LC
Mostrando postagens com marcador LC. Mostrar todas as postagens

23 de julho de 2020

Precisamos conversar sobre a mulher na literatura.

  

Quem acompanha o blog deve ter visto o post "Retrospectiva Literária do ano" onde eu escrevo uma Retrospectiva dos livros que li naquele ano... Nos ulltimos três anos, eu percebi que li somente 12 (doze) livros escrito por mulheres. Claro, que isso não deveria ser um pré-riquisito de uma boa leitura. Mas, considerando o fato que a nossa cultura não favorece a mulher em nenhum aspecto... Isso torna-se um pré-riquisito necessário para o inicio de uma conversa sobre a mulher na literatura.

Algumas perguntas circulam na minha mente quando eu penso no papel da mulher na literatura:Quantos livros escritos por mulheres você já leu durante e sua vida? Ou recentemente? Ou que te indicaram? Quantas personagens femininas fortes fazem parte da sua história?

O Leia Mulheres vem pra mudar suas respostas.

Em 2014 a escritora Joanna Walsh decidiu levantar a bandeira feminina no campo da literatura com a campanha #ReadWomen2014, felizmente essa campanha vem se propagando pelo mundo e ajudando jovens leitoras e escritoras. No Brasil a campanha ganhou forma com a iniciativa Leia Mulheres, dirigida por Juliana Gomes, Juliana Leuenroth e Michelle Henriques.

A Juliana Gomes teve a ideia do projeto a partir da hashtag #ReadWomen que comentamos. Ela queria tornar a ideia um pouco mais prática e decidiu fazer um clube de leitura dentro do tema. Então convidou a Juliana Leuenroth e a Michelle Henriques para serem mediadoras, e assim começou o primeiro clube, em São Paulo. Hoje os clubes estão presentes em mais de 40 cidades brasileiras, em parcerias com livrarias e principalmente em contato direto com as autoras. Existem gestoras e mediadoras em todas as cidades (você confere a lista aqui).

Aí reside a importância desse tipo de projeto e que a gente abra os olhos para uma frase que as meninas disseram e me marcou bastante. Segundo elas, é a motivação que possuem para continuar:
“Queremos continuar divulgando a literatura produzida por mulheres, e acabar com o preconceito e com a ideia da literatura “feminina” ou “de mulherzinha”. Mulheres produzem todo tipo de escrita e merecem ser divulgadas entre todos os nomes da literatura.”
Por isso todas são relevantes no levante desta bandeira, e vale lembrar que, não importa de que assunto estamos falando, mulheres devem sempre ter em mente que o mundo é nosso e podemos fazer o que quisermos. As meninas veem o futuro com otimismo, a perspectiva de mulheres se unindo e criando novos projetos como esse fortalece ainda mais a literatura.

Agora por causa do COVID-19 e por estarmos em isolamento social conheci vários grupos de Leituras Coletivas no Whattzsapp e um LC que chamou bastante  a minha atenção foi o 📖🌻LC | LEIA MULHERES 🌻📖 Link do grupo:https://chat.whatsapp.com/HJ4m0BKTe9R2fsYbRbPS1h
organizado pela Milena desde o mês passado e atualmente estamos lendo Americanah, Chimamanda Ngozi Adichie.

ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):
© Lado Milla
Maira Gall