BEDA2K2K20
Mostrando postagens com marcador BEDA2K2K20. Mostrar todas as postagens

3 de setembro de 2020

Resenha Coraline, Neil Gaiman

          
                 


Livro: Coraline

Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrinseca
Páginas: 224
Avaliação: ☕☕☕☕☕


Essa semana, eu terminei de ler o livro Coraline, é uma leitura infanto-juvenil dos gêneros de: Fantasia, Horror e Ficção Científica com uma narração bastante adequada para esse público. Somos apresentados ao universo de Coraline uma menina bastante corajosa  e que adora explorar novos lugares.


Somos apresentados a Srta. Spink ,ela que dá a Coraline o "amuleto" para a sua proteção e Srta Forcible que foram atrizes muito famosas e que moravam no apartamento abaixo do de Coraline, onde ela mora com a sua mãe verdadeira que é uma mulher muito ocupada, sempre está trabalhando em seu computador.  Ela limpa a casa e não gosta de jardinagem; O pai verdadeiro ele também é muito ocupado e ele cozinha na casa as comidas que Coraline não gosta.

“Os contos de fadas são mais do que verdade: não porque nos dizem que os dragões existem, mas porque nos dizem que os dragões podem ser derrotados.”

 A Bela Dama (outra mãe): é a primeira pessoa que Coraline enxerga depois de passar na pequena porta; O outro pai, ao contrario do original, cozinha muito bem e nunca esta ocupado quando a Coraline o chama; Sr. Bobinsky Também vizinho de Coraline, era um ginasta Russo, adora beterraba e queijo,tem um circo de camundongos espetaculares; Outra Srta. Spink: A outra Srta. Spink, não é muito diferente da original, mas como os outros,tem botões no lugar dos olhos; Outra Srta. Forcible: A outra Srta. Forcible, que nem a Srta. Spink,é muito parecida com a verdadeira; Outro Sr. Bobinsky: O outro Sr. Bobinsky, que nem o original, a não ser que a cor de sua pele é azul, tem um circo de camundongos que fazem malabarismos.

Eu comprei o livro físico na Livraria Catarinense nessas voltinhas praticamente quase "raras" nessa pandemia.


Nesta edição especial em capa dura, a capa do livro é no estilo Ilustrada: No caso da capa ilustrada, o designer utiliza uma ilustração para compor a capa. Essa ilustração pode ou não ocupar totalmente o espaço da capa. No entanto não há somente a ilustração na capa, há também diversos textos. Normalmente as fontes tipográficas utilizadas são extremamente expressiva. No entanto, ilustração e fonte tipográfica se complementam. Com introdução do autor e projeto gráfico exclusivo, coube ao renomado ilustrador Chris Riddell dar vida ao universo mágico e aterrorizante criado por Neil Gaiman.


Uma situação recorrente que acontece no decorrer da narrativa do livro  que pode ser considerado um gatilho é o abandono na 1°infância. quando os pais de Coraline estão trabalhando no computador de casa e demonstram através de uma fala um tanto repressiva que não podem sair para explorar na vizinhança com Coraline pois estão bastante ocupados.
“Eu não quero o que eu quero. Ninguém faz. Na verdade não. Que tipo de diversão seria se eu simplesmente conseguisse tudo o que sempre quis desse jeito, e isso não significasse nada? O que então? "

Neil Gaiman nasceu em Hampshire, Inglaterra, e hoje vive perto de Minneapolis, EUA. Descobriu seu amor pelos livros na infância. Começou a carreira como jornalista, mas logo o talento para construir tramas e universos únicos o levou para o mundo dos quadrinhos, com a aclamada série Sandman, e depois para a ficção adulta e infanto-juvenil.


No primeiro semestre,  eu li O Oceano no Fim do Caminho e eu acabei percebendo uma possível dificuldade com os livros de fantasia. Porém, eu me identifiquei com a Coraline quando eu era criança eu adorava explorar o "pseudo" porão que tinha na casa antiga onde eu morava e na maioria das vezes eu sentia que eu os adultos não me ouviam...

