28 de novembro de 2018

Aquele em que arrumei a minha mala.




Oi, meu nome é Camyli e eu odeio arrumar malas. Ok, muita gente odeia, e já vi relatos na blogosfera que tem de pessoas que adoram arrumar as malas! E acham isso, a parte mais divertida da viagem, antes mesmo da viagem começar...  

Eu sofro de gastrite nervosa. Quando eu tenho essas crises elas atacam principalmente o meus estômago: com refluxos e gastrites. Na semana passada, eu sofri uma crise de ansiedade e acordei de madrugada com um P#@& dor no estômago e o pensamento fixo das coisas (Roupas, sapatos, acessórios e livros) que eu deveria colocar na mala. Sendo que, eu ainda nem tinha arrumado a minha mala.

Nessa semana, eu comecei a organizar as minhas roupas em cima da cama. Leia-se: Coloquei as blusas, os shorts, vestidos... A minha gaveta de calcinha/sutiã coube praticamente tudo no compartimento da mala. Nessa viagem, por exemplo, onde o roteiro será 10 dias entre as cidades de Passo Fundo/RS, Joaçaba/SC entre a casa dos tios e primas. Fiz uma pesquisa rápida, conversando com os meus parentes, sobre a temperatura e descobri que as temperaturas estão tão malucas quanto aqui da capital. Inclui calças jeans, conjunto de moletom, calças hippies, blusas compridas, os meus moletons e uma jaqueta Jeans. Coloquei quatro pares de sapatos na "sacola de sapatos" tênis, sandália Melissa, um sapato social e a minha sandália para andar em casa. 

Temos algumas sacolas que incluímos coisas da família: "sacola de sapatos""sacola de biquínis" e uma sacola com alimentos para comermos na estrada durante o trajeto.
A minha mãe sempre arrumou as três malas aqui de casa. Porém, sempre esquecia de colocar alguma roupa. Eu só percebia, e acabava sentindo falta de alguma coisa da viagem -Mãe, cadê a minha camiseta?-.  Somente quando chegávamos no destino. Hoje em dia ela arruma tanto a sua, quanto a mala de roupas do meu pai e o meu pai continua sentindo falta de alguma peças de roupas importantes somente quando chegávamos no destino (rs). 

Já era complicadinho quando estávamos em três, mas a família aumentou no ultimo mês com a chegada de Fernandão, o pinscher. Lorde Fernando tem também suas posses: duas tigelas, um pote de ração, coleira, brinquedos, roupa de frio; tudo isso dentro de uma eco-bag grande - sem contar, claro, com a cama que são duas almofadas. Ele ja é considerado um "cãzinho viajante" e uma visita bastante educada na casa dos parentes...

Voltamos para a saga: Colocando as minhas roupas dentro da mala

Nessa semana, eu comecei a organizar as minhas roupas em cima da cama...Na Segunda - feira eu comecei a dobrar as minhas roupas para colocar dentro da mala: Coloquei 4 blusas, 2 shorts 2 vestidos (um chique e outro casual). Inclui 2 calças jeans, um moleton e uma jaqueta Jeans. Enfim, a mala fechou. (Aleluia!

As distâncias entre Florianópolis SC e Passo fundo Rio Grande do Sul é de 510 km. O tempo estimado do percurso da viagem entre as duas cidades é de aproximadamente 6 h 49 min.

Considerando o tempo que iremos ficar na estrada... Irei carregar uma BIBLIOTECA comigo, porque não existe a possibilidade de eu ficar sem nada para ler na estrada, porque isso seria um bom estopim para a 3ª guerra mundial. Eu posso até passar um dia sem ler, mas o livro tem que estar do meu lado para eu olhar pra ele e saber que caso eu necessite, eu tenho algo para ler. Coloquei 3 livros na mala de mão e mais 7 livros na sacola. Gostaria de entrar em livrarias durante o trajeto.... De eletrônicos eu vou levar somente o celular com 4G. O Notebook vai ficar em casa novamente... Percebi que eu não ficar refém de wiffi na casa de parentes e principalmente, que eu não vou morrer se eu ficar alguns dias sem internet.
Faltam algumas horas para arrumarmos os últimos objetos na mala de mão, colocar TODAS as malas no carro e seguir viagem. 



