhoso que vocês escrevem, arrancam meu coração e fazem paçoca de tanta doçura. Eu blogo porque eu estou na blogosfera desde 2000. Eu blogo porque conheci vários amigos assim. Eu gosto de mim quando escrevo, eu queria que alguém gostasse das coisas que eu escrevo, Eu escrevo por que sinto que me liberto das minhas mazelas.

Porque, para as coisas fazerem sentido na nossa vida, a gente tem que fazer o que nos faz sentir felicidade. 

A Isadora fez um apelo no blog dela que todos os blogueiros deveriam aderir: "comentem. Não aqui, nesse post (só), mas nos posts que gostarem aqui do blog, de outros blogs, dos blogs amigos. Naveguem, conheçam os blogs de amigos dos amigos...".

Semana passada, eu atualizei o blogroll do Lado Milla pois, conheci uma porrada de gente que bloga. Precisamos mostrar a essas pessoas que nos importamos com o que o amiguinho escreve e oque nós escrevemos importa, vamos curtir/comentar e compartilhar deixar o coraçãozinho desses blogueiros quentinhos de tanto afeto

"Deixem as outras pessoas saberem que o que a gente faz importa, ainda que tenha sido por 5 minutos na vida de um completo desconhecido. É assim e por isso que a gente continua.".

O Amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio de blogueiras sernaiotto + serendipity + desancorando e que terá um tema de base: amor. a partir daí, elas vão falar sobre um monte de coisas. o tema de novembro é amor na blogosfera. eu resolvi aderir ao tema, tá aqui minha contribuição. se você também quiser participar, deixa o link lá no blog delas!


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

22 de novembro de 2017

Pensamentos&Inutilidades


01. Que titulo é esse... é praticamente um parto escrever um titulo para os meus textos.

02. Fazem dois meses que eu não escrevo o Resumo do Mês que no inicio desse ano transformou-se em Tagarelando sobre o mês... que é um texto corrido com a amiga aqui, "escrevendo pelos cotovelos" sobre os meses que chegariam ao fim no ultimo dia de cada mês.

03. Em agosto eu escrevi porque eu não aderi ao BEDA em agosto de 2017. Eu não me arrependi... Só não estava na vibe de escrever. Porém, deveria ter escrito mais.

04. Nesse momento estou fazendo uma lista mental dos livros que li em 2017 e acho que ultrapassei a meta de ler 12 livros no ano. (Yes!)

05. Tenho vários textos perambulando no meu rascunho mental sobre academia... Preciso escrever sobre os meus treinos.





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):



21 de novembro de 2017

Resenha: O Ódio que Você Semeia









Título: O Ódio que Você Semeia
Autora: Angie Thomas
Editora: Galera Record
Gênero: Young Adult
Idioma: Português
Páginas: 378


Sinopse: Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos. Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial. Não faça movimentos bruscos. Deixe sempre as mãos à mostra. Só fale quando te perguntarem algo. Seja obediente. Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto. Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa. Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

Tupac disse que Thug Life, “vida bandida”, queria dizer “The Hate U Give Little Infants Fucks Everybody”, ou “o ódio que você passa pra criancinhas fode com todo o mundo”.


O Ódio que Você Semeia é um lançamento da Galera Record. Escrito pela autora Angie Thomas vencedor do Newbery Honor Award e primeiro lugar nos mais vendidos do New York Times, assim como é adotado em diversas escolas nos EUA.

Mas é engraçado como funciona com os adolescentes brancos. É maneiro ser negro até ser difícil ser negro.

Um sorriso grande e largo se abre no rosto da Sra. Rosalie. Ela estiva os braços, e eu vou até o abraço mais verdadeiro que já recebi de alguém que não tem parentesco comigo. Não tem piedade no abraço. Só amor e força. Acho que ela sabe que preciso das duas coisas.