Certas portas não devem ser abertas. E Coraline descobre isso pouco tempo depois de chegar com os pais à sua nova casa, um apartamento em um casarão antigo ocupado por vizinhos excêntricos e envolto por uma névoa insistente, um mundo de estranhezas e magia, o tipo de universo que apenas Neil Gaiman pode criar.
"Nada mudou. Você vai para casa. Você ficará entediado. Você será ignorado. Ninguém vai ouvir você, realmente ouvir você. Você é muito inteligente e quieto para eles entenderem. Eles nem acertam o seu nome. ”
Ao abrir uma porta misteriosa na sala de casa, a menina se depara com um lugar macabro e fascinante. Ali, naquele outro mundo, seus outros pais são criaturas muito pálidas, com botões negros no lugar dos olhos, sempre dispostos a lhe dar atenção, fazer suas comidas preferidas e mostrar os brinquedos mais divertidos. Coraline enfim se sente... em casa. Mas essa sensação logo desaparece, quando ela descobre que o lugar guarda mistérios e perigos, e a menina se dá conta de que voltar para sua verdadeira casa vai ser muito mais difícil — e assustador — do que imaginava.

Coraline foi publicado pela primeira vez em 2002 e se tornou uma das obras mais emblemáticas do escritor. Repleta de elementos ao mesmo tempo sombrios e lúdicos, a história conquistou crianças e adultos em todo o mundo.

Movida à curiosidade, Coraline Jones é uma menina que acabou de se mudar para um apartamento em um casarão antigo. Tudo no lugar é novidade para ela: a quadra de tênis velha no jardim, os vizinhos excêntricos e a porta esquisita na sala de casa, que dá para uma parede de tijolos. Até que, num dia chuvoso e enevoado, ela descobre que essa porta é, na verdade, um portal mágico para um lugar macabro e fascinante, e sua vida vira de cabeça para baixo.


Como um espelho de seu mundo, esse outro mundo é uma versão bizarra de seu próprio apartamento, habitado versões malignas e assustadoras de seus pais de verdade, com uma pele muito branca e botões negros no lugar dos olhos. Coraline logo se dá conta de que o lugar guarda muitos perigos e que seus outros pais querem que ela fique ali. Para sempre.

Por ser  uma leitura infanto-juvenil com uma pitada de Horror e Fantasia a história torna-se uma história leve para esse publico. O estilo de texto é, narrativo é um tipo de texto que esboça as ações de personagens num determinado tempo e espaço. Geralmente, ele é escrito em prosa e nele são narrados (contados) alguns fatos e acontecimentos.

Embora,  os personagens do outro lado a Bela Dama (outra mãe): é a primeira pessoa que Coraline enxerga depois de passar na pequena porta; O outro pai, ao contrario do original, cozinha muito bem e nunca esta ocupado quando a Coraline o chama, Possam parecer perfeitos no primeiro momento... A Coraline acaba percebendo que precisa  dos pais verdadeiros que mesmo tendo a atenção negligenciada na maioria das vezes eles os amavam sem pedir nada em troca.

Se alguma vez eu reclamei da escrita do Neil Gaiman ou sobre o gênero fantasia desconsiderem... Essa foi uma das melhores leituras de 2020! A mensagem do autor é que:
"Porque coragem é quando você sente medo de fazer algo, mas faz mesmo assim, é quando você enfrenta o medo."

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o BEDA 

31 de agosto de 2020

Resumo do Mês: Sobre o mês de Agosto...


Eu quis escrever TODOS os dias aqui no Blog. Irônicamente, esse mês de Agosto foi o que eu menos tive na Blogosfera... Sei lá, acho que a Blogosfera mudou bastante nos ultimos tempos. Depois de "brigar" bastante por um espaço estou tentando manter o equilibrio para manter o equilibrio para a minha saúde mental. #cansada 

Estou devendo comentários nos blogs dos amigos que comentaram aqui nesses ultimos dias... Quero organizar as minhas Resenhas Literárias dos livros que eu estou lendo e escrever um pouco sobre as Leituras Coletivas online que eu estou participando ultimamemte.

📌 1° semana: Eu fiz um Hall dos textos que já rolaram por aqui no "Lado Milla" em algum momento. 