Em Dezembro, teremos Blogagem Especial de Natal! Os textos da primeira semana já estão todos programados com posts natalinos devido as minha crises de ansiedade que descrevi no inicio... HEHEHE 



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o Blogmas2k18 

27 de novembro de 2018

#05: Sobre o mês de Novembro no Bullet Journal.

Eu estava decidida a me organizar melhor para lançar os posts de bullet journal do mês. Porém, o mês passado foi trevas! Então, eu acabei não me organizando para escrever sobre a organização do meu Bullet Journal do mês e organizar as fotografias para fazer uma postagem para o Blog.


O tema do mês de Novembro foi o CVV com os desenhos de balão de fala do slogan.


O CVV foi Fundado em São Paulo em 1962, o Centro de Valorização da Vida é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973, mantenedora e responsável pelo Programa CVV de Valorização da Vida e Prevenção do Suicídio, desenvolvido pelos Postos do CVV em todo o Brasil.


Eu comecei a desenhar os balões de fala com a caneta azul e ficou um pouco torto pois, eu não quis usar régua. Os contornos coloridos foram feitos com giz de cera.


Amanham eu irei viajar! O  "para viajar" é uma forma didática que encontrei para organizar a minha mala de roupas/ mala de mão.


[continuação no próximo post ...]


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

23 de novembro de 2018

Parte 01: A saga dos Pinschers.



As melhores “lições de vida” que eu pude ter na infância, adolescência e juventude… Eu só pude aprender tendo vários cães que passaram nessa minha trajetória de vinte e poucos anos.

Quando construímos a casa nova moramos por um tempo na casa da vizinha… E lá conheci a raça que é minha paixão; Pinscher, falem o que quiserem, mas eu adoro essas minis-torturas em forma de cães. Na casa da vizinha, tinha um casal de Pinchers (Bubba e Guri) e eu adorava pegar a Bubba no colo e ficar fazendo carinho... O Guri era genioso e bastante bravo devezenquando ele deixava eu fazer carinho sem tentar me morder. Quando eles cruzaram eu ganhei uma cachorrinha pretinha e se chamava Dara (sim, a cigana…). Porém, eu tive que largar a mania de chupar dedo (mais tarde fiquei com nojo de chupar o meu dedo, pois a cachorrinha lambeu…).

A Dara era uma cachorrinha atentada e não curtia muito criança, inclusive a dona, que mordeu-brincou e mordeu mais outras tantas vezes… A cachorrinha dormia no banheiro com casinha e cobertor quentinho mesmo assim pegou pneumonia e pinscher é forte com doenças, mas quando fica doente dificilmente escapa. Para não ficarmos tanto tempo sem cachorro em casa, ganhamos outra pinscher com o nome de Dara II ela era mais calminha que a primeira cachorrinha, mas com as mesmas características… A Dara II ficava na casinha de madeira na cozinha, tenho muitas lembranças daquela “pestinha” correndo atrás de mim… 

Tive outros cachorros da raça pinscher: O pingo (primeiro cachorro macho era o verdadeiro homem da casa…). O Pedro cachorrinho adotado ele veio com uma doença na cabeça (fiquei traumatizada com esse episódio...). A Thalita era dos meus avós ela faleceu com 17 anos era a xodó da família.


Em 2008/2009 A thalita ficava de chamego com o cachorro do vizinho e ficou prenha… Ganhou dois cachorrinhos ficamos com a menina chamada de Mallu Malenotti como o próprio nome diz Mallu de maluca mesmo e é a cachorra mais cara de pau da historia leva bronca e vem toda manhosaaa para quem deu esporro, ODEIA motos e é mal educada com desconhecidos.

[Continuação...]






Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

21 de novembro de 2018

Raça: Pinscher


Um dos cães mais populares e difundidos no Brasil, a raça Pinscher se tornou um ícone do cachorro de companhia. Sempre próximo do dono, animado e pronto para protegê-lo com seus latidos, o Pinscher Miniatura (como também é chamado) tem classificações relativamente informais eincorretas por seu tamanho através de número. Dessa forma, há os Pinschers 00, 0, 1 e 2. Apesar de seu grande número, a CBKC, que é o órgão que regula a criação de raças no Brasil, nunca o colocou nas posições mais altas do ranking. Entretanto, é visível que seus números são impressionantes. Isso ocorre porque praticamente todos que têm um em casa conhecem outro, e acabam por cruzar seu cão informalmente, o que não entra nos números oficiais.

Os Pinschers caíram nas graças do brasileiro por uma variedade de características. As principais são o seu tamanho diminuto, permitindo sua criação em apartamentos e casas sem muito espaço, e seu baixo custo com alimentação e estética. Não há registros claros sobre a vinda da raça para o Brasil. Um dos principais diferenciais responsáveis pela popularização do Pinscher provém da sua pelagem. Ao escolher uma raça de apartamento, muitas pessoas não desejam um cão que precise de tosas e escovações regulares, como a maioria dos cães desse tipo são (Yorkshire, Poodle, Lhasa Apso etc.).

Sua criação remonta à Alemanha do século XIX. Lá, ele era ideal para a caça de pragas ao redor das casas, incluindo roedores e insetos. Devido ao seu tamanho diminuto, era fácil para entrar embaixo da casa e em espaços pequenos onde tais animais se escondiam. Além disso, é um cachorro bastante ágil, capturando animais indesejados sem grande dificuldade.

Em algum período entre o final do século XIX e início do século XX, iniciaram movimentos onde a raça era criada como cão de competição e companhia. Dessa forma, explorando a característica de seu tamanho diminuto, criadores buscavam cada vez tamanhos menores. Neste processo, acabaram por se produzir muitos cães adoentados e com físicos terrivelmente desproporcionais. Felizmente, após algum tempo, tal prática caiu em desuso.

Há grandes divergências sobre a origem do Pinscher quanto a sua origem, ou seja, as raças que participaram da oficialização desta raça. Algumas fontes falam de Dachshund (linguiça) e o Greyhound (Galgo Inglês). Outras, levantam a possibilidade de Terriers. O que é certo, entretanto, qualquer uma das raças que podem ter participado de sua criação são destemidas, assim como o Pinscher. Um dos ícones do cão de guarda, o Doberman, foi desenvolvido a partir desta raça, tamanha a sua coragem. Para tanto, o Doberman é comumente referenciado como Doberman Pinscher como nome completo.

Há uma fala que se popularizou em alguns círculos da Internet há tempos atrás: Pinschers são constituídos por 50% de fúria e 50% de tremor. Efetivamente, alguns cães desta raça tremem, mas sua fúria é absolutamente relativa. O pinscher é visto como um cão em miniatura por alguns, que se aproximam abruptamente. A fama da fúria vem porque os cachorros da raça geralmente são reservados com estranhos, e essa aproximação acaba levando a acidentes, como mordidas, por exemplo.

Muito ativo, Pinschers estão sempre prontos para brincar e correr, realizando quaisquer atividades que gastem seu estoque infindável de energia. Tem traços bastante territorialistas e protetores, e está sempre pronto para atacar ao achar que o dono está sendo ameaçado. Além disso, é muito corajoso, e não se intimida por outros cachorros ou pessoas.

Muitos falam que o Pinscher é um polarizador de sentimentos: ou se ama, ou odeia. Isso se dá porque os cães dessa raça geralmente têm personalidade bastante forte, o que por si só já suscita emoções bastante divergentes. Além disso, caso em sua criação não sejam tomados alguns cuidados, irá latir até que canse (e lembre-se que seu estoque de energia parece não terminar). O que acontece é que o Pinscher tem raízes bastante ligadas à função de guarda. Dessa forma, late ao pressentir o perigo. Caso não seja educado quanto ao que é ou não perigo, realmente irá latir em demasiado.

Muito de sua personalidade provém de uma série de características físicas. Cães menores usualmente têm metabolismo rápido, provendo-o de bastante energia. A partir daí explica-se seu comportamento ativo e brincalhão, bem como os traços agressivos. Outro traço comportamental que provém, em parte, de uma característica física é sua propensão à morder. Por ser pequeno, não é exatamente difícil machucá-lo. Quando acidentes desse tipo ocorrem, o Pinscher irá revidar.

Fonte: Só Filhotes

12 de novembro de 2018

#04: Sobre o mês de Outubro no Bullet Journal.

TRICK OR TREAT?

Eu estava decidida a me organizar melhor para lançar os posts de bullet journal do mês. Porém, o mês passado foi trevas! Então, eu acabei não me organizando para escrever sobre a organização do meu Bullet Journal do mês e organizar as fotografias para fazer uma postagem para o Blog.


O tema do mês de Outubro foi HALOWEEN, as cores escolhidas para a decoração foram: roxo, marrom e laranja.


Nesse mês, eu arrumei semanalmente o meu Bullet Journal.
Uma das minhas grandes dificuldades do mês anterior foi ter organizado o mês inteiro. Fiquei com medo de não dar conta... E isso tirou a minha liberdade de criar do Bullet Journal.


Na segunda semana, eu me inspirei nas páginas do instagram sobre Bullet Journal . As cores que predominou nessa semana foram laranja e o preto que foi a cor que desenhei os fantasminhas...


Esqueci sobre o feriado do dia das crianças e acabei fazendo uma semana temática da Turma da Mônica. Aquela semana foi mais Journal do que Bullet. Pois, teve um final de semana de pós-graduação em Arte-Terapia bastante  acalorado... [Ainda escreverei aqui sobre isso]. Comecei um Voluntariado a primeira vista  diferente de tudo que eu ja fiz  e isso tem  me dado um gás diferente nesses ultimos dois meses...


Na ultima semana do mês, eu também me inspirei nas páginas do instagram sobre Bullet Journal . A organização  foi uma semana em uma folha com a decoração mais simples... Ficou até mais clean!

[continuação no próximo post ...]


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

11 de novembro de 2018

Amanhã há de ser Outro dia... ♫


Nunca na História desse pais as pessoas foram TÃO divididas: gays, lésbicas, transexuais. Pobre, classe-média, Rico ONDE EU ME ENCAIXO? Homem ou mulher.

 Há tem o lado certo e o lado errado da História... 
Em política e sociologia, dividir para conquistar (ou dividir para reinar), consiste em ganhar o controle de um lugar através da fragmentação das maiores concentrações de poder, impedindo que se mantenham individualmente. O conceito refere-se a uma estratégia que tenta romper as estruturas de poder existentes e não deixar que grupos menores se juntem. 
O número de pessoas que cansaram desse tipo de governo foram de 58 milhões de pessoas cansadas de serem desrespeitadas com tanta corrupção e roubalheira diante dos nossos olhos... 
...
Há 5 anos, eu olhava incrédula para a reeleição da então presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi reeleita com mais de 54 milhões de votos... Sendo que, no ano anterior ocorreu uma grande explosão do descontentamento popular; ela expôs vicissitudes da luta de classes que ocorre no Brasil. Aquele movimento teve algumas marcas principais. 
  1. Primeiro, a enorme dispersão de reivindicações que surgiram na esteira da exigência de transportes urbanos de melhor qualidade e preços acessíveis. 
  2. Outra foi a virulenta posição contra os partidos políticos de esquerda por parte de alguns grupos que participavam dos protestos.
A Sensação que eu tive naquela época, era que O GIGANTE ACORDOU e foi deitar novamente... Depois, teve o impeachment de Dilma Rousseff  que, consistiu em uma questão processual aberta com vistas ao impedimento da continuidade do mandato de Dilma Rousseff como presidente da República As acusações versaram sobre desrespeito à lei orçamentária e à lei de improbidade administrativa por parte da presidente, além de lançarem suspeitas de envolvimento da mesma em atos de corrupção na Petrobras, que eram objeto de investigação pela Polícia Federal, no âmbito da Operação Lava Jato.

Em julho de 2017, Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro e recebeu a pena de nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no processo do apartamento tríplex do Guarujá. TORNANDO-SE INELEGÍVEL e não podendo disputar a Presidência.
...

Depois de toda a M* jogada no ventilador... O então candidato a presidente, Fernando Haddad um acadêmico, advogado e político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores. Manuela d'Ávila, foi escolhida por Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, como sua candidata a vice-presidente. 

