31 de dezembro de 2021

Metas de leitura de 2021 (ou não): Projeto Desencalha 21

A Raissa do @lendocomrai lançou para 2021 o Projeto Desencalha 21, O intuito do projeto era Desencalhar 21 livros nesse ano...



Esse projeto, serviu para organizar os meus livros que estavam a um tempo na prateleira dos livros Não Lidos já que eu comprei muitos livros ano passado... Confesso que, eu não levei a leitura dos livros encalhados com a seriedade que deveria... Porquê eu acabei lendo outras coisas e li outros livros que percebi somente no final da leitura que caberia no Projeto Desencalha 21.

LIVROS QUE LI



  1. A Revolução dos Bichos | Autor: George Orwell|Editora: Autêntica| Avaliação:☕☕☕☕☕ [Resenha
  2. Os 13 Porquês ( Thirteen Reasons Why)|Escritor: Jay Asher|Editora: Ática| Avaliação: ☕☕☕.. [Resenha]
  3. A biblioteca da meia-noite | Autor: Matt Haig (EUA)|Editora: TAG Inéditos (vai ser lançado pela Bertrand em outubro)| Avaliação: ☕☕☕☕ [Resenha]
  4. Em Algum Lugar Nas Estrelas (Navigating Early)|Escritora: Clare Vanderpool|Editora: Darkside Books|Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  5. Passarinha | Escritora: Kathryn| Erskine| Editora: Valentina| Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  6. Cores Vivas | Autora: Patrice Lawrence| Editora: DarkSideBooks Avaliação:☕☕☕.. [Resenha]
  7. O Labirinto do Fauno | Autores: Guillermo del Toro e Cornelia Funke| Editora: Intrínseca| Avaliação: ☕☕☕☕☕💓 [Resenha]
  8. Tipo uma história de amor |Autor: Abdi Nazemian| Editora: Harper Collins| Avaliação: ☕☕☕☕☕ [Resenha]
  9. Lady Killers: Assassinas em Série: As mulheres mais letais da história por Tori Telfer | Editora: DarkSideBooks [Faltou escrever a resenha]

LIVROS QUE ABANDONEI




O Circo Mecânico -Tresaulti, Genevieve Valentine - Editora: DarkSide.

Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas. 


Sintuação: Eu estava com grandes expectativas na leitura desse livro por ter uma temática circense... Eu tenho uma grande dificuldade em continuar a leitura quando não sei identificar a narrativa em que a história esta sendo contada. Resolvi dar uma pausa nessa leitura, mas inda pretendo ler esse livro sem muitas expectativas dessa vez.

A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida por Caitlin R. Kiernan - editora: Darkiside


A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do "real" sobre o "verdadeiro" e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos.

Sintuação: Quando eu comecei a ler A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida eu estava passando por uma pseudo ressaca literária... Até comecei a escrever um texto e arquivei para postar quando escrever a resenha desse livro. Porém, pretendo começar a ler esse livro ano que vem.

LIVROS QUE EU NÃO LI



  1. FRIDA KAHLO E AS CORES DA VIDA - Caroline Bernard TAG
  2. O Mapa de sal e estrelas, - TAG
  3. Geek Love| Autora: |Editora: DarkSide Books.
  4. VHS
  5. Psicopata Americano
  6. Dias de Despedida
  7.  Luz Ardente e Brilhante
  8.  Minha vida fora dos Trilhos
  9.  A Guerra Que Salvou a Minha Vida |Autora: Kimberly Brubaker Bradley| Editora: Darkside Books [releitura]
  10. A guerra que me ensinou a viver |Autora: Kimberly Brubaker Bradley| Editora: Darkside Books [releitura]


Como eu já tinha escrito...."Eu não levei o projeto das leitura dos livros encalhados com a seriedade que deveria...". Porém, ano que vem eu irei incluir os [Livros que eu não li] na meta literária do ano.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também


28 de dezembro de 2021

Sobre o espirito natalino...

O Natal é aquela época que ou se ama, ou se odeia. Na minha opinião, um dos fatores importantes que fazem alguém amar/odiar essa data comemorativa é o tal do Espírito Natalino.


O Espírito Natalino o que me parece, é algo bastante capcioso. Pois, não envolve somente religiões & crenças. Todas as pessoas, mesmo aquelas que se considerem Ateus por exemplo, usam essa data para visitar os parentes e confraternizar com toda a família com toda a fartura de: comida e os presentes que envolvem a noite de véspera de Natal. O Espírito Natalino é: União e confraternização com a família e parentes... Nada a ver com religião.

Estamos no 2° ano pandêmico... Embora, eu e minha família estejamos vacinados, eu ainda fico com receio de aglomerar com muitas pessoas... O Espírito Natalino já estava nas lojas em formato de panetones e chesters desde o mês de Agosto! Semana passada, eu fui no shopping para ver a decoração natalina. Quando me sentei no banco, começou a tocar musica instrumental me veio na memória os momentos da infância: A árvore de natal na Beira-Mar, as atividades de natal na escola, os filmes clássicos, o especial da Xuxa de Natal e os presentes mais desejados que são prometidos para as crianças nessa data. O Natal era um momento mágico!

Na maioria das vezes o Espírito Natalino vem um pouco tarde... Outras vezes, ele nem vem. Paciência... Foi um ano bastante complicado mundialmente né?² Foi necessário respeitar os limites que o corpo e a mente precisavam na marra... As pessoas aqui de casa (Eu, mãe, pai e o Sr. Fernandão o pinsher de quatro anos.) estavam na mesma vibe.