A história acompanha a adolescente Starr. Ela e Khalil, seu melhor amigo, saem de uma festa e são parados por uma viatura da polícia durante a noite. Starr aprendeu desde cedo como uma pessoa negra deve se comportar frente a um policial: sem movimentos bruscos, mãos onde ele possa ver. A triste realidade do que o ódio e o julgamento podem fazer por causa da cor da sua pele. Um movimento errado, uma suposição e Khalil é assassinado, deixando para trás o trauma na garota e o peso da injustiça. Starr é a única testemunha do crime, e precisa aprender a própria voz para clamar justiça antes que as investigações levem a culpa para cima do garoto.

As despedidas doem mais quando a outra pessoa já partiu.

Dou uma risada e roubo umas balas dela. O namorado de Maya, Ryan, por acaso é o único outro menino negro do segundo ano, e todo mundo espera que a gente fique junto. Porque, aparentemente, se nós somos só dois, temos que participar de alguma porra estilo Arca de Noé e fazer par para preservar a negritude do nosso ano.
A primeira vez que ouvi sobre esse livro foi no canal | All About That Book | eu fico aprensiva de ouvir resenhas por medo de ter algum spoiler e perder o encantamento de ler a história. Eu tive um presentimento bom ouvindo a resenha da Mayara e desde então, quis adiquirir o livro.

– Mas Khalil não ficou parado, ficou? – diz ela.– Ele também não puxou o gatilho contra ele mesmo.


Isso é a suposta arma – explica a Sra. Ofrah. – O policial Cruise alega que a viu na porta do carro e supôs que Khalil estava indo pegar. O cabo era grosso e preto o bastante para ele supor que era uma arma.– E Khalil era preto o bastante.

É um tipo de leitura que te causa impacto nas primeiras páginas... Não é um livro fácil, não é uma história simples. É a realidade sem maquiagens. É a ficção descrevendo cada detalhe sobre o mundo em que vivemos, expondo os muitos lados dele - e um desses lados é corroído pelo ódio, pela discriminação, pelo preconceito. É impossivel não se indentificar com Starr independente da cor da pele  as suas açoes e o seu comportamento são julgados pela cor da sua pele. Starr vive a mesma realidade que muitos outros jovens. Khalil foi assassinado pela mesma realidade que a de muitos outras vítimas. 

A narrativa bem humorada de Angie se torna um humor ácido com os acontecimentos pesados que a trama explora, a profundidade é o ponto-chave do livro. Na leitura percebo que temos muitos jovens como Kallil onde as suas vozes foram caladas... Porém, felizmente temos muito jovens como Starr que lutam contra essa realidade todos os dias e que não deixaram calar a sua voz que é a arma mais poderosa contra qualquer injustiça.
Às vezes, você pode fazer tudo certo, e mesmo assim as coisas dão errado. O importante é nunca parar de fazer o certo.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

20 de novembro de 2017

Comunidade Nin-Jitsu e Armandinho lançam parceria "Só Notícia Boa"

"Só notícia boa, só gente bonita 
 Pense positivo e tenha fé no que acredita."




Na semana passada, eu fui no meu primeiro show da Comunidade Nen Jitsu. Eu conheço apenas 3ou9 musicas da Comunidade por causa da tal "memória afetiva" de ouvir musicas na rádio de madrugada.


Os caras que compõe a banda Comunidade Nin-Jitsu são: Fredi Chernobyl, Cristiano Bertolucci, Nando Endres e Mano Changes. Juntamente com o Armandinho, um dos cantores mais populares do Rio Grande do Sul. Agora se unem para lançar Só Notícia Boa, single que chegou às plataformas digitais nesta sexta e promete ser hit no verão gaúcho.

A união entre reggae e rock ganha também videoclipe, já disponível no YouTube. O refrão tem uma vibe para cima e super positiva. Segundo o Cristiano Bertolucci _ A musica é sobre os tempos difíceis que vivemos, que faltam "boas notícias"_.





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

17 de novembro de 2017

ENTREVISTA COM A AUTORA: Jessica Cluess (Uma Chama Ardente e Brilhante)





Livro:Uma Chama Ardente e Brilhante
Autora: Cluess, JessicaEditora: Galera RecordPáginas: 336



Em poucas palavras, como foi o caminho do manuscrito para a publicação de Uma Chama Ardente e Brilhante?

