Formatura
Mostrando postagens com marcador Formatura. Mostrar todas as postagens

20 de junho de 2017

Da vida que eu carrego no pulso...


Eu adoro detalhes. Eu aprendi a gostar de pequenos detalhes desde muito cedo... O tipo de fotografia que eu mais gosto de registrar é aquela cheia de detalhes&significados. Eu tenho um caixa decorada cheia de memórias: ingressos de cinema, shows, lembrancinhas , bilhetes, cartas... Sou dessas que não nega apego errado: Eu me identifico muito com os participantes do programa Acumuladores. Porém, sempre estou arrumando a caixinha que sempre ameaça "explodir de memórias...".

E u já tinha lido sobre a pulseira " Life by Vivara" no blog da Ana Luísa faz um tempinho... Ela escreveu um post em seu blog, para explicar cada uma das suas escolhas para os pingentes . Na época, eu adorei a idéia mas ter um pulseira como aquela não estava nos meus plano$$$ naquele momento.

Esse parágrafo introdutório é só para dizer que eu me formei em Psicologia esse ano e ganhei de presente de formatura da minha amiga uma pulseira Life Prata Fina, e estou enchendo ela de pingentes e carrego um pouquinho da minha história no meu pulso. Resolvi então que iria escrever um post explicativo de cada uma das minhas escolhas de pingente:



Psicologia (presente) - Eu ganhei esse pingente junto com a pulseira no dia que virei oficialmente Psicologa!

Peixes (presente) - Eu ganhei esse pingente junto com a pulseira eu sou pisciana do dia 22 de fevereiro.

Nossa Senhora Aparecida - Eu queria algo que me simbolizasse a minha religiosidade. Eu, como toda boa católica, sou devota e muito agradecida a Nossa Senhora Aparecida. A fé fez de mim uma pessoa melhor, não tinha como não ter algo que simbolizasse isso na pulseira da minha vida, né?

Bicicleta - Eu comecei a aprender a andar de bicicleta esse ano. Estou tirando as rodinhas aos poucos e usando somente como auxilio para não cair.

Sobre a vida que carrego no pulso... É apaixonante o fato de poder olhar para partes icônicas da minha vida e vê-las contadas num fio de pulseira. Quero outros pingentes, com outros significados: livros, maquina fotográfica (também sou formada em fotografia), cachorrinhos (o Teddy e a Mallu )... Quero um pingente que represente o meu lado gaúcho (cuia de chimarrão) e a minha cidade onde moro (Florianópolis). E por hora é isso. O dia que eu acrescentar mais coisas, faço um update.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

14 de abril de 2017

Enfim, Psicóloga!


"não é sobre o quão rápido chegarei lá/
não é sobre o que está me esperando do outro lado. 
É a escalada...♪". 
Então eu formei.


Há 1 ano atrás, escrevi a minha trajetória no curso de graduação em Psicologia e Sobre o tal do trabalho de conclusão de curso:
Meu primeiro dia de aula na faculdade foi assustador! Eu, recém saída do ensino médio com uma turma de alunos já na sua 3° e 4° graduação... Me senti "pequena" diante dos assuntos e opiniões MEGA elaborados e eu ficava quieta com medo de falar alguma besteira. Segui com essa turma até a 5° fase, tive que refazer algumas matérias e acabei diminuindo a quantidade de matérias do semestre. Dessa turma se formaram poucos alunos (menos de 10 alunos) alguns foram desistindo durante os semestres (...) As turmas do curso de Psicologia que "Migrei" durante esses semestres tinha uma característica em comum: Desunião (mal de humanas?). Tínhamos uma nota a N3 "trabalhos em grupo" quando eu não tinha a opção de fazer individualmente sempre foi um "parto" de achar um grupo decente. Minhas piores crises de gastrite se devem a esses momentos de maior stress durante esses dez semestres da graduação. (...) Cheguei a trancar a faculdade 2x: Há primeira vez, eu não tava vendo mais sentido no curso que escolhi .. Depois de ter feito um estágio não obrigatório desses que pagam mal e não tinha nada haver com Psicologia... No final do semestre, eu decidi voltar para o curso de Psicologia. Há segunda vez, eu tirei umas férias de um semestre. Me desentendi com a supervisora de estágio na época, quando voltei no segundo semestre e soube que eu não fui a única a "profissional" se desentendeu com outras alunas também e acabou sendo demitida. Prossigamos...
Teve estágio básico que foi a realização de um sonho! Trabalhar com crianças na escola (Psicologia Escolar).





O meu TCC foi um projeto de pesquisa sobre Problemas Psicológicos na Migração com os Haitianos na cidade de Florianópolis/SC.

(...)Vim falar sobre o TCC. Na semana passada, eu apresentei o meu Trabalho de Conclusão de Curso naqueles longos e intermináveis 30 minutos entre a minha apresentação #tremia e mais trinta minutos da pontuação dos avaliadores e o recebimento da nota. Em momento algum, pensei na nota... Queria passar TODO o meu conhecimento do projeto em si, e que toda a minha trajetória até ali não foi em vão teve crescimento em todas as etapas principalmente dos estágios (Básico e Específico). No dia seguinte, minha supervisora me mandou um e-mail, parabenizando-me pela apresentação e informando que a minha nota foi 9,5. Fiquei Feliz!
Nesses últimos 3 anos de graduação, eu fui abençoada com amigos, colegas e professores... Que me incentivaram a dar sempre o meu melhor! Algumas "puxadas de orelha" quando era preciso e conforto em momentos de sufoco e duvidas... 
No inicio da  colação de grau, a secretaria tinha que escolher uma  das graduadas para ler o juramento oficial dos formandos em Psicologia (salva por uma Camila!), esse juramento deve ser feito na colação de grau que é um evento público oficial que formaliza a conclusão de um curso superior. Todos os formandos em Psicologia devem repetir esse juramento na ocasião da colação de grau.
“COMO PSICÓLOGO, EU ME COMPROMETO A COLOCAR MINHA PROFISSÃO A SERVIÇO DA SOCIEDADE BRASILEIRA, PAUTANDO MEU TRABALHO NOS PRINCÍPIOS DA QUALIDADE TÉCNICA E DO RIGOR ÉTICO. POR MEIO DO MEU EXERCÍCIO PROFISSIONAL, CONTRIBUIREI PARA O DESENVOLVIMENTO DA PSICOLOGIA COMO CIÊNCIA E PROFISSÃO NA DIREÇÃO DAS DEMANDAS DA SOCIEDADE, PROMOVENDO SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DE CADA SUJEITO E DE TODOS OS CIDADÃOS E INSTITUIÇÕES.”
Nesse juramento, eu incluiria a frase do Carl Jung (que foi considerado o pai da Psicologia) que ele diz que: Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.

O meu primo mais novo encantado com o "canudo"

Em 2005, achei que esse momento nunca chegaria e em 2010 achei que não iria me formar em Psicologia... Agora, estou aqui, sentada escrevendo sobre toda a minha trajetória e confirmando aquela velha história que diz que: A vida " não é sobre o quão rápido chegarei lá/não é sobre o que está me esperando do outro lado. É a escalada...♪".




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

© Lado Milla
Maira Gall