1 de julho de 2019

[30 antes dos 30] - Começar a fazer Psicoterapia.


Ok, esse item nem estava na lista do projeto [30 antes dos 30] mas, desde a época que eu comecei a malhar 2x na semana na academia eu pensava em fazer um tratamento Psicológico. 

Na verdade, a minha primeira tentativa em fazer um tratamento Psicológico foi em 2009. No inicio daquele ano, eu estava cursando a 4° fase de Psicologia e tinha conseguido o meu primeiro estágio de Psicologia (não obrigatório) em uma secretaria do estado de SC. O estágio não tinha nada haver com Psicologia era mais um projeto dentre tantos outros projetos feitos no estado para não darem certo... Nessa época, os professores falavam sobre a importância de fazer terapia para a nossa futura profissão. 

Eu conheci o Instituto de Psicologia Clínica Gestáltica e a Psicóloga que trabalhava lá por indicação da minha colega de serviço na época. A experiência foi bastante desastrosa! Os meus problemas era bastantes pontuais: Semestre da faculdade/estagio não obrigatório que era uma porcaria... Lembro-me que mal comecei a falar o meu nome e as mazelas de uma estudante universitária... 

               
                                                       via GIPHY

A psicóloga me interrompeu e perguntou "Quantos eu poderia pagar?" What the Fuck! Visivelmente incomodada eu perguntei se isso não era resolvido na recepção e bastante sarcástica ela respondeu "Não, é resolvido aqui mesmo..." notando o meu silêncio ela emendou com "um valor simbólico...". Não passou da 3° sessão de terapia... Eu tinha bastante conteúdos para tratar em uma sessão terapêutica que não eram o sobre o "valor simbólico..." que eu nem lembro quanto$$$ eu paguei na época. Mas eu lembro o quanto eu fiquei decepcionada com a profissional/profissão. 

E desde então...

Retornar a um tratamento Psicológico em 2019, depois de passar por semestres desastrosos e maravilhosos, de realizar um dos meus sonhos quando eu comecei a minha graduação de Psicologia que era trabalhar com crianças... O meu 2° estagio na graduação inicialmente, seria um projeto de pesquisa sobre O Grande fluxo de Migração na cidade de Florianópolis que transformou-se em um GETEP e logo mais um campo de estágio na Pastoral do Imigrante que me deu uma experiência além do embasamento teórico para escrever o meu TCC que foi um projeto de pesquisa sobre Problemas Psicológicos na Migração com os Haitianos na cidade de Florianópolis/SC. Depois de 1 ano formada, eu comecei a fazer uma pós graduação em Arte-terapia acabei me decepcionando com algumas coisas no processo... 

                     
                                                          via GIPHY

Algumas muitas crises de ansiedade, ver o Brasil perder na Copa, ver o Brasil "perder" nas eleições. Ir em show´s maravilhosos: Acústicos e Valvulados, Alemão Ronaldo, Comunidade Nin-Jitsu, Teatro Mágico... Que renderam boas fotografias de palco que é o meu estilo de fotografia preferido e relatos de como foi o show intitulado de "Diário de Chalaça". Arrumar protestos para não começar um tratamento psicológico, me sentir muito mal, depois muito bem, depois mal, e depois bem de novo... Parece estranho.

Depois de chorar praticamente o mês inteiro e o meu transtorno de ansiedade ter chegado em um ponto bastante elevado... Eu percebi que, era necessário fazer um tratamento Psicológico sem tantas "resistências" dessa vez e desapegada a abordagens... Vou escrever com mais frequência sobre as minhas sessões de terapia por aqui. 

Ter um blog pessoal em 2019 ainda é estranho "Querer privacidade e criar um Blog Pessoal..." ainda é bastante irônico. Porém, eu preciso continuar exercitando a despretensiosidade de escrever, compartilhar, registrar just because.

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Lado Milla
Maira Gall