Livros.Metas
Mostrando postagens com marcador Livros.Metas. Mostrar todas as postagens

13 de setembro de 2017

AS LEITURAS DE 2017 (ATÉ AGORA...)

ou TAG 50%

A metade do ano de 2017 ja se foi e eu achei maravilhoso o ano estar passando tão rápido. Estamos em setembro e ja estou atrasada para responder a TAG dos 50%que basicamente de trata de fazer um balanço dos livros lidos nesses últimos 6 meses. A TAG foi criada pela Chami do ReadLikeWildfire e traduzida pelo Victor do Geek Freak. No final do ano, eu escrevo a Retrospectiva Literária que tagarelo sobre as minhas leituras dos dois semestres.Mas está aí a TAG, e claro, aproveita e me conta como foram as sua leituras desse ano até agora 😊

1. O melhor livro que você leu até agora, em 2017. 

A Guerra Que Salvou a Minha Vida Kimberly Brubaker Bradley Essa história é maravilhosamente marcante! É a minha leitura preferida desse ano. Um ponto que me tocou bastante, é que em várias partes a autora deixa claro que os dois irmãos não sabem ler ou não sabem o nome de atividades simples do dia a dia, e era necessário um adulto e Susan se tornou aos poucos uma mãe ideal para aquelas crianças... Ada me arrancou lagrimas e risos durante a sua trajetória em vê-la perceber que é capaz de muitas coisas, algumas até que ela nem imaginava. Senti cada emoção junto com os personagens.

2. A melhor continuação que você leu até agora. 

A trilogia O Lar da Srta. Peregrine Para Criança Peculiares da Riggs, Ransom pode ser considerada a primeira trilogia que eu li Comecei a ler a segundo livro da trilogia no mês passado mais ainda não terminei.


3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito. 

Tartarugas Até Lá Embaixo John Green. Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances.


4. O livro mais aguardado do segundo semestre. 

A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL da autora Carl Sagan e Star Treké o primeiro livro de ficção científica da linha DarkLove. Livros escritos por autoras com grandes histórias para contar, prontas para desbravar novos mundos.

5. O livro que mais te decepcionou esse ano. 

O livro Passarinho Crystal Chan foi lançado em 2014 e desde então eu fiquei com vontade de ler esse livro. Porém, quando enfim comprei esse livro em liquidação e ao folhear as 100 primeiras páginas a leitura empacou...  

6. O livro que mais te surpreendeu esse ano. 


O livro ECOS, Escrito pela autora Pam Muñoz Ryan, foi o livro que mais me surpreendeu nesse primeiro semestre de 2017. Esse é o terceiro livro da Darkside - coleção Darklove que leio. Diferente dos outros livros a autora quebra seu coração em pedacinhos três vezes e te deixa com um ponto de interrogação (?) até o final das três histórias a própria autora falou sobre a dificuldade de tecer ambas. Geralmente eu leio nas madrugadas e ficava aflita a cada final de capitulo. A autora consegue se redimir no ultimo capitulo tecendo um grande final para os personagens.

7. Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente).

Clare Vanderpool é uma das autoras que eu conheci recentemente. Porém, já é a minha nova autora favorita.


8. A sua quedinha por personagem fictício mais recente. 


Eu tive um "quedinha" pelo personagem Early Auden, uma criança prodígio que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor.

9. Seu personagem favorito mais recente. 


A narrativa de A Guerra que Salvou a Minha Vida se passa durante a Segunda Guerra Mundial, onde os irmãos Ada e James vivem com a mãe em Londres. Nós conhecemos a protagonista da trama logo no início, quando somos apresentados a uma menina de dez anos que sofre agressões físicas e psicológicas de sua mãe porque ela tem ”pé torto”. Enquanto seu irmão James – ao qual ela é muito apegada e serve de motivação para que ela siga em frente – pode sair e descobrir o mundo brincando com as outras crianças, ela precisa ficar isolada em seu apartamento, pois sua mãe a considerada uma vergonha e acredita que ela não é merecedora de ser feliz pela deficiência que tem.

10. Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre. 


A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar conta a história de Esther Grace Earl, diagnosticada com câncer da tireoide aos 12 anos. A obra é uma espécie de diário da jovem, com ilustrações, fotos de seu arquivo pessoal, textos publicados na internet, bate-papos com os inúmeros amigos que fez on-line e reproduções de cartas escritas em datas comemorativas como aniversários. Ester Grace foi a inspiração para o livro A culpa é das estrelas.

11. Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre. 

Apenas 01 livro? No primeiro semestre de 2017 eu conheci os livros da editora Darkside da coleção Darklove e foi uma leitura que me deixou feliz e com o coração quentinho.


12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora

Eu estou com grandes expectativas para a adaptação cinematográfica do livro Extraordinário que será lançado ainda esse ano.

13. Sua resenha favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo).

A minha resenha favorita é do livro Em Algum lugar nas estrelas foi a minha primeira viagem sensorial com Blues e principalmente Bilie