25 de março de 2020

[T deTAG ] Sandy & Júnior Book TAG



Quando a Tary publicou o Sandy & Júnior Book TAG em seu canal do Youtube. Eu fiquei alucinada querendo responder esta TAG que ela mesmo criou. Ela pegou músicas da melhor duplinha da nossa vida e fez dez categorias para associarmos a livros. 
Fazendo uma pesquisa rápida aqui nos "Arquivos" do blog. Eu nunca tinha escrito sobre a dupla Sandy e Junior. Eu nasci no começo de 1986, eu aproveitei plenamente tudo que os anos 90 (com resquícios dos anos 80) tiveram a oferecer. Segui o fenômeno Sandy & Jr desde o inicio, ficando mais fã declarada em 1994 (eu tinha oito anos na época...) eu ganhei uma fita cassete do álbum Você é D+ e ouvia incansavelmente o lado A eo lado B nos recreios da escola do fundamental... Ostentação naquela época era ter; fita cassete, CD e dico de vinil dos seus cantores preferidos... Comprei outros fita cassete, CDS e dico de vinil e os DVD´S desde então... Em 1999, a rede globo criou o Seriado Sandy & Junior e montei uma pasta com reportagens que saiam nas revistas, postêr e até aqueles poster gigantes da dupla...
Ouvir a discografia da dupla Sandy&Junior é visitar novamente a minha infância e adolescência... É nostalgicamente maravilhoso! Eu achei muito divertido responder e, principalmente, assistir os clipes para responder (com propriedade) essa TAG.

1. O que é imortal não morre no final...
 Um livro que não foge do óbvio. 

A culpa é das estrelas o livro conta a história de uma garota chamada Hazel que foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial... Embora, passamos a leitura sabendo que os personagens ambos, tem câncer e podem morrer a qualquer momento o romance tem a capacidade de nos prender até o ultimo okay!



2. Eu acho que pirei...
Um livro meio maluco (ou que te deixou meio maluco). 

(Review) Após o desaparecimento repentino de seu pai, Gabriella Mondini enfrenta uma crise: sem o seu aconselhamento, ela não pode mais praticar a medicina. Então, junto de seus dois fiéis servos, Olmina e Lorenzo, ela explora toda a Europa para descobrir para onde — e por que — ele se foi.

Comecei a ler "O Livro da Loucura e das Curas" no final do mês de setembro. Intercalando com as leituras obrigatórias da faculdade e parando um pouco de ler nas semanas de provas e trabalhos do semestre. Quando li a primeira descrição (com tanto detalhes...) de uma doença nesse livro, eu achei que tinha pegado algum livro de Psicopatologia da faculdade por engano, confundi com o DSM-IV - Manual de Diagnóstico e Estatística da Associação Norte-Americana de Psiquiatria, IV mesmo as doenças sendo fictícia e algumas delas vir para o lado mais poético, como a doença da lágrima negra que aflige as mulheres angustiadas que não conseguem falar sobre os seus sofrimentos. 



3. Esse turu, turu, turu, turu aqui dentro...
Um livro que fez seu coração bater mais forte. 

A Vida do Livreiro A.J. Fikry A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo.... Esse livro fez o meu coração bater mais forte quando o personagem se deixa cativar pela pequena Alice e os dois tem aprendizados maravilhosos durante a narrativa.


4. Você desperdiçou...
Um livro com plot mal aproveitado. 

Teorema Katherine; Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines.


É uma Leitura sofrível! No decorrer do livro veio à pergunta “tem certeza que é o mesmo autor?” fiz algumas tentativas nos dias anteriores, mas a leitura não engrenava só não abandonei a leitura, pois queria comprovar a ruindade do livro... Algumas partes animam, que Colin fala sobre constelações e sobre a importância que é para ele como um garoto prodígio fazer a diferença no mundo tem sacadas realmente bacanas no decorrer da historia... (spoiler)

5. Olha o que o amor me faz, fiquei tão boba, fiquei assim...
 Um livro/autor que te deixou boba (o) de amor. 

Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. leitura que mais se aproxima da "A Culpa É Das Estrelas" com escrita tipica do John Green sem deixar o leitor entendiado. Li o livro em menos de uma semana, e não economizei nos post its pois, precisava marcar de alguma maneira as frases e passagens que eu achei bacana.



6. Vai ter que rebolar, rebolar...
 Um autor que vai ter que rebolar pra te reconquistar.

Nicholas Sparks é um autor que vai ter que rebolar pra me reconquistar TODOS os seus livros foram tranformados em filmes "agua com açucar" e isso, já é um dos motivos suficientes para perder a vontade de ler algum livro desse ator.

7. Faz sorrir, ou faz chorar... 
Um livro que te fez rir e também te levou às lágrimas.

(Review) A Guerra Que Salvou a Minha Vida Kimberly Brubaker Bradley Essa história é maravilhosamente marcante! É a minha leitura preferida do ano de 2017. Um ponto que me tocou bastante, é que em várias partes a autora deixa claro que os dois irmãos não sabem ler ou não sabem o nome de atividades simples do dia a dia, e era necessário um adulto e Susan se tornou aos poucos uma mãe ideal para aquelas crianças... Ada me arrancou lagrimas e risos durante a sua trajetória em vê-la perceber que é capaz de muitas coisas, algumas até que ela nem imaginava. Senti cada emoção junto com os personagens.