JC: Depois de terminar a edição, tentei vender o livro por cinco meses, sem resultado. Até que uma semana depois de enviar minha proposta para ele, o homem que se tornou meu agente me ofereceu representação. Depois disso, polimos o manuscrito por vários meses antes de finalmente colocá-lo em submissão. Isso foi perturbador, mas fiquei feliz por termos trabalhado nisso por tanto tempo, porque realmente valeu a pena. Tivemos uma oferta depois de quase duas semanas de submissão e o livro foi a leilão depois disso. Todo esse processo durou aproximadamente dois anos, desde o primeiro dia em que sentei para escrever o livro, até o dia em que obtivemos a oferta para publicar. Parecia muito tempo na época, mas agora passou como um furacão.

Que conselhos você tem para jovens escritores que estão lutando no primeiro rascunho de um livro de fantasia?

JC: Acima de tudo, especialmente quando é fantasia, digo que é melhor escrever um rascunho bagunçado e estranho, com algo apaixonado e emocionante em todas as páginas, ao invés de escrever um rascunho limpo e perfeitamente projetado, que você não sente qualquer coisa para. Na verdade, é mais fácil editar o resultado estranho, porque pelo menos você conhece os sentimentos que deseja evocar. No fim das contas, basta fazer isso. Não há o que editar se você não escrever.

Quais livros, autores ou filmes que mais a influenciaram quando você escreveu Uma Chama Ardente de Brilhante?

​JC: Minha maior influência foi o Jonathan Strange e o Sr. Norrell, de Susanna Clarke. Eu descrevo esse livro como o Senhor dos Anéis, de Jane Austen, e é isso mesmo. Se você ama uma comédia de maneira misturada com um sistema mágico ultrajantemente interessante, vai curtir.

Qual a sua memória favorita do Clarion Workshop*?

​JC: A guerra com pistolas de água que tivemos com Robert Crais e Kim Stanley Robinson. Há uma foto minha atirando nas costas de Stan, enquanto ele foge. Está entre as cinco fotos favoritas da minha vida.

​Quantas histórias você escreveu no Clarion e o que aconteceu com elas?

JC: Eu escrevi cinco histórias, porque durante a primeira semana revisamos uma delas para submissão. A verdade é que nada mais veio dessas histórias, em grande parte porque não sou realmente uma escritora de contos. Muitas das pessoas no programa já eram mestres em escrever histórias curtas, então eu tive que correr atrás. Um deles já tinha até ganhado um prêmio Nebula** por seus contos! Pretendo dar uma olhada e talvez tirar um romance de alguns deles; minhas histórias sempre foram mais longas.

Fonte: http://www.sarenaulibarri.com/blog/interview-with-jessica-cluess-author-of-a-shadow-bright-and-burning




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):



16 de novembro de 2017

UNBOXING TURISTA LITERÁRIO - Uma Chama Ardente e Brilhante



O Turista Literário é um serviço de assinaturas que tem crescido bastante nos últimos tempos. As caixinhas promovem uma verdadeira imersão sensorial na historia e todos os meses o conteúdo é surpresa, a única certeza é de que o livro será um Young Adult recém lançado.
No site há a aba "dica do livro", onde eles dão pistas sobre o livro do mês. E para o mês de outubro as dicas eram: 1) Vamos viajar para um país que já visitamos anteriormente com nosso balão; 2) Protagonista feminina em uma história com magia! 3) A história acontece no passado.



Livro:Uma Chama Ardente e Brilhante
Autora: Cluess, Jessica
Editora: Galera Record
Páginas: 336




Sinopse: O primeiro livro da série de Jéssica Cluess, perfeito para surpreender fãs de fantasias já bem habituados com magia, profecias e triângulos amorosos.

Henrietta Howel tem o poder de explodir em chamas. Quando é obrigada a expor suas habilidades ela tem certeza de que será executada. Apenas os feiticeiros podem usar magia, e nenhum deles é mulher. Ela se surpreende quando não só é poupada da guilhotina, mas também nomeada a primeira feiticeira em séculos. Ela é a garota profetizada, aquela que derrotará os Ancestrais – seres sanguinários que aterrorizam a humanidade. Henrietta então passa a treinar dia e noite com um grupo de feiticeiros ansiosos para testar as habilidades – e o coração – da garota da profecia. Mas será que Henrietta é mesmo a garota da profecia?