BEDA: Blog Every Day August. Na minha infância, sempre que eu gostava muito de algum objeto eu arrumava um jeito de ter outros objetos para colecionar. As minhas primeiras coleções foram de: Tazos (aqueles que vinham nos salgadinhos...); figurinhas de chicletes; adesivos decorativos (tinha até um álbum com folhas autocolantes para colocar esses adesivos...

BEDA#02: "Quando eu me tornei gente que escreve ..." A história do seu blog, como ele surgiu? O que te levou a começar? Eu comecei a escrever na Blogosfera no inicio do ano 2000. Em uma plataforma para jornalistas que era gratuita e bastante precária, considerando os blogs famosinhos na época... A linha editorial desde o meu primeiro blog é não-ter-linha-editorial. Os meus textos eram um aglomerado de dramas de adolescentes e Ilustrados com imagem piscantes...

Beda #03: Fotografando Detalhes... No final do mês de Julho/2o14, nasceu um projeto chamado "Fotografando Domingos..." que consiste em colocar aqui, registros do meu final de semana (sexta-sábado e domingo). Não tem quantidade exata de fotos, pois, irá depender da quantidade de fotos que eu mesma fotografe nesses dias... O lugar escolhido dessa semana é o Quintal da casa do meus avós que fica ano sul da Ilha de Florianópolis/Sc no Ribeirão da ilha...

Beda #04: Tag dos Escritores: A TAG consiste em 5 perguntas simples (a respeito de escritores), sendo assim rapidinha para mostrar um poucos dos gostos literários.

BEDA#O5: Semana 19: Meus seriados preferidos Já fui uma pessoa bastante "desligada" quando se tratava de séries... Quando eu pensei pela primeira vez na possibilidade de assinar Netflix era para ver filmes e tal...

Beda #06:Sobre as minhas Coleções... Hoje em dia, eu tenho alguns objetos (colecionáveis...) que fazem um papel decorativo na minha estante de livros e no meu quarto...

📌 Na 2° semana, Além do Hall dos textos que já rolaram por aqui no "Lado Milla" em algum momento eu escrevi outras coisinhas...

BEDA#08: Você tem certeza de que seu pai é mesmo... Amo demais essa cronica. "Se seu pai consegue ser carinhoso, parceiro e aberto, e ao mesmo tempo atento e disciplinador, pode ser branco e você negro, pode ser peludo e você imberbe, pode ser engenheiro e você bailarino: é seu pai. “Nem precisa perguntar pra sua mãe.”.


BEDA#09: Musicas que eu ouço com o meu pai. Já escrevi aqui que o meu pai se orgulha muito das minhas "descobertas musicais" quando se trata das canções do Raul Seixas. Por esses dias, eu montei uma "playlist" com canções de diferentes gêneros musicais ( Rock Gaúcho, musica gauchesca e rock) para ouvirmos nos passeios de carro com a família

Beda#10: Aquele que eu escrevo mais sobre Bookstag... Há exatamente 2 meses (12-06-2020) eu criei o Expresso☕Literário. Um IG Literário ou “Bookstagram” que nada mais é que um instagram sobre livros. 













Beda #11: Se não fosse... Uma crônica relacionada a musica Capitão Gancho da 
Clarice Falcão. "... Se não fosse o meu cabelo vermelho e a minha caneta favorita sem carga no tinteiro e se ambas as tintas não desbotassem com o tempo inteiro, não seria eu.".

Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. Semana 20 - Fico de mau humor quando:


Beda#13: Resenha Coraline, Neil Gaiman Ultimamente eu tenho lido bastante né? Falando nisso, eu preciso escrever sobre as Leituras Coletivas que estou participando. No inicio do mês, eu comecei a ler Coraline do autor Neil Gaiman com a Leitura Coletiva dos Macabreiros que é a minha leitura preferida de 2020 e Medicina Macabra que irei comentar nos próximos posts.

📌 Na 3° semana, embora eu tenha "Flopado" no BEDA eu continuei escrevendo e falando sobre Livros e Fotografias.


BEDA #17 Resenha: [Manual Prático de Bons Modos em... Nesse final de semana, eu terminei de ler o livro [Manual Prático de Bons Modos em Livrarias], É um livro de crônicas do mundo da literatura e das livrarias. A narrativa é fácil e divertida, abordando o dia a dia de uma pessoa que se dedica a vender livros em uma livraria grande!

