18 de agosto de 2021

BEDA #18: "poucas e boas?"



"O meu inbox não é só tarado, não. nesse julho ensolarado, dois rapazes - um que eu ficava e outro que pretendo ficar de novo - fizeram a gentileza de escrever: "te admiro pra caralho - tua atitude, teus textos, tua coragem" e "fico tri orgulhoso de ter ficado contigo".

É sempre pra ser bem tratada, tá gurias? se o moleque tratar mal, manda lamber sabão. "mas é que não é bem assim..." oxe, e é como? o que caralho você está fazendo perdendo tempo com cara trouxa?
uma vez eu disse pra minha psicóloga que eu odiava uma situação x e ela disse "e pq vc se enfiou nela?". fiquei besta e respondi "ué, acontece" e ela me deu uma bofetada - metafórica, amigos, metafórica. disse mais ou menos assim:

- ô clara. você já tem idade o suficiente pra saber onde deve e onde não deve se meter. já reconhece situações ruins, já identifica onde pode ficar de bode. é uma escolha sua, sim, não pegar esse caminho. você se coloca nas situações - as boas e as ruins. claro, não é que todas as coisas ruins que te acontecem sejam "culpa" sua, mas a maioria delas são sua responsabilidade, sim. assuma responsabilidade pela suas escolhas. use a sua experiência com inteligência.

meio mudou minha vida. plot twist, mano. levei.
pra que encher a cara no dia anterior a uma reunião às 8 da manhã?
pra que não ir na academia durante uma semana sabendo que vai morrer de dor no corpo na outra? e ainda por cima, se sentir uma idiota que rasgou dinheiro?
pra quê comprar duas garrafas de vinho sabendo que é compulsiva e a little bit alcoolista?
sabe?
e, principalmente, já que isso é sobre como a gente se relaciona com os outros e com a gente mesmo, e é o troço mais importante pra mim - as relações, os encontros: pra que caralho ficar com um cara que não te faz bem?
não falo de relacionamentos abusivos, sei que é difícil sair deles, tive um e trabalho com isso, né. tou ligada. falo de um cara que sempre manda uns uats meio merda, te ignora na festa, não fica com vc na frente dos outros, é grosseiro, é trouxa.
trouxão. cê sabe de quem tô falando, mana.

um cara com quem você fica, com quem você trepa, que não te trata bem, é uma contradição entre termos. quer me foder, me beija. não é pq não prevê compromisso que não envolve carinho e respeito.

cê tem que se sentir bem, gatinha! tá errado se sentir mal, se sentir incapaz, menor, desprezada, triste, burra, feia, fraca. amor não é isso. paquera não é isso - aliás, amizade também não. relacionamento que a gente escolhe é pra agregar, somar, é pra ser gostoso, prazeroso.
é pro cara escrever depois que fica orgulhoso de ficar com você.
claro que fica.
eu também fico dele, deles.
dessa última safra que veio depois da revolução na minha auto estima. do plot twist da psicóloga. da bofetada metafórica.
experimenta, gatinha. corta os caras tóxicos, os caras merda, os cara meia boca. vai sobrar pouco? vai sobrar pouco.
mas cê já ouviu a expressão "poucas e boas?".
bora só espalhar essa maravilhosidade pra quem manjar ela.

Clara Corleone

Nenhum comentário

Postar um comentário

➤ Todos os comentários são moderados.
➤ Comentários rasos e sem sentido não serão aceitos: Nem respondidos e muito menos retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© Lado Milla
Maira Gall