Avaliação: 




O que veio na malinha do mês? 


➡️ Item para estimular a visão 👀Livro: Uma Chama Ardente e Brilhante.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

➡️ Item para estimular o paladar 🍪 Caramelos do Agrippa; Para estimular seu paladar, sinta o sabor dos caramelos que Agrippa usa para presentear as crianças enquanto texta se elas tem algum poder secreto.



➡️ Item para estimular o olfato👃 Pacote dos Sonhos e as ervas terapêuticasAs ervas aromáticas ou ervas-de-cheiro são utilizadas há gerações na culinária, nos cosméticos naturais, nos banhos, nos chás, na decoração, no vestuário e em muitas outras formas. Suas propriedades medicinais são indicadas no tratamento e prevenção de doenças sendo também excelentes na manutenção da saúde e bem-estar.


Uma excelente e tradicional forma de uso é através dos travesseiros aromáticos, que agem acalmando o corpo e a mente. A prática de colocar ervas sob o travesseiro remonta há muitos séculos e foi feita originalmente para proteger contra o mal, acalmar os maus sonhos, trazer bons sonhos e, alguns acreditavam, até para prever o futuro. Não importa o motivo, os travesseiros de ervas são benéficos para adultos, crianças e até mesmo animais de estimação.

De acordo com a Aromaterapia, a mistura de ervas auxilia no tratamento contra stress, insônia, enxaquecas, problemas respiratórios, ansiedade, depressão e TPM, proporcionando um sono tranquilo, relaxante e reparador. As substâncias fotoquímicas que desprendem do aroma delicado e suave das ervas agem de forma terapêutica no sistema nervoso central. O recheio do Pacote dos sonhos que preparamos para nossos Turistas foi feito com uma mistura de 3 a 4 ervas:


Camomila: acalma e relaxa a mente, traz sensação de acolhimento; Lavanda: calmante, relaxante e alivia dores de cabeça; Pétalas de rosa: traz calor e amor, pode evocar sonhos românticos; Menta: É recomendada para proporcionar sonhos vívidos, ou bem claros.

➡️ Item para estimular a audição 🎧 Playlist no Spotify

➡️ Souvenir de viagem 💝porta-lápis/canetas/marcadores - como lembrança dessa história chia de facetas e personagens intrigantes. Criamos porta-lápis/canetas que serve também para guardar marcadores de livro cada lado apresenta uma a rte cheia de elementos da história, ilustrada pelo Leonardo Vidal.



⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡️ Conteúdos extras 💏 Entrevista exclusiva com o autor e mais informações a playlist do mês e itens da malinha.




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):


15 de novembro de 2017

[TEMPLATE] Sobre alguns tons de vermelho...


Mudei a cara do blog. Eu tenho necessidade de mudanças... Encontrei esse TEMA-BASE na blogosfera a um tempo atrás e fiquei encantada com a possibilidade mexer nas cores diretamente na configuração do Blogger já que sou um zero a esquerda em HTML e tem um formato mais clean na qual, eu curto bastante.

As peças do quebra-cabeça estão se encaixando embora, elas fiquem embaralhadas na maioria das vezes... Mudei o Banner, com as peças montadas com o tamanho ideal e encaixando no template.No tema-base atual, eu consegui mudar a cor do menu fixo no topo do blog para a cor castanho avermelhado. Escrevi uma nova pagina QUEM ESCREVE e percebi que ainda tenho dificuldade de escrever sobre mim e estou escrevendo novas páginas para o Menu fixo no topo do blog.

As mudanças são constantes... A foto de exibição é de 2017, eu fotografei no estilo selfie pois, adorei o resultado do meu cabelo nessa foto hehehe. Fotografei bastante esse ano, fui modelo no meu ensaio fotográfico de formatura e adorei o resultado das fotos.

Essa postagem é para"inaugurar" o Template e o Banner novo! escreverei textos melhores na seqüência. Prometo.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 
 (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5

© Lado Milla
Maira Gall