Eu fiz a tradicional Torta salgada da Milla. Sim, virou tradição ... Assim como o sorvetinho de maionese e a sobremesa de torta de bolacha para a Confraternização Natalina. Esse ano, o natal foi aqui em casa com meus avós maternos e a minha tia. Depois de organizar a Confraternização Natalina eu enchi a barriga com a ceia e a sobremesa e as outras guloseimas que comi no caminho... E no dia seguinte, meu pai fez churrasco aqui em casa para agradar os sogros (puxa-saco rs).


Esse ano, eu não consegui assistir a Missa do Galo que é transmitida pela TV com meus avós e a minha tia. Porém, eu mantive os pensamentos positivos... e muitas risadas sobre os "causos da família" ao redor da mesa. O Natal pontualiza os nossos próprios sentimentos de um ano inteiro. 

O Natal só te fará feliz se você for Feliz no decorrer do ano. Embora, eu sinta gratidão por mim e pelos meus familiares estarem com saúde em mais um ano pândemico sinto que esse ano foi um dos piores anos para a minha saúde mental...


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também

17 de dezembro de 2021

NOVEMBRO: ... E TAGARELOU TAGARELOU A FALAR ... ♫

 


Novembro é daqueles meses que os dias ficam mais doces. Sei lá, o ano de 2021 está sendo o looping do ano passado... Embora, eu já tenha tomado as duas doses da vacina Pfizer ainda estamos tendo que tomar os devidos cuidados para nos manter protegidos.


  • O QUE EU LI ESTE MÊS

 

🔖 PRIMEIRAS IMPRESSÕES #06: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNELIA FUNKE


Depois de assistir o filme O Labirinto do Fauno que foi lançado em 2006, escrito, dirigido e produzido por Guillermo del Toro. Eu comecei a ler o livro que foi escrito por Cornelia Funke que deu a história as palavras que ela merecia... Cornelia descreve a história do filme com muita fidelidade e sensibilidade. Sua escrita é mágica e nos faz visualizar cada acontecimento de forma muito próxima da que vemos na tela.


📖 RESENHA: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNÉLIA FUNKE




Sinopse: No ano de 1944, Ophélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata. Mas, o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar.

5 MOTIVOS PARA LER: O LABIRINTO DO FAUNO - GUILLERMO DEL TORO & CORNELIA FUNKE


Sempre que termino de ler um livro eu gosto de pontuar os 05 motivos que eu considero importantes para que outros leitores tenham vontade de ler esse livro e não apenas uma simples indicação...

📚 LADY-KILLERS: ASSASINAS EM SÉRIE

Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel.com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas. As histórias são narradas através de um necessário viés feminista. Telfer dispensa explicações preguiçosas e sexistas e disseca a complexidade da violência feminina e suas camadas. A autora também contesta os arquétipos — vovó gentil, mãe carinhosa, dama sensual, feiticeira traiçoeira, entre outros — e busca entender por que as mulheres foram reduzidas a definições tão superficiais.

Embora, seja uma leitura rápida... Eu estou lendo em um ritmo mais lento que o de costume. Eu vou organizar as postagens direitinho as fotografias estão prontinhas para o post do ano que vem.


Sinopse: Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. As mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam — então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas?





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 


12 de dezembro de 2021

Sobre escrever.

 Há um tempo, eu escrevi um texto que dizia que a minha inspiração estava em "escrever sobre a vida enquanto a vida acontece...". Quando eu escrevi isso, eu estava no ultimo semestre de Psicologia e finalizando um estágio obrigatório e faltava alguns dias para apresentar o TCC.


Quando eu comecei a organizar os últimos relatórios do freelancer Formatação de trabalhos acadêmicos e longe da vida acadêmica desde a pós-graduação... Eu percebi que, a minha mente está tão vazia de idéias mesmo depois de escrever tantos textos acadêmicos quanto cabiam num dia e escrever o meu TCC da graduação em Psicologia... A minha prima, lembra de uma redação que eu auxiliei a organizar idéia/escrita para um trabalho da escola num tempo recorde. Depois de escrever as ultimas linhas... Ela falou com maior admiração: "Nossa, você respira e sai uma redação!".

Na minha fase acadêmica, eu fui levada a acreditar que a minha mente era uma fonte inesgotável de idéias. Era somente "sentar para escrever" que saia artigos acadêmicos... Porém, ao finalizar a graduação/pós-graduação essa ultima, de uma maneira um tanto quanto brusca eu vi que a fonte foi esgotando gradualmente. Terminei de escrever os últimos relatos do ultimo freelancer um tanto quanto, frustrada. Não, pelo stress normal de um trabalho... Mas, pela minha mente ter dado uma bugada [Chega um momento que você duvida da sua capacidade de escrita...].



Nestes últimos anos, a literatura tornou-se... Um refúgio, eu já escrevia "As minhas opiniões não solicitadas sobre as minhas leituras" aqui no blog na página Leituras (aliás, atualizei a página com as minhas leituras dos últimos dois anos!). 

Eu comecei escrever Conteúdo Literário para relaxar do modo acadêmico. Nesses últimos anos, eu estou escrevendo as minhas Resenhas Literárias de uma maneira mais organizada e finalmente consegui criar cenários para Fotografar os Livros que eu estou lendo ultimamente.

Para relaxar da escrita eu continuo escrevendo... Faz sentido para vocês? Embora, seja a mesma atividade a motivação de escrever sobre as minha leituras tem me deixado mas realizada e feliz em tempos tão complicados...



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também

© Lado Milla
Maira Gall