O candidato Fernando Haddad, Na sua primeira campanha cagou no maiô com o slogan:
"VAMOS DEVOLVER O PAIS AO LULA!"
Não. O GIGANTE ACORDOU! Atrasado e um tanto sonolento... Foi uma eleição cheio de minorias. As 58 milhões de pessoas estavam cansadas de serem divididos... Como diz aquela música do Marcelo D2 "Sub-julgado/ sub-traído/Sub-bandido de um sub-lugar/ Sub-tenente de um sub-país/ Sub-infeliz...". E cansadas de serem desrespeitadas.

O medo transformou-se em esperança. O meu voto e o voto de milhões de pessoas ja tinham virado ao longo desses dezesseis anos... Eu tenho esperança de um futuro melhor PARA TODOS OS BRASILEIROS!

Vi amigos desfazerem amizades... Filhos cortarem relações com os seus pais... Parece que as pessoas estavam quietinhas... Loucas para arranjarem um motivo para se odiarem... 

Eu fiz inimizades na pós-graduação por causa dessas eleições. Lembro que, eu e mais três colegas estavamos conversando sobre essas eleições...  O medo que nós sentiamos achei que era independente do partido enquanto mulher e tal...  Elas começaram a defender o PT iguinorando completamente TODA A MERDA que fizeram nesses 16 anos.... Eu fiquei quieta, quando fui defender o meu ponto de vista as duas colegas me viram as costas... Tentei conversar com uma colega e ela me ignorou. Embora, eu tenha verbalizado que aquilo tinha me magoado. Essas pessoas não pediram desculpas e ainda uma dessas pessoas me mandou um video pelo direct enoooorme. Achei uma TOTAL falta de respeito.

Agora que as eleições de 2018 acabaram, parem de chamar o coleguinha de facista, maxista, homofóbico... ou milhares de outras fobias diferentes... Principalmente, não tenham partido de estimação! A luta apenas começou companheira.  Vamos continuar trabalhando  e cobrando do Presidente, dos governadores, e dos depultados que foram eleitos democraticamente para representar o Brasil!


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 


5 de novembro de 2018

Canção de Segunda : Pelas Tabelas - Chico Buarque


Há exatamente 30 anos, em um 16 de abril, uma passeata saiu da Praça da Sé em direção ao Vale do Anhangabaú, em São Paulo, para declarar um imponente desejo: “eu quero votar para presidente”. Um milhão e meio de pessoas participaram da maior manifestação das Diretas Já e também a maior da história do Brasil. A enorme mobilização paulistana, que encerrou uma série de protestos e comícios por todo o país, foi insuficiente para a aprovação, no Congresso, da emenda Dante de Oliveira, que permitiria as eleições diretas para a presidência já no ano seguinte. Porém, o movimento abriu caminho para a eleição indireta de uma chapa civil em 1985 e o sufrágio universal em 1989. 

O agito e a inquietação do povo durante as Diretas Já inspiraram Chico a compor Pelas tabelas, música que abre seu disco de 1984 (e que foi regravada em Uma palavra, de 1995). Na canção, um homem procura por uma mulher no meio dos comícios e, claro, fica enlouquecido com o barulho e a movimentação das pessoas. 



Pelas tabelas é um samba difícil de cantar. Ele acelera à medida que passa, ganha intensidade rítmica e vocal e repete freneticamente os seus versos. Em determinado momento, Chico entoa: 

“Eu jurei que era ela que vinha chegando com minha cabeça já numa baixela”. 

Muitos enxergam aí uma referência ao então presidente militar João Batista Figueiredo, homônimo do primo de Jesus Cristo que teve a cabeça cortada e oferecida numa bandeja de prata à amante. Chico Buarque apenas acha graça da analogia. 

Dez anos depois do lançamento, o cantor incluiu a música em seu show, e negava, naquele momento, qualquer conotação política com a decisão. 


Na época, à Folha de S. Paulo, ele disse: 

No show eu canto uma música que fala [de política] e que agora não tem mais nada a ver com o momento em que ela foi composta. Me perguntaram por que essa música política no meio do show. Mas ela é na verdade um pouco a negação disso tudo. (…) É essa confusão do individual com o coletivo, e aponta muito para o individual naquele momento coletivo. Mas a leitura predominante é a política, que é uma leitura viciada. ‘Pelas tabelas’ é um samba que eu gosto de cantar e que estou cantando nesse show porque ele também tem um pouco essa confusão do “Estorvo” [livro de Chico lançado em 1991], essa barafunda mental.


