12 de maio de 2019

Mãe é quem fica...


Mãe é quem fica. Depois que todos vão. Depois que a luz apaga. Depois que todos dormem. Mãe fica.

Às vezes não fica em presença física. Mas mãe sempre fica. Uma vez que você tenha um filho, nunca mais seu coração estará inteiramente onde você estiver. Uma parte sempre fica.



Fica neles. Se eles comeram. Se dormiram na hora certa. Se brincaram como deveriam. Se a professora da escola é gentil. Se o amiguinho parou de bater. Se o pai lembrou de dar o remédio.

Mãe fica. Fica entalada no escorregador do espaço kids, pra brincar com a cria. Fica espremida no canto da cama de madrugada pra se certificar que a tosse melhorou. Fica com o resto da comida do filho, pra não perder mais tempo cozinhando.

É quando a gente fica que nasce a mãe. Na presença inteira. No olhar atento. Nos braços que embalam. No colo que acolhe.



Mãe é quem fica. Quando o chão some sob os pés. Quando todo mundo vai embora. Quando as certezas se desfazem. Mãe fica.

Mãe é a teimosia do amor, que insiste em permanecer e ocupar todos os cantos. É caminho de cura. Nada jamais será mais transformador do que amar um filho. E nada jamais será mais fortalecedor que ser amado por uma mãe.


É porque a mãe fica, que o filho vai. E no filho que vai, sempre fica um pouco da mãe: em um jeito peculiar de dobrar as roupas. Na mania de empilhar a louça só do lado esquerdo da pia. No hábito de sempre avisar que está entrando no banho. Na compaixão pelos outros. No olhar sensível. Na força pra lutar.

No coração do filho, mãe fica.

por Daniela Fanti

7 comentários

  1. Ótimo seu texto sobre as mães, falou bem sobre elas. Parabéns ♥

    ResponderExcluir
  2. Que texto mais lindo! Diz totalmente sobre as nossas mães, e eu, sou apaixonada pela maternidade, então adorei demais. Lindo texto!

    Beijos,

    www.mundodefany.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii!! Parabéns pela sua crônica. Talvez por eu estar grávida do meu primeiro filho eu to nesse momento super especial e fiquei comovida com seu texto!! Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Que texto mais lindo. Com certeza uma linda homenagem a todas as mães. Acredito que para ser mãe é preciso ter um dom e sentir lá no interior o que é ter uma vida que depende de nós. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Que lindo seu texto, nos faz refletir muito nestes dias das mães e sua foto com sua mãe desde o começo ficou muito linda

    ResponderExcluir
  6. Oi, Milla! Tudo bem?
    Achei o seu texto muito tocante e verdadeiro. Mâe fica, de uma forma ou de outra, e aparece quando você menos espera: seja nas pequenas manias do dia-a-dia, seja no modo como se vê a vida. Lindo!
    Abraços,
    Gislaine | Literalize-se

    ResponderExcluir
  7. Que lindo! Textos sobre mãe sempre me emocionam.
    Minha mãe perdeu minha avozinha faz 3 anos e ela fica sempre na memória de minha mãe - que a menciona em diversos momentos com tamanha saudade.
    x
    www.paulamusique.com

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall