Filmes
Mostrando postagens com marcador Filmes. Mostrar todas as postagens

4 de julho de 2019

O que as aventuras de Toy Story tem a ver com a sua vida?


Eu nunca sai tão incomodada de uma sala de cinema. Faço parte de uma geração que cresceu com o Andy e seus brinquedos... Acredito que o Toy Story 3 foi o fechamento ideal com o Andy preparando-se para ir para a faculdade: e dooando os seus brinquedos para a pequena Wandy. Porém, os nossos brinquedos favoritos precisavam nos ensinar a ultima (e mais importante) lição.


Toy Story chegou ao fim! O filme que deu vida aos nossos brinquedos e nos ajudou a enfrentar os desafios do crescimento encerrou a sua sequência com um filme diferente. O Toy Story 4 nos convida a refletir sobre a difícil arte de integrar desejos, realidades e mudanças de rumo na vida. E como não ficaríamos fora dessa, assistimos ao filme juntas e escrevemos esse texto a 6 mãos. Isto mesmo! Neste texto você encontrará o que a nossa “voz interior” diz sobre as personagens. Mas, atenção! Se você ainda não assistiu ao filme, cuidado! Aí vai nosso alerta de spoiller!

De uma forma tão original quanto o filme, escolhemos começar as nossas compreensões com uma personagem nova, o Garfinho! Que fofura divertida! Atrapalhado, desengonçado, esquisito, ele se sentia um estranho como um brinquedo e tinha a certeza de que era um lixo! Quem aí, meu amigo, nunca se sentiu assim alguma vez na vida?

É! Por mais absurdo que pareça, não é impossível que a familiaridade com o lixo nos faça percebê-lo como o lugar mais confortável do mundo. Já ouviram falar da zona de conforto? Era exatamente o lugar que o Garfinho insistia em ficar. Podia ser fedorento, mas era um lugarfamiliar e "quentinho". Pensar em sair do lixo, além de gerar medo do novo, colocava em risco a sua identidade de lixo. Então, dizia ele para ele mesmo: que tal voltar para o lixo e deixar tudo do jeito que está?

Bem! Este seria o final do Garfinho se Woody não estivesse determinado a tirá-lo da sua zona de conforto mal-cheirosa. Afinal, ele era muito importante para a adaptação da sua nova dona Bonnie na escola. Pois é! Woody, Bonnie e o Garfinho tinham uma necessidade em comum: encontrar um sentido para as suas novas vidas. Mas lá estavam eles, buscando um sentido antigo em um lugar novo! O verdadeiro “amigo estou aqui” das canções do filme estava ativo como nunca, ao lado de Jessie e Buzz.

Bem! Depois de muitas tentativas, Garfinho percebe que já não é mais um lixo. Ele virou o brinquedo que conforta a Bonnie nos momentos em que ela precisa enfrentar seus medos. E quer saber como Woody fez isso? Ele contou para Garfinho a sua história, com Andy – seu antigo dono e fez despertar em Garfinho o sentido de pertencer a alguém.


Woody não parou por aí! Ele também ajudou a personagem Gabby Gabby a resgatar o seu valor pessoal. Gabby é uma boneca de cor dos anos 50, fabricada com um defeito na voz. Ela vivia em um antiquário em busca de uma oportunidade para restaurar sua habilidade, porque achava que esse defeito era o responsável por nunca ter vivido a experiência de pertencer a uma criança. Woody, por sua vez, era um boneco de corda como ela, mas ao contrário de Gabby Gabby, já tinha vivido muitas aventuras com sua criança. Em um ato de generosidade Woody doa sua caixa de voz para Gabby Gabby, que após muitas decepções encontra uma criança perdida que se vincula a Gabby Gabby e a ajuda a encontrar seu sentido para viver.

É! Não é fácil interagir com os nossos defeitos também e, por causa disto, podemos amargar por uma vida inteira as consequência de conclusões equivocadas. Mas não precisamos nos desesperar por causa disto! Existem diversos Woodys prontos para nos dar uma mão, enquanto também procuram o sentido das suas vidas. Afinal, foi isto que Woody acabou descobrindo quando reencontrou com Betty, a boneca de porcelana que decidiu viver como um brinquedo perdido – ou será “achado”? Foi Betty que ajudou Woody a se dar conta de que já não estava mais fazendo sentido ser um brinquedo de uma criança. Ele já não sentia mais a mesmarealização de quando era o cheiro do Andy.

Como é difícil reconhecer uma realidade como essa, não é? Dói muito imaginar-se fora da sua zona de conforto. Alguma semelhança com Garfinho? Não sei você, mas nós já passamos por esse dilema inúmeras vezes na vida.


Ao mesmo tempo que é impossível deixar de lado o desejo de experimentar o prazer detransformar adversidades em diversão e explorar as possibilidades da vida. O que fazer? Woody deve ficar com Bonnie e seus parceiros ou se aventurar na vida livre de um brinquedo perdido ao lado de Betty? E o final surpreendeu! Woddy reconhece que já não havia mais nada para aprender ou contribuir naquele velho estilo de vida. Estava na hora de viver novas aprendizagens.

E assim, em uma despedida emocionante, ele transforma Jessie em xerife, ensina Buzz a ouvir sua “voz interior”, transfere para Garfinho a função de brinquedo de apego da Bonnie e se une a Betty para explorar o mundo!

Moral da história:

😊Aprenda a ouvir sua voz interior;
😊Abandone sua zona de conforto;
😊Aprenda com suas relações;
😊Descubra o sentido da sua vida hoje;
😊Aprenda a se despedir.

Se soubermos percebê-la e aprender com o que está ao nosso redor, conseguiremos evoluir sempre “ao infinito e Além!” como nos dizia Buzz. E se você precisar de um Woody, conte conosco para descobrir como sair do conforto, seja ele lixo ou defeito, e desenvolver-se a si mesmo na aventura da sua vida.


12 de maio de 2018

Dia das Mães: 5 filmes com mães protagonistas


Hoje é comemorado o Dia das Mães. O cinema sempre está de olho nessa personagem forte e que nos dias de hoje precisa lidar com família, filhos, emprego e vida pessoal sempre tudo ao mesmo tempo agora. Que tal aproveitar essa importante data então para assistir a uma lista de filmes que trazem mães fortes e lutadoras como protagonistas? Pegue a pipoca, o refrigerante ou suco e chame a sua mãe para assisti-los, rir e chorar junto com você.

Tudo sobre Minha Mãe (1999)






O cineasta espanhol Pedro Almodóvar compreende a essência feminina como poucos. Em um dos seus melhores trabalhos, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, o diretor lança seu olhar apurado sobre questões como maternidade, identidade de gênero, amor e morte. O filme narra a história de uma mãe solteira em Madri que vê a morte do seu filho único no dia de seu aniversário de 17 anos. A partir da dor da morte do filho, ela decide ir em busca do pai, uma travesti que vive em Barcelona.

Uma Prova de Amor (2009)




Nesse dramalhão feito para chorar, Cameron Diaz é a mãe de uma adolescente que sofre de câncer e ainda tem que lutar na justiça contra a caçula, que foi concebida com o objetivo de salvar a irmã mais velha doando órgãos. O longa mostra o conflito entre a personagem de Diaz, que abdicou de tudo para cuidar da filha doente, e da caçula, focando também no quão difícil é para uma mãe a ideia de perder um filho.

Minha Mãe e Eu (2016)




O filme narra a história de uma fotógrafa deseja produzir um ensaio sobre o papel da Mãe em diferentes famílias. Buscando modelos, ela conhece diferentes histórias que a ajudaram a enxergar suas relações com sua família de uma nova maneira. As mães que protagonizam o longa são interpretadas por Sharon Stone, Susan Sarandon, Courtney Cox, Christina Ricci e outras

Perfeita é a Mãe! (2016)




Essa comédia que fez bastante sucesso nos cinemas joga por terra todos os estereótipos de como ser uma mãe perfeita. Cansada da responsabilidade de ser uma mãe solteira, Amy e outras duas amigas também mães se juntam em uma noitada para fazer uma série de coisas infantis e irresponsáveis que, na teoria, só deveriam ser feitas por homens.

FALA SÉRIO, MÃE! (2017)





Ângela Cristina (Ingrid Guimarães), mãe da adolescente Maria de Lourdes (Larissa Manoela), está tendo a experiência de guiar sua filha durante uma das fases mais complicadas da vida. Ela vive uma montanha-russa de emoções, com medos, frustrações e um caminhão de queixas para descarregar. Por outro lado, Malu, como prefere ser chamada, também tem suas insatisfações. Teimosa, sofre com os cuidados excessivos e com o jeito conservador da mãe.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

28 de outubro de 2017

Semana Halloween: Filmes sobre bruxas e coisas sobrenaturais...



Dia das Bruxas (Halloween é o nome original na língua inglesa e pronuncia-se: (hæləʊˈiːn/ hæloʊˈiːn/) é uma celebração observada em vários países, principalmente no mundo anglófono, em 31 de outubro, véspera da festa cristã ocidental do Dia de Todos os Santos. Ela começa com a vigília de três dias do Allhallowtide, o tempo do ano litúrgico dedicado a lembrar os mortos, incluindo santos (hallows), mártires e todos os fiéis falecidos.
                  
1 – Elvira, a Rainha das Trevas (1988)

d3oXFcP
Sinopse (AdoroCinema): Elvira (Cassandra Peterson) é a anfitriã de um programa de baixo orçamento sobre filmes de terror, mas tudo pode mudar quando ela herda da tia Morgana (Cassandra Peterson) uma velha mansão em Fallwell, Massachusetts, uma pequena cidade com apenas 1313 habitantes. Ela sonha em vender a casa e ir para Las Vegas, mas encontra dois sérios problemas: o primeiro são os adultos da cidade, que ficam espantados com o modo de como ela se veste e se comporta. Liderados por Chastity Pariah (Edie McClurg), eles fazem forte oposição à presença de Elvira na localidade. O segundo problema é Vincent Talbot (William Morgan Sheppard), um tio de Elvira que não herdou nada, mas deseja obter de qualquer maneira um “livro de receitas” que também foi herdado por Elvira, que dará a ele imensos poderes para fazer diversos tipos de bruxarias.

2 – Abracadabra (1993)

hocus-pocus-2

Sinopse (AdoroCinema): Winnie (Bette Midler), Sarah (Sarah Jessica Parker) e Mary (Kathy Najimy) são três bruxas do século XVII, que chegam ao século XX após seus espíritos serem evocados no Dia das Bruxas. Banidas há 300 anos devido à prática de feitiçaria, elas estão dispostas a tudo para garantir sua juventude e imortalidade. Porém precisarão enfrentar três crianças e um gato falante, que podem atrapalhar seus planos.



3 – Sabrina, Aprendiz de Feiticeira (1996)

Sabrina-the-Teenage-Witch-GIF

Sinopse (AdoroCinema): Sabrina (Melissa Joan Hart) é enviada pelos seus pais para morar com suas duas tias excêntricas, contra a vontade da adolescente. Lá, ela descobre que após seu 16º aniversário ela se tornará uma feiticeira, assim como suas tias. A partir daí a menina começa a enfrentar as dificuldades e benefícios dos poderes recém-adquiridos.

4 – Jovens Bruxas (1996)

anigif_enhanced-17085-1409687107-17
Sinopse (AdoroCinema): Uma jovem (Robin Tunney) se muda de São Francisco para Los Angeles para começar uma nova vida. Lá conhece três alunas do colégio onde estuda que se dedicam ao ocultismo e à magia (tanto que têm a fama de bruxas entre seus colegas). Quando as quatro fazem amizade e começam a praticar magia juntas, desencadeiam um poder que foge do controle, gerando trágicas conseqüências.

5 – Matilda (1996)

tumblr_m09vyv0Mha1rn95k2o1_500

Sinopse (AdoroCinema): Matilda Wormwood (Mara Wilson) é uma criança brilhante de apenas seis anos, que cresceu em meio a pais grosseiros e ignorantes. Seu pai Harry (Danny DeVito) trabalha como vendedor de carros, enquanto que sua mãe Zinnia (Rhea Perlman) é dona de casa. Ambos ignoram a filha, a ponto de esquecerem de matriculá-la na escola. Desta forma Matilda fica sempre em casa ou na livraria, onde costuma estimular sua imaginação. Após uma série de estranhos eventos ocorridos em casa, quando Matilda descobre que possui poderes mágicos, Harry resolve enviá-la à escola. O local é controlado com mão de ferro pela diretora Agatha Trunchbull (Pam Ferris), o que faz com que Matilda apenas se sinta bem ao lado da professora Honey (Embeth Davidtz), que tenta ajudá-la o máximo possível.



6 – Da Magia à Sedução (1998)


pm
Sinopse (AdoroCinema): As mulheres da família Owens tem poderes mágicos. Mas uma maldição as persegue há mais de duzentos anos: qualquer homem que se apaixona por uma delas, morre. Descendentes da bruxa que começou este feitiço, Sally (Sandra Bullock) e Gillian (Nicole Kidman) são duas irmãs que foram criadas por suas tias (Dianne Wiest e Stockard Channing). Já adultas, enquanto Sally se mostra bastante reservada, Gillian foge de casa para ter o primeiro de muitos namorados. Após algum tempo, Sally se casa e tem duas filhas, mas seu marido acaba morrendo atropelado. Até que chega o momento em que ela deve ajudar Gillian, que se envolveu com Jimmy Angelov (Goran Visnjic), um búlgaro agressivo que as ameaça. Sentindo que correm perigo, as duas o envenenam, mas, temendo as conseqüências de tal ato, Gillian convence Sally que o melhor é trazê-lo de volta a vida. Uma decisão que trará uma série de complicações com polícia e com seus próprios poderes.

7 – A Bruxa de Blair (1999)

blair-witch-project-portable
Sinopse (AdoroCinema): Três estudantes de cinema embrenham-se nas matas do estado de Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da bruxa de Blair e desaparecem misteriosamente. Um ano depois, uma sacola cheia de rolos de filmes e fitas de vídeo encontrada na mata. As imagens registradas pelo trio dão algumas pistas sobre seu macabro destino.

8 – As Brumas de Avalon (2001)

Morgaine-the-mists-of-avalon-32191807-500-250
Sinopse (AdoroCinema): Morgana (Julianna Margulies) recorda que a maioria do que foi dito sobre o Rei Arthur (Edward Atherton) e aqueles que o cercavam é mentira, pois, como sacerdotisa de Avalon, onde nasceu a religião da Deusa-Mãe, viveu estes acontecimentos, que começaram quando acontece o maior levante já visto na Bretanha. Os saxões varriam o país matando igualmente cristãos e seguidores da deusa de Avalon. Se um grande líder não unisse cristãos e pagãos, a Bretanha estaria condenada ao barbarismo e Avalon ao desaparecimento. Gorlois (Clive Russell), o pai de Morgana, lutava incansavelmente contra as hordas de saxões. Nesta época Morgana era apenas uma criança, que vivia na Cornuália com Igrane (Caroline Goodall), sua mãe, que era ainda uma seguidora da antiga religião e praticava secretamente a antiga magia. Morgause (Joan Allen), a irmã de Igrane, também lá morava e apreciava o poder de Avalon. Um dia Viviane (Anjelica Huston), que também tia de Morgana e, principalmente, era a grã-sacerdotisa de Avalon, passou a visar apenas um objetivo: salvar Avalon dos saxões. Ela teve uma visão que o rei morreria em 6 meses, sem deixar herdeiros. Viviane comunica a Igrane que ela irá gerar este líder, mas não com Gorlois, seu marido, e sim com um homem que usa o símbolo do dragão e é um seguidor da deusa. A ideia desagrada Igrane, sendo que Morgause diz que não tem marido a quem trair e também tem o sangue de Avalon, assim quer fazer este homem se apaixonar por ela e gerar esta criança. Viviane se opõe, dizendo que ninguém pode viver o destino de outro, e fala para Morgause que ela tem um rei e filhos no seu futuro, mas não dá explicações. Viviane planeja salvar Avalon através da unção e treinamento de sua sobrinha, Morgana, como sua sucessora, manipulando a linhagem real para gerar Arthur, um rei que abraçará tanto as crenças pagãs quanto o cristianismo. Desta forma Avalon seria salva, pois a ilha é o centro pagão do poder e um mundo místico invisível para aqueles que não crêem. Porém, conforme o cristianismo avança pela Inglaterra e mais pessoas se afastam da Deusa, esse reino misterioso se torna difícil de alcançar até mesmo para os que têm fé, com a ambiciosa Morgause se empenhando em frustrar seus planos. Viviane tem um temperamento determinado e boas intenções, mas comete um erro que atingirá Morgana pessoalmente e afetará toda a Bretanha.

9 – Harry Potter (2001)

Hermione-GIF-s-hermione-granger-34185636-500-243

Sinopse (AdoroCinema): Harry Potter (Daniel Radcliff) é um garoto órfão de 10 anos que vive infeliz com seus tios, os Dursley. Até que, repentinamente, ele recebe uma carta contendo um convite para ingressar em Hogwarts, uma famosa escola especializada em formar jovens bruxos. Inicialmente Harry é impedido de ler a carta por seu tio Válter (Richard Griffiths), mas logo ele recebe a visita de Hagrid (Robbie Coltrane), o guarda-caça de Hogwarts, que chega em sua casa para levá-lo até a escola. A partir de então Harry passa a conhecer um mundo mágico que jamais imaginara, vivendo as mais diversas aventuras com seus mais novos amigos, Rony Weasley (Rupert Grint) e Hermione Granger (Emma Watson).

10 – A Feiticeira (2005)

tumblr_n1lqmmZM9A1rob81ao3_r1_250
Sinopse (AdoroCinema): Isabel (Nicole Kidman) é uma bondosa bruxa, que vive no vale californiano de San Fernando e deseja mudar de vida. Isabel está decidida a renegar seus poderes sobrenaturais e levar uma vida normal. Enquanto isso Jack Wyatt (Will Ferrell), um ator que deseja resgatar sua carreira, se dedica integralmente à nova versão da clássica série de TV “A Feiticeira”, exibida nos anos 60, na qual interpretará o personagem Darrin. Por acaso Jack conhece Isabel, por quem sente uma atração imediata. Convencido de que Isabel poderia interpretar a personagem Samantha na série, Jack a convence a se tornar atriz. Por sua vez Isabel vê em Jack a chance de levar uma vida normal, sem precisar usar seus poderes, e por isso aceita o papel.

11 – Stardust – O Mistério da Estrela (2007)

tumblr_lgjzuiCxXa1qgeyd8o1_500

Sinopse (AdoroCinema): O jovem Tristan (Charlie Cox) tenta conquistar o amor da bela e fria Victoria (Sienna Miller) indo em busca de uma estrela cadente. A jornada o leva a uma terra esquecida e misteriosa, além dos muros da cidade. Porém Tristan não é o único atrás da estrela cadente. Os quatro filhos do rei de Stormhold (Peter O’Toole) e os espíritos de seus três filhos já falecidos também estão atrás dela, assim como a feiticeira Lamia (Michelle Pfeiffer), que deseja usá-la para recuperar a juventude. Para enfrentar todos estes concorrentes Tristan precisará ganhar o amor da estrela, que se transformou em uma garota chamada Yvaine (Claire Danes).

12 – O Aprendiz de Feiticeiro (2010)

tumblr_n5q8sbRTtk1sq6b0ro1_500



Sinopse (AdoroCinema): Balthazar Blake (Nicolas Cage) é um feiticeiro que mora em Manhattan. Ele busca defender a cidade de seu arquinimigo, Maxim Horvarth (Alfred Molina), mas não é capaz de cumprir esta tarefa sozinho. Para tanto ele recruta Dave Stutler (Jay Baruchel), um rapaz comum mas com um potencial oculto, para ser seu aprendiz. Balthazar passa então a ministrar um rápido curso na arte e ciência da magia, de forma a torná-lo seu aliado na luta constante contra as forças de Horvarth.



13 – Dezesseis Lua (2013)


Beautiful-Creatures-beautiful-creatures-33719142-500-208
Sinopse (AdoroCinema): Cidade de Gatlin, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Ethan Wate (Alden Ehrenreich) é um estudante do terceiro ano do colegial, que não vê a hora de sair do local. Ele considera Gatlin uma cidade pacata demais, onde nada de interessante acontece, mas se vê preso ao local por ter que cuidar de seu pai, que não deixa o quarto desde que a esposa faleceu em um acidente de carro, um ano antes. Já há alguns meses Ethan é atormentado por sonhos misteriosos, onde vê uma garota desconhecida. Um dia, ele a encontra em sua sala de aula. Trata-se de Lena Duchannes (Alice Englert), uma jovem de 15 anos que está morando com o tio, Macon Ravenwood (Jeremy Irons), descendente da família que fundou Gatlin. O problema é que Macon e seus familiares têm fama de serem satanistas, o que faz com que boa parte da população da cidade se volte contra eles. Não demora muito para que Ethan se interesse por Lena, sem saber que ela e os integrantes de sua família possuem poderes. Eles precisarão lutar pelo amor que sentem um pelo outro, especialmente devido à uma maldição que assombra a união.

14 – Oz, Mágico e Poderoso (2013)

Y7ZwbKX
Sinopse (AdoroCinema): Oscar Diggs (James Franco) trabalha como mágico em um circo itinerante, é bastante egoísta, mas é seu envolvimento com mulheres que o acaba levando para uma mágica aventura na Terra de Oz. Chegando lá, ele conhece a bruxa Theodora (Mila Kunis), que o apresenta para a irmã Evanora (Rachel Weisz). Acreditando que estaria fazendo um bem para a população local, ele decide enfrentar a bruxa Glinda (Michelle Williams), mas descobre que ela lembra um amor do passado e seu comportamento em nada se assemelha ao de alguém realmente malvado. Dividido entre saber quem é do bem e quem é do mau, Oscar se depara com um lugar rico em belezas, cheio de riquezas, estranhas criaturas e também mistérios. Vivendo este conflito, o ilusionista vai usar sua criatividade para salvar o tranquilo povo de Oz das garras de um poderoso inimigo. Para isso, contará com a inusitada ajuda de Finley, o macaco alado, e uma menina de porcelana.

15 – Malévola (2014)

tumblr_n5f2bxCP5Z1qabls9o1_500
Sinopse (AdoroCinema): Baseado no conto da Bela Adormecida, o filme conta a história de Malévola (Angelina Jolie), a protetora do reino dos Moors. Desde pequena, esta garota com chifres e asas mantém a paz entre dois reinos diferentes, até se apaixonar pelo garoto Stefan (Sharlto Copley). Os dois iniciam um romance, mas Stefan tem a ambição de se tornar líder do reino vizinho, e abandona Malévola para conquistar seus planos. A garota torna-se uma mulher vingativa e amarga, que decide amaldiçoar a filha recém-nascida de Stefan, Aurora (Elle Fanning). Aos poucos, no entanto, Malévola começa a desenvolver sentimentos de amizade em relação à jovem e pura Aurora.




Feliz Halloween!!! 

e muitas gostosuras e travessuras para todos vocês!


6 de maio de 2017

A Girl Like Her (2015)


A Girl Like Her (2015)


Aos 16 anos, Jessica Burns guarda um segredo. A única pessoa que o conhece é seu melhor amigo, Brian Slater. Durante o ano, ela tem sofrido com as maldades da sua ex-melhor amiga, Avery Keller, uma das alunas mais bonitas e populares da escola. O que se pode fazer quando o mundo vê a imagem de uma pessoa que não corresponde a realidade? Com a ajuda de Brian e uma câmera, as imagens das maldades de Avery são filmadas e finalmente mostradas a todos, fazendo com que as duas garotas e suas famílias tenham que encarar a verdade.

A Girl Like Her é um longa metragem americano em formato de documentário dirigido por Amy S. Weber. As estrelas de filme Lexi Ainsworth como Jessica Burns, um estudante de escola secundária bullied de 16 anos que tenta o suicídio. O filme foi originalmente intitulado "The Bully Chronicles", mas o título foi posteriormente alterado.


O filme começa com Jessica (Lexi Ainsworth) em seu quarto, chorando e andando. Ela caminha para seu banheiro e toma um punhado de comprimidos de seu armário de remédios. É revelado que a escola secundária em que ela estuda, ganhou uma chance para um documentário para ser uma escola pública que colocou como uma das dez melhores escolas em todo o país.

A tentativa de suicídio e hospitalização de Jessica se espalha rapidamente em toda a escola, e as câmeras capturam os alunos chorando e falando sobre a situação. As equipes de câmera percorrem entrevistando crianças sobre Jessica, e revelam que seu principal atormentador foi a sua ex-melhor amiga, Avery Keller ( Hunter King ). Eles a procuram e ela nega sempre intimidar Jessica e afirma que eles estavam brincando.


Eles perguntam se ela quer fazer parte do filme, dizendo que querem ver a vida de uma garota popular, como Keller afirma que ela, como uma menina popular, é muitas vezes mal interpretado. Eles vão para sua casa naquela noite, onde se encontram com sua mãe, irmão e pai e ver o quão difícil é a sua vida doméstica. Eles gravam filmagens de sua vida e dão a ela uma filmadora com a qual filmar filmagens extras de si mesma para que outras pessoas vejam como é ser popular.


À medida que o filme avança e os alunos continuam a lidar com o que está acontecendo, a equipe da câmera conversa com o melhor amigo de Jessica, Brian (Jimmy Bennett). Brian convida a tripulação para sua casa. Ele diz à tripulação que o bullying tem acontecido por cerca de 6 meses e que eles começaram a filmar o bullying com uma câmera escondida disfarçada como um pino libélula, bem como com a câmera de Brian. Ele mostra-lhes imagens de Avery intimidando Jessica, confirmando o que outros tinham afirmado sobre a relação entre as duas meninas. Também nas filmagens estão as cenas de Jessica chorando e dizendo que ela não pode agüentar mais.


No dia seguinte na escola, a equipe se aproxima de Avery novamente e diz que eles têm provas de que ela intimida Jessica. Eles perguntam se ela quer vê-lo, e ela concorda em encontrá-los em sua casa naquela noite.

Mais tarde naquela noite no hospital, os pais de Jessica a visitam quando ela perde o pulso. Seus pais e as câmeras são expulsos da UTI, como os médicos tentam reviver Jessica. Neste ponto, Avery está assistindo a filmagem de sua intimidação Jessica. Avery começa a demonstrar-se mais humana e sofre assistindo aos videos e solicita que seja desligado. Chorando histericamente, ela diz ao cineasta como é pesaroso e arrependido, como ela conforta Avery e diz-lhe que ela é realmente uma boa pessoa.

Os médicos são capazes de recuperar o pulso de Jessica, mas dizem que devido à não-melhora de seus órgãos, ela acabará por sucumbir à insuficiência total de órgãos se ela não acordar do coma em breve.

Percebendo as conseqüências de suas ações, Avery posta um vlog, declarando em lágrimas que nenhuma pessoa merece ser tratada da maneira que ela tratou Jessica e se desculpa profundamente. Ela termina o vídeo com: "Meu nome é Avery Keller, e eu sou um valentão.". 


O filme termina com um corte no rosto de Jéssica, no qual ela abre os olhos e olha ao redor, antes de finalmente olhar diretamente para a câmera.

⭐⭐⭐⭐⭐

O documentário A Girl Like Her em a capacidade de reciclar o tema Bulling e suicidio de uma forma que o conteúdo não se torna enfadonho ou moralista, podemos verificar os diferentes "tipos de valentões" desde os alunos que veêm as cenas de intimidaçoes seguidos de agressão e os alunos que acham engraçado o modo que os valentões tratam os seus colegas não populares... 

A cada cena, o bullying é sentido na pele, como se a dores da personagem fossem de alguma forma as nossas proprias dores... Um filme que o coração fica apertadinho do começo ao fim.





ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):
© Lado Milla
Maira Gall