8. Inesquecível em mim...
 Um livro que vive reaparecendo na sua mente. 

(Review) Ano passado, eu aprendi que “Às vezes os livros só nos encontram no momento certo.”. Eu li o livro Extraordinário da autora R.J Palácio em um desses momentos complicados que a vida da um giro de 180° e mesmo assim, você arranja forças para "se virar...". Enfim... Esse foi o melhor "presente" que eu pude presentear a mim mesma depois de ter passado esse momento ruim e sobrevivido.



O livro Auggie& Eu - Três histórias Extraordinárias não é uma continuação do livro Extraordinário e sim um complemento da história. Sim, você terá que ler o livro para conseguir entender o decorrer da história.

9. Quero aprender com você...
 Um livro que te ensinou muito

Pretinha, eu? Uma menina negra ganhou uma bolsa de estudos em um colégio onde nunca havia entrado um aluno negro. Desencadeou-se uma história de discriminação, preconceito e muitas descobertas. esse livro foi indicação de uma professora de português para a aula de leitura.No meio de uma aula de leitura a professora disse que eu me parecia muito com a Pretinha da história, não pelo meu tom de pele, pois eu sempre fui branquinha hehehe, mas por ser a mais velha de uma turma que todos tinham onze anos e pelo meu “mau jeito” (no começo) de me enquadrar, em uma escola com métodos tão rigorosos quanto o Harm… Ops! Colégio T.

Sofri Bullying todos os dias do ano que estudei no colégio T. Sofria todos os tipos de agressões; intencionais, verbais e psicológicas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas.No meu caso, por exemplo, a crueldade veio também por parte dos adultos professores da época “Ela parece à pretinha da história...” reforçando apelidos e motivos de chacota

10. Baby, eu já sabia que ia dar certo...
 Um livro que você amou antes de ler.

(Review) A GUERRA QUE ME ENSINOU A VIVER, a emocionante continuação do livro de Kimberly Brubaker Bradley.Após uma infância de maus-tratos, Ada finalmente recebe o cuidado que merece ao ter seu pé operado. Enquanto tenta se ajustar à sua nova realidade e superar os traumas do passado, ela se muda com Jamie, lady Thorton e Susan ― agora sua guardiã legal ― para um chalé em busca de um recomeço.



Bem, não conheço muitas pessoas nesse mundo literário que queira responder essa tag. Então, deixarei ela em aberto, podem responder essa tag quem quiser e compartilhar com seus amiguinhos. 

14 comentários

  1. Sandy&Junior é uma dupla incrível que todos gostam, as músicas deles são lindas principalmente aquelas que são românticas, achei bem legal essa tag foi uma chance de conhecer os livros, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Que legal essa tag ❤ eu simplesmente amei, também amo Sandy e Junior...

    ResponderExcluir
  3. Parabéns querida pela tag, achei muito interessante! olha gostei de mais! obrigada você me deu a oportunidade de conhecer mais livros e Sandy e Junior são maravilhosos, muito lindo seu post, beijinhossssssssss

    ResponderExcluir
  4. Achei a TAG bem interessante, mas te confesso que não conheço muito da dupla, e nem as músicas, e o meu campo literário não é tão extenso para associação. Mas eu gostei das suas associações entre livros e músicas ...

    ResponderExcluir
  5. Sandy e Junior é uma dupla que não se desfaz em nossas memórias , essa TAG e bem legal ,assim que eu tiver um tempo quero responder.

    ResponderExcluir
  6. Que post divertido hahaha! Adorei demais e também fui fã da dupla por alguns anos enquanto criança. Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Adorei a TAG! Mas, Nicholas Sparks me conquistou na primeira linha de Diário de uma Paixão. Sou apaixonada inclusive pelo filme!

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Ahhhhh, que TAG mais criativa, simplesmente já amei demais e já fiquei aqui querendo responder o quanto antes. Já li os livros do John Green que você citou, e sempre gostei bastante das obras dele, até quero reler para saber como seria hoje em dia. Nicholas Sparks também é autor que teria que rebolar para me conquistar, pois os que li dele achei bem mais ou menos. Adorei o post e as respostas!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Achei super legal essa TAG. Li quatro dos livros citados (A culpa é das estrelas, Cidade de Papel, Extraordinário e Auggie & Eu). Quanto ao livro Teorema Katherine, não consegui sair das primeiras páginas. Abandonei-o. Eu fui conquistada pelo Nicholas Sparks quando li O diário de uma paixão.

    ResponderExcluir
  10. Achava que só eu tinha sofrido para ler o Teorema Katherine, haha! Gostei da tag.

    ResponderExcluir
  11. Olá tudo bem?
    Eu me lembro da dupla em minha epoca de criança e tinha algumas musica legais.

    ResponderExcluir
  12. Olá Milla, tudo bem?
    Eu também acompanhei a dupla, e super amo. E essa tag, não sabia, mas já curti e vou querer fazer no blog, geralmente fazemos em live nossas dicas.
    Eu adoro o livro Teorema de Katherine e a Guerra que salvou minha vida. Jão não curto muito cidade de papel. Mas as culpas das estrelas é ótimo também.
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Incrível a Tag mas o Teorema de Katherine, não me agradou muito não.A culpa é das estrelas é lindo!Enfim,sugestões ótimas,bjus.

    ResponderExcluir
  14. Que tag mais bonitinha, amo Sandy & Junior e achei essa tag genial!

    ResponderExcluir

© Lado Milla
Maira Gall