Pelas Tabelas

Ando com minha cabeça já pelas tabelas
Claro que ninguém se toca com a minha aflição
Quando vi todo mundo na rua de blusa amarela
Eu pensei que era ela puxando o cordão

8 horas e danço de blusa amarela
Minha cabeça talvez faça as pazes assim
Quando ouvi a cidade de noite batendo as panelas
Eu pensei que era ela voltando pra mim

Minha cabeça de noite batendo panelas
Provavelmente não deixa a cidade dormir
Quando vi um bocado de gente descendo as favelas
Eu achei que era o povo que vinha pedir
A cabeça de homem que olhava as favelas

Minha cabeça rolando no Maracanã
Quando vi a galera aplaudindo de pé as tabelas
Eu jurei que era ela que vinha chegando
Com minha cabeça já pelas tabelas

Claro que ninguém se toca com a minha aflição
Quando vi todo mundo na rua de blusa amarela
Eu pensei que era ela puxando o cordão

Oito horas e danço de blusa amarela
Minha cabeça talvez faça as pazes assim
Quando vi a cidade de noite batendo as panelas
Eu pensei que era ela voltando pra mim

Minha cabeça de noite batendo panelas
Provavelmente não deixa a cidade dormir
Quando vi um bocado de gente descendo as favelas
Eu achei que era o povo que vinha pedir
A cabeça de um homem que olhava as favelas

Minha cabeça rolando no Maracanã
Quando vi a galera aplaudindo de pé as tabelas
Eu jurei que era ela que vinha chegando
Com minha cabeça já em uma baixela

3 de novembro de 2018

Precisamos falar sobre:Cupom Válido


Ultimamente, eu tenho gastado uma quantia razoável comprando livros/produtos de papelária todos os meses. Ás vezes chego a extrapolar e gastar até o que eu não tenho... #HELP!

A dica de hoje é para VOCÊ que é viciada em comprinhas on-line, tenho uma dica bem legal que vai ajudar bastante na hora de gastar seus preciosos Bolsonaro$$$.


Estou falando do site Cupom Válido

O CupomValido.com.br é um portal que reúne e disponibiliza cupons de desconto das principais lojas online. Seu objetivo é fazer com que nós economizemos em nossas compras online nas nossas lojas preferidas. Os descontos são concedidos na hora e tudo é muito seguro, pois a compra é realizada diretamente no site da loja.

O site tem parcerias com praticamente todas as principais lojas, e os cupons podem ser usados à vontade, pois são todos gratuitos! Além disso, não é necessário nenhum cadastro para a utilização dos cupons. O que se torna mais rápido, prático e seguro.

O Cupom Válido é atualizado diariamente para fornecer os melhores cupons válidos, liquidações e descontos aos consumidores. Uma dica é cadastrar o e-mail em na Newsletter para receber os melhores cupons de desconto, códigos e promoções. 


Milla, como fazer para usar os cupons?

Não se preocupem, eu explico:

Os cupons de descontos podem ser de 2 ipos: cupons com código ou cupons através de link (sem código).

Cupom de Desconto Com Código:

1) Escolha uma das Lojas parceiras.
2) Na lista de cupons da loja, clique em um dos cupons listados.
3)Uma tela com um código será aberta. Copie esse código,
4) Na loja, cole o código no campo "Cupom" no Carrinho de Compras ou na Tela de Pagamento.
Pronto! O desconto irá ser aplicado na hora!

Cupom de Desconto através de Link (Sem Código):

1) Escolha uma das Lojas parceiras.
2) Na lista de cupons da loja, clique em um dos cupons listados.
3) Você será redirecionado para a loja através de um link especial, que fornece o desconto automaticamente nos produtos.

Pronto! Em algumas lojas o desconto é visualizado no carrinho de compras. Em outras o desconto já é aplicado automaticamente, diminuindo os preços dos produtos!

Então é isso, pessoas! Os cupons são bem tranquilos de se usar, não tem segredo. Podem usar à vontade! Tudo o que nos ajuda a economizar é sempre bem-vindo, né?



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 
© Lado Milla
Maira Gall