16 de outubro de 2020

Um livro que eu gostaria de re-lêr antes que 2020 acabe...


Na verdade, eu tenho vontade de re-lêr A Guerra Que Salvou A Minha Vida desde o primeiro semestre de 2019 quando li a continuação da História de Ada em a continuação A Guerra Que Me Ensinou A Viver.

Sinopse: Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.


Esse ano, comecei a organizar as minhas resenhas literárias:Re-escrevendo alguma delas e fotografando os mes livros para ilustrar melhor as postagens . Tanto aqui, no Blog quanto no Bookstagram Expresso Literário e voltou essa vontade de re-lêr A Guerra Que Salvou A Minha Vida e a continuação A Guerra Que Me Ensinou A Viver.


Qual o livro que você gostaria de lêr ou re-lêr 
antes que 2020 acabe?

5 comentários

  1. Esse livro parece bem intenso. Fiquei com vontade de ler e conhecer melhor a história. Além disso, a capa é linda!
    Se você gosta de livros sobre guerra e as crianças que passaram por ela, te indico "O pássaro pintado" do Jerzy Kosinsk.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Adoro essa coisa de reler livros. Faço isso sempre. Tenho alguns queridinhos que já reli inúmeras vezes. E além da sensação de reencontrar um velho amigo, gosto que muitas vezes uma nova leitura nos traz percepções e visões diferentes de uma história já conhecida. Esse que você citou no post não conheço, mas achei interessante a sinopse, vou pesquisar mais sobre ele. Parece abordar a guerra sobre uma perspectiva diferente porque, afinal, como uma guerra pode salvar a vida de alguém? Interessante e curioso.

    ResponderExcluir
  3. Achei a sinopse muito tocante, confesso que fiquei com muita pena da Ada. Gosto de reler livros que me causaram impacto, sempre acabo me surpreendendo com algum ponto que antes não tinha reparado.

    ResponderExcluir
  4. Sou uma apaixonada por ler e sempre leio novamente livros que gosto. Sempre releio "Revolução em Mim" da Márcia Kupstas, que li pela primeira vez quando tinha uns 15 anos. E é enorme a lista dos livros que sempre tenho lido ao longo dos anos.

    ResponderExcluir
  5. Sabe querida eu não releio livro, porque tenho muitos para ler, as vezes até me dá vontade de reler de novo, principalmente os romances, quero ver se dá tempo de pelo menos eu leia mais alguns antes do ano acabar, gostei da sinope, beijinhossssssss

    ResponderExcluir

➤ Todos os comentários são moderados.
➤ Comentários rasos e sem sentido não serão aceitos: Nem respondidos e muito menos retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© Lado Milla
Maira Gall