14 de abril de 2020

Tde TAG: TAG DA QUARENTENA


Nas Terças-Feiras, aconteciam o T de TAG que consiste em colocar aqui, as tag´s em que eu era desafiada a responder. Em tempos de Quarentena mundial" e para mudar um pouco de assunto... Essa TAG foi criada por Raphael, do Tem que ter livro no nome?.
As categorias da Tag são:

1- Só depois do carnaval: uma obra descompromissada


Nu, de botas do Antonio Prata é um livro de cronicas que trás as memórias de infância do autor. Eu acredito que um livro de crõnicas é sempre uma boa escolha para uma leitura mais descompromissada. Por exemplo, uma ressaca literária. Isso sempre funciona comigo.




2- Isso é muito mais uma fantasia: uma obra do gênero maravilhoso


Eu não lembro exatamente quando eu adiquiri o livro Luna Clara & Apolo Onze... O livro trata de histórias de amor, de amizade, de família. Trata de encontros e desencontros, do destino, de escolhas e alegrias. Tudo isso narrado com muita magia e encanto. Mesmo sendo uma leitura voltada para o publico infanto-juvenil, não é um livro de leitura fácil para qualquer público, e requer um pouco de atenção maior ao ‘plot’ para não se perder no meio de tanta confusão. Mas, vale muito a pena a leitura, devo acrescentar. Aliás, o livro traz outro ‘plus’ positivo que é o fato de possuir ilustrações muito legais nos capítulos. Elas são bem simples e até mesmo um pouco vagas, mas dizem tanto sobre aquilo que se está lendo.

3- Coronga chegou, mas só vai dar quinze dias! Logo acaba: uma obra para consumir rápido.

A Bruxa não vai para a fogueira... É um livro curtinho e é aquele livro que da vontade de marca-lo inteiro de tantas frases boas que ele tem e você enche de post it. São essas frases que te fazem parar, refletir e às vezes até mudar seus conceitos.


4- Vamos precisar de uma quarentena maior: Uma obra com ironia dramática


Uma obra com ironia dramática... Eu relutei bastante em ler esse livro por ser uma obra biografica que inspirou o Jonh Greem a escrever Culpa das Estrelas por saber que eu iria derramar lágrimas de rir/chorar por causa da ironia da vida.






5- Corrida pelo papel higiênico: uma obra ridícula 

Sinceramente, eu deixei de assinar um box literário por causa desse livro... O livro Filha das Trevas (Saga da Conquistadora #1). Infelizmente, a leitura não atendeu as minhas expectativas... Um dos motivos é que esse livro NÃO É DE FANTASIA! e isso não fica claro na sinopse. Esse livro é um reconto histórico sobre os filhos do Vlad da Transilvânia e o Império Otomano. Na minha opinião, misturar fatos históricos com licença poética nada mais é, que fazer um "samba do "crioulo doido" na história. Outro ponto negativo, é a narrativa desse livro que é cansativa por ser muito lenta...

6- Já se passaram dois meses!: uma obra cansativa, mas necessária 

 O ódio que você semeia... É um tipo de leitura que te causa impacto nas primeiras páginas... Não é um livro fácil, não é uma história simples. É a realidade sem maquiagens. É a ficção descrevendo cada detalhe sobre o mundo em que vivemos, expondo os muitos lados dele - e um desses lados é corroído pelo ódio, pela discriminação, pelo preconceito. É impossivel não se indentificar com Starr independente da cor da pele as suas açoes e o seu comportamento são julgados pela cor da sua pele. Starr vive a mesma realidade que muitos outros jovens. Khalil foi assassinado pela mesma realidade que a de muitos outras vítimas. 


7- La Traviata na varanda: uma obra para compartilhar



ECOS,é um lançamento da DarkSide Books, é a primeira Editora do Brasil dedicada ao terror e à fantasia A editora criou uma coleção Darklove com histórias sobre a força feminina na literatura. É uma História dividida em 3 contos que tem um fechamento fantastico dessas três histórias no ultimo capitulo.





8- Uhhh, finalmente vai ficar tudo bem!: uma obra esperançosa


A narrativa se passa durante a Segunda Guerra Mundial, onde os irmãos Ada e James vivem com a mãe em Londres. Nós conhecemos a protagonista da trama logo no início, quando somos apresentados a uma menina de dez anos que sofre agressões físicas e psicológicas de sua mãe porque ela tem ”pé torto”. Enquanto seu irmão James – ao qual ela é muito apegada e serve de motivação para que ela siga em frente – pode sair e descobrir o mundo brincando com as outras crianças, ela precisa ficar isolada em seu apartamento, pois sua mãe a considerada uma vergonha e acredita que ela não é merecedora de ser feliz pela deficiência que tem. Ao longo da história A Guerra que Salvou a minha vida torna-se uma obra esperançosa pois, a a Segunda Guerra Mundial dá uma oprtunidade para Ada a viver uma nova realidade.


9- OH NÃO! ELES EVOLUÍRAM!!!: uma obra de terror 

O livro Confissões do Crematório: "Uma menina nunca esquece seu primeiro cadáver." – Caitlin Doughty Um livro para quem planeja morrer um dia. Morrer é a única certeza da vida. Então, por que evitamos tanto falar sobre ela? A morte é inevitável, sentimos muito. Mas pelo menos, como descobriu Caitlin Doughty, ficar a sete palmos do chão ainda é uma opção. ''Confissões do Crematório'' reúne histórias reais do dia a dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos históricos, mitológicos e filosóficos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, Caitlin Doughty desmistifica a morte para si e para seus leitores.

10- Plague Inc.: uma obra apocalíptica

O livro Silo se passa em uma paisagem destruída e hostil, num futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste confinada em um gigantesco silo subterrneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras.

Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo. Um crime cuja punição é simples e mortal. Elas são levadas para o lado de fora. Juliette é uma dessas pessoas. E talvez seja a última.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

➤ Todos os comentários são moderados.
➤ Comentários rasos e sem sentido não serão aceitos: Nem respondidos e muito menos retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© Lado Milla
Maira Gall