Semana 21: Meus piores defeitos: Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

Beda#20: TAG: Apaixonada por Fotografia Vira e mexe vejo essa tag em canais no YouTube, e não sei porque ainda não tinha respondido aqui no blog. Não consegui descobrir quem criou a lista de perguntas, então se alguém souber, me avisa nos comentários pra eu dar os créditos? Sem mais delongas, vamos às minhas 14 respostas?

Defenda os livros! A mais nefasta das propostas agora vem de Bolsonaro e Paulo Guedes numa pretensa reforma tributária que pretende taxar os livros. Definitivamente essa gente quer um povo cada vez mais ignorante. É preciso nos levantarmos contra isso. Use direto a #DefendaoLivro e movimente-se contra este absurdo. Neste post selecionamos 10 razões para defender os livros contra essa injusta taxação [Aproveite e assine a petição em favor dos livros].

SEMANA 22- Na minha geladeira tem que ter: Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras.

Carimbo para organizar os livros! Há um tempinho... Eu vi uma foto na Blogosfera de um livro e nele tinha uma marcação de carimbo, como na foto. Achei interessante e mostrei a imagem para o meu grupo de amigos no Whatzzapp e surgiram muitas dúvidas. Então, eu resolvi fazer um post dando esta dica para quem, assim como eu, ama ler e tem bastante livro!



Essa dica de Biblioteoteconômia é bastante útil para quem tem muitos livros, para quem é bem cabeça de vento -Será que eu ja li esse livro?- e tem o costume de esquecer as coisas nos lugares ou para quem não é ciumento e costuma empresta-los - que NÂO é o meu caso.

Resenha: Medicina Macabra - Thomas Morris Nesse final do mês de agosto, nós terminamos de ler Medicina Macabra do Thomas Morris do novo selo da DarkSide® Books o Macabra Filmes, promovendo filmes e seus criadores, apresentando com curadoria e critério os novos nomes do cinema de terror nacional e internacional. Nós terminamos de ler o livro Medicina Macabra. Sim! Nós lemos através de uma Leitura Coletiva que foi orgazinado por Lucas e pela Luana e teve apoio da DarkSide books e o Macabra TV.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o BEDA 

20 de agosto de 2020

Beda#20: TAG: Apaixonada por Fotografia


Hoje não é Terça- Feira. Porém, teremos o T de TAG que consiste em colocar aqui, as tag´s na qual eu fui tagueada (ou não).
Vira e mexe vejo essa tag em canais no YouTube, e não sei porque ainda não tinha respondido aqui no blog. Não consegui descobrir quem criou a lista de perguntas, então se alguém souber, me avisa nos comentários pra eu dar os créditos? Sem mais delongas, vamos às minhas 14 respostas?

Com quantos anos você teve sua primeira câmera fotográfica? 

A minha primeira câmera fotográfica profissional eu ganhei aos 20 e poucos anos... Antes disso, eu tive uma câmera digital "Quebra- galho" que eu levava para tudo quanto é canto para fotografar. 

Prefere fotografar ou ser fotografada? 

Eu não sou fotogênica. Eu consigo ficar mais desinibida com as "selfies" mas travo quando tenho que "modelar" para a câmera fotográfica... Eu gosto mais de fotografar pessoas, natureza, palco... 



Você tem uma boa câmera para fotografar?

A minha Câmera fotográfica é uma Canon EOS Rebel T5 T5 kit Cinquentinha – EF-S 18-55MM + EF-S 50MM

Você fotografa e publica suas fotos?

Sim. eu tenho um blog fotográfico (desatualizado) onde eu publico as minhas fotografias.

Tumblr, We heart it, ou instagram? 

Nenhum dos três... Esses sites/aplicativos diminuem a qualidade da fotografia.

Cite uma pessoa que você se inspira para tirar suas fotos. 

Eu adoro fotografias de palco. A minha inspiração são fotógrafos que fazem esse tipo de fotografia.


Você edita suas fotos ou prefere que elas fiquem no modo original? 

Eu gosto de uma fotografia mais crua... Sem muitos efeitos. 

