31 de agosto de 2018

Blogday: Reflexão sobre a blogosfera atual...



Eu posso contar a minha vida antes e depois de ser blogueira. Em 2002, quando eu tinha 16 anos, entrei oficialmente pra blogosfera, quando criei o meu primeiro blog era hospedado gratuitamente em um site jornalístico. Escrevia as minhas mazelas de adolescente em uma narrativa de 3ou9 linhas e decorava com aqueles gifs piscantes... A hospedagem era bastante precária para ter muitas mudanças.

Naquela época, eu adorava conhecer blogs novos e pesquisar imagens piscantes e acessórios para colocar no meu blog... Porém, não suportou a maioria das minhas mudanças... E mudar era praticamente regra na blogosfera dos early 2000s. Aliás, a coisa toda era muito diferente naquela época. 

Quando tudo isso aqui era mato... Eu era uma leitora assídua do blog da Liliane Prata que era hospedado no site da Uol eu nem sabia que ela tinha seguido a carreira de escritora e chegou a ter uma coluna na revista Capricho. Eu fiz algumas tentativas de montar um blog nessa plataforma e criei um no zip.net que era a plataforma gratuita da UOL. Nessa época, o blog sofria mudanças drásticas praticamente TODA a semana. Começava a semana com o template da Hello Kitty e terminava a semana com o template do seriado Gilmore Girls que eu comecei a assistir alguns episódios naquele ano.

Nessa época, surgiu as primeiras amizades na blogosfera... 
A maioria dessas amizades tinham o blog hospedado no blogger/blogspot ou estavam migrando para essa plataforma. A plataforma gratuita da UOL estava bastante zoada nessa época... E acabei criando outro blog. Em 2008, depois de uma looonga conversa no Messenger com a minha amiga virtual na época, ela também era blogueira... Além de ser mais moderninho, A linha editorial daquele blog era escrever textos pessoais e colocar as minhas fotografias que eu tirava na minha maquina digital que era a coisa mais moderna daquela época. Sem nenhuma figura cheia de glitters ou templates muito elaborados como era comum na blogosfera.

Um lado meio Milla... que depois ficou somente Lado Milla veio para abrir um novo ciclo! Em 2014 eu escrevi sobre os acontecimentos da life e sobre a roda viva que carrega os nossos sonhos para lá... Nesses últimos quatro anos a faculdade deu uma guinada, os sonhos foram realizados em formato de estágios obrigatórios, teve estagio especifico que virou GETEP e transformou-se no meu TCC que foi um projeto de pesquisa sobre Problemas Psicológicos na Migração com os Haitianos na cidade de Florianópolis/SC. Escrevi bastante sobre os livros que estou lendo... As musicas que eu estou vindo e os shows que de vez em quando rendem um "diário de chalaça".
__________

Desde a época do Orkut... As redes sociais ajudam/atrapalham a Blogosfera desde então:

Em 2015, 1 ano depois de criar o Lado Milla. A blogosfera estava lá, agitadíssima e muito diferente daquela coisa deliciosa e pacata que ela era há alguns anos... Virou uma onda de comércio gigante, tinha mais blogueiro de publi e blog monetizado que qualquer outra coisa. Tinha um "grupo de divulgação" que pregava a blogosfera oldschool. Tem gente tipo eu, que só quer ler sobre o que o amigo comeu no almoço " Grupo de blogueiros vintages...". Essa diretoria, decidiu que mandavam na blogosfera. Essa blogosfera LEVE, que era pregada, deixava assim de ser leve, porque de repente tinha regras. E tinha donos.

 Depois de várias vibes erradas: EU inventei elementos cor de violeta no layout do blog e ninguém pode fazer igual” ou ainda “EU postei sobre cachorrinhos e na semana seguinte fulana postou também”. A diretoria  resolveu fechar o grupo: 


"_Vocês não merecem falar comigo nem com o meu anjo!".

Pipocaram outros "grupos de divulgação" no Facebook não tão famosinhos mas, com as mesmas Vibes erradas: Tinha uma blogueira que de cinco post´s que ela escrevia um era como ser criativa... "Como as pessoas tinham a audácia de roubar as SUAS idéias e as SUAS ilustrações...". Depois de me estressar bastante nesses grupos... Eu resolvi que agora eu participo de poucos grupos como esse. 
Depois da Blogosfera oldschool e seus resquicios a blogosfera atual... Anda mais calma, lebrando um pouco como era escrever antigamente na blogosfera dos early 2000s. 




ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

5 comentários

  1. os gatos nem cachorrinhos já não fazem mais parte mas é mais ou menos por ai HAHA :)

    obrigada pela indicação ♥

    ResponderExcluir
  2. É engraçado como ferveu essa era de blogs monetizados, né! E agora eles nem existem mais, migraram para o youtube.
    Também lembro dessas picuinhas nos grupos de blog, eu não tinha paciência nenhuma pra isso.

    Fiquei muito feliz com a indicação hauhua <3 <3 obrigadinhaaaa
    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  3. Que post mais lindo. Mesmo eu tendo pegado o ~final~ dos blogs em estilo diário e tudo mais, sinto falta de um pouco de sinceridade e espontaneidade na blogosfera. O blog é um cantinho só meu, onde eu posso falar do que eu quiser, e espero que continue sendo assim por muito tempo. Amo visitar blogs como o seu e os das moças que você indicou <3 me dão a sensação de aconchego!

    ResponderExcluir
  4. Quando tudo isso aqui era mato, mesmo se encontrando aqui e acolá, tudo era diferente né? Ai o olho cresceu e virou meio que uma selva fechada e salve-se quem puder!

    Eu sempre bloguei estilo "meu querido diário" bem alone mesmo, demorei me juntar em grupos e demorei entender realmente o que era a blogsfera! E quando entendi, dei de ombros e vida seguiu.

    Escrevo em blogs porque eu quero ter a mesma sensação gostosa que eu tinha lá em 2008/2009 de ler relatos pessoais, ouvir música e ver cursores com brilhinhos. Eu acredito verdadeiramente nesse lance de blogar!

    Amei seu texto e acompanho várias meninas que citou, elas são incríveis mesmo! Seu blog é lindo, moça, parabéns! <3

    ResponderExcluir
  5. Eu to nessa vida blogger desde 2008, é viciante, tô indo lá ver suas indicações. O memoralices, da moretti e o da morgan já conheço.

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall