11 de agosto de 2021

Beda #11: Se não fosse...



Se não fosse o meu cabelo vermelho e a minha caneta favorita sem carga no tinteiro e se ambas as tintas não desbotassem com o tempo inteiro, não seria eu.

Se não fosse as minhas Raízes e as dores que carrego como cicatrizes. Se não fosse todo o amor e afeto dado pelos meus pais e parentes, e se os meus pais não fossem um pouco por mim educados. Essa não seria eu.

Se não fosse “meu relicário” cheio de memórias ou aquelas fotografias que fazem mais de um ano. E se não fosse os danos, não seria eu.

Se não fosse a minha escrita em folhas de papel, se não fosse o frio e o azul do céu, se a minha letra feia não parece garranchos aos olhos do Daniel. Essa não seria eu.

Se não fosse os meus erros de português e a minha tentativa frustrante de por os “pingos nos es”, se eu me importasse menos comigo e mais com vocês. Essa com certeza não seria eu! 

Se não fosse as minhas frases feitas e a minha busca incansável de “encaixar” as palavras perfeitas Se não fosse todos os sentimentos démodé beirando a clichês. Essa não seria eu!

Se não fosse os meus CDs organizados na estante, se não fosse os meus livros empilhados na penteadeira, se não fosse à preguiça que me persegue a tarde inteira. Essa não seria eu.

Se não fosse o “Verso estrofe e refrão” das melodias da banda favorita, Se não fosse tantas idas e vindas e se em Porto Alegre eu pudesse para sempre ficar. Essa não seria eu.


Se não fosse a Priscila da (TV COLOSSO) e as sextas feiras com as minhas vizinhas da Vila e a casa que o garoto dos olhos azuis morava… Se não fossem as dores e delicias do primeiro amor. Eu não seria eu.

Se não fosse as minhas escritas na madrugada e se eu não tivesse que acordar cedo mesmo que obrigada. Eu não seria eu.




   Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 


Nenhum comentário

Postar um comentário

➤ Todos os comentários são moderados.
➤ Comentários rasos e sem sentido não serão aceitos: Nem respondidos e muito menos retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© Lado Milla
Maira Gall