Arteterapia
Mostrando postagens com marcador Arteterapia. Mostrar todas as postagens

17 de março de 2018

Pós Graduação: Arteterapia 🎨


Nesse final de semana, começou as aulas da Pós graduação em ARTETERAPIA.

A Arteterapia é uma disciplina híbrida baseada principalmente nas áreas das artes e da psicologia. Ela possui história e teorias próprias e é aplicada por profissionais habilitados por cursos de especialização e/ou mestrado em arteterapia. Na prática, a arteterapia consiste do uso de recursos artísticos/visuais ou expressivos como elemento terapêutico. A arte criada em arterapia pode ser explorada com fim em si (arteterpia - foco no processo criativo, no fazer) ou na análise/investigação de sua simbologia (arte como terapia).


Na 1° fase da graduação em Psicologia, os meu colegas de classe defendiam com "unhas e dentes" as abordagens que achavam que conheciam... O Alexandre* era um Psicanalista convicto, Quando conversávamos nos intervalos entre uma aula e outra ele sempre dizia: "A abordagem que eu mais me identifico é com a Psicanálise.". Eu recém tinha saído do 3°ceirão. Se eu conseguisse compreender tudo aquilo que estava sendo ensinado já estava satisfeita... 


Na medida em que os semestres do curso de Psicologia iam passando eu acabei me identificando com algumas abordagens: Psicologia do Desenvolvimento (Infantil, adolescente e adulto), Psicologia Social e vivencias grupaisE outras abordagens, que eu tive um verdadeiro ranço: Psicologia familiar e Psicanálise. O ranço não era tanto sobre as abordagens mas, pelos professores que não tinham didática para ministrar essas matérias que eram de extrema importância na graduação...

No último semestre de Psicologia, foi ministrada uma matéria sobre Terapia Cognitivo Comportamental é uma abordagem é mais específica, breve e focada no problema atual do paciente. Também é conhecida na psicologia como TCC. A mulher era um Psicóloga incrível e uma professora maravilhosa. Depois de assistir um quantidade razoável de aulas, eu comecei a valorizar uma aula bem ministrada e um professor que tenha domínio de ensinar e comecei a ter aflição de gente que tem conteúdo demais e didática de menos que o contrário.


Os meus interesses nas diferentes abordagens em Psicologia foram moldando-se no momento que começou os estágios da faculdade: Estágios básicos (Psicologia Infantil) e os estágios específicos (Psicologia Social). As minhas dinâmicas com as crianças envolviam muitos desenhos e musicas e a arte no geral...


Na semana passada, fui assistir uma palestra sobre Introdução a Arteterapia a palestra foi tão maravilhosa, que em um certo momento eu tive um click! na minha cabeça: A metade das minhas dinâmicas de grupo para as crianças e os trabalhos na faculdade eu usava os diferentes tipos de ARTE ( fotografia, desenhos, musicas...). A Pós em Terapia Cognitivo Comportamental acabou ficando em segundo plano (Uma segunda especialização talvez) e acabei me inscrevendo na Pós-Graduação em Arteterapia.

Nesses últimos dois anos, eu escrevi sobre a graduação em Psicologia: Sobre os últimos semestres da graduação, os estágios básicos/específicos e sobre o Trabalho de Conclusão de Curso. Pretendo escrever sobre as minhas aulas na Pós graduação em Arteterápia e sobre as vivêcias em aulas e registrar os meus desenhos artisticos (cof,cof, cof) que serão feitos em aula.







*Falei Alexandre como se todo mundo conhecesse Alexandre. Alexandre foi o meu primeiro amigo na graduação. É um rapaz muito inteligente, ativista nas causas sociais e LGBT. Nas aulas de vivências grupais, ele foi a primeira pessoa que eu conversei na graduação em Psicologia. Hoje ele está morando em Porto Alegre/Rs trabalhando no ministério da cultura do Rio Grande do Sul.





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):



© Lado Milla
Maira Gall