Qual seu programa predileto para editar fotos? 

Eu não faço muitas edições... Uso o picasa mais para corrigir o brilho e a iluminação. 

Sonha em ser fotógrafa ou faz isso como um hobbie? 

Eu fotografo mais como hobby... Porém, eu faço alguns trabalhos fotográficos para os amigos e conhecidos.


Já fez algum tipo de curso de fotografia? 

Sim. Desde 2012 eu sou formada em fotografia pelo Senac,

Qual a última foto que você tirou? 

As mãos do meu avô fazendo tarrafa.


Qual a última vez que você foi fotografada por alguém? 

Minha formatura.

Você é daquelas que quer sempre registar os momentos e o que está ao seu redor, e sai sempre com uma câmera nas mãos? 

Eu já fui conhecida como "a pentelha do flash " kkk hoje não levo a camera para muitos lugares... 

Mostre uma foto sua (ou que você tenha tirado) que você goste muito. 



ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

14 de agosto de 2020

BEDA #14: Sobre a segunda semana do BEDA

Nessa 2° semana, Além do Hall dos textos que já rolaram por aqui no "Lado Milla" em algum momento eu escrevi outras coisinhas...


    BEDA#08: Você tem certeza de que seu pai é mesmo... Amo demais essa cronica. "Se seu pai consegue ser carinhoso, parceiro e aberto, e ao mesmo tempo atento e disciplinador, pode ser branco e você negro, pode ser peludo e você imberbe, pode ser engenheiro e você bailarino: é seu pai. “Nem precisa perguntar pra sua mãe.”.

    BEDA#09: Musicas que eu ouço com o meu pai. Já escrevi aqui que o meu pai se orgulha muito das minhas "descobertas musicais" quando se trata das canções do Raul Seixas. Por esses dias, eu montei uma "playlist" com canções de diferentes gêneros musicais ( Rock Gaúcho, musica gauchesca e rock) para ouvirmos nos passeios de carro com a família

    Beda#10: Aquele que eu escrevo mais sobre Bookstag... Há exatamente 2 meses (12-06-2020) eu criei o Expresso ☕ Literário. Um IG Literário ou “Bookstagram” que nada mais é que um instagram sobre livros. 


    Beda #11: Se não fosse... Uma cronica relacionada a musica Capitão Gancho da Clarice Falcão. "... Se não fosse o meu cabelo vermelho e a minha caneta favorita sem carga no tinteiro e se ambas as tintas não desbotassem com o tempo inteiro, não seria eu.".

    Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. Semana 20 - Fico de mau humor quando:

    Beda#13: Resenha Coraline, Neil Gaiman Ultimamente eu tenho lido bastante né? Falando nisso, eu preciso escrever sobre as Leituras Coletivas que estou participando. No inicio do mês, eu comecei a ler Coraline do autor Neil Gaiman com a Leitura Coletiva dos Macabreiros que é a minha leitura preferida de 2020 e Medicina Macabra que irei comentar nos próximos posts ...


12 de agosto de 2020

Semana 20 - Fico de mau humor quando:



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

  1. Sou acordada 
  2. Pessoas grosseiras 
  3. Quando fico com fome 
  4. Pessoas invasivas 
  5. Quando estou com sono 










ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também 

11 de agosto de 2020

Beda #11: Se não fosse...




Se não fosse o meu cabelo vermelho e a minha caneta favorita sem carga no tinteiro e se ambas as tintas não desbotassem com o tempo inteiro, não seria eu.

Se não fosse as minhas Raízes e as dores que carrego como cicatrizes. Se não fosse todo o amor e afeto dado pelos meus pais e parentes, e se os meus pais não fossem um pouco por mim educados. Essa não seria eu.

Se não fosse “meu relicário” cheio de memórias ou aquelas fotografias que fazem mais de um ano. E se não fosse os danos, não seria eu.

Se não fosse a minha escrita em folhas de papel, se não fosse o frio e o azul do céu, se a minha letra feia não parece garranchos aos olhos do Daniel. Essa não seria eu.

Se não fosse os meus erros de português e a minha tentativa frustrante de por os “pingos nos es”, se eu me importasse menos comigo e mais com vocês. Essa com certeza não seria eu! 

Se não fosse as minhas frases feitas e a minha busca incansável de “encaixar” as palavras perfeitas Se não fosse todos os sentimentos démodé beirando a clichês. Essa não seria eu!

Se não fosse os meus CDs organizados na estante, se não fosse os meus livros empilhados na penteadeira, se não fosse à preguiça que me persegue a tarde inteira. Essa não seria eu.

Se não fosse o “Verso estrofe e refrão” das melodias da banda favorita, Se não fosse tantas idas e vindas e se em Porto Alegre eu pudesse para sempre ficar. Essa não seria eu.


Se não fosse a Priscila da (TV COLOSSO) e as sextas feiras com as minhas vizinhas da Vila e a casa que o garoto dos olhos azuis morava… Se não fossem as dores e delicias do primeiro amor. Eu não seria eu.

Se não fosse as minhas escritas na madrugada e se eu não tivesse que acordar cedo mesmo que obrigada. Eu não seria eu.


   

10 de agosto de 2020

Beda#10: Aquele que eu escrevo mais sobre Bookstagram...



Há exatamente 2 meses (12-06-2020) eu criei o Expresso ☕ Literário. Um IG Literário ou “Bookstagram” que nada mais é que um instagram sobre livros


Há algum tempo meus maiores prazeres vêm das minhas leituras... Sempre carrego um livro na bolsa para aonde quer que eu vá e agora que estamos em "Isolamento Social" uso esse tempo para ler os meus livros que estão encalhados. De vez em quando, compro alguns livros nos passeios raros nas livrarias da minha cidade. 

Pois bem, resolvi fazer um Bookstagram para colocar as minhas fotografias dos detalhes dos meus livros que eu vou lendo e escrever as minhas experiências com as leituras. No começo, eu iria começar a colocar somente as fotografias e resenhas que já estavam no meu Blog e Quotes aquelas frases dignas de marcarmos nos nossos livros. Beleza, primeiro passo resolvido. Tinha conteúdo para praticamente 1 ano! 


Era necessário um nome para o meu Instagram Literário pensei em um nome que combinasse com: Livros, leituras e literário... Expresso Literário! 

Minhas primeiras caveirinhas...
O que eu não lembrava é que eu já tinha uma conta no Instagram com esse mesmo nome e com uma proposta bem parecida de um IG literário de hoje em dia. Porém, eu perdi a senha daquela conta e desde então não é mais atualizado... Então ficou expressooliterário

As minhas primmeiras leituras do ano... 


Eu sou formada em Fotografia desde 2012, e tenho dificuldades em montar cenários para fotografar... As minha fotografias são bastante "cruas" se for comparar com os outros Bookstagrans. Enfim, o que eu mais notei nessas pesquisas é que: 

A busca de referências acaba tornando-se o padrão de fotografia em todos os Instagrans Literários. 

Na maioria das vezes, esses "padrões" acabam nos deixando com medo. E essas referências na maioria das vezes tornam-se a fotografia tão inacessível do que simplesmente ir lá e fazer. 


Antes de ler sobre engajamento eu fiz aquela propaganda básica sobre o meu novo "hobby literário" tive algumas respostas negativas e outras bastante grosseiras... 

Mas, uma coisa que eu aprendi aqui na Blogosfera é que o melhor engajamento é comentar, curtir e ler nos IG's Literários dos coleguinhas e dar aquele famoso 🍪🍪🍪 biscoitos.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o BEDA 

9 de agosto de 2020

BEDA#09: Musicas que eu ouço com o meu pai.


Já escrevi aqui que o meu pai se orgulha muito das minhas "descobertas musicais" quando se trata das canções do Raul Seixas. Por esses dias, eu montei uma "playlist" com canções de diferentes gêneros musicais ( Rock Gaúcho, musica gauchesca e rock) para ouvirmos nos passeios de carro com a família.

ROCK DE GALPÃO - RECUERDOS DA 28

          

    ROCK DE GALPÃO - GURI



    RUI BIRIVA -TCHÊ LOCO


      


    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei comentando com vocês sobre o BEDA 
    © Lado Milla
    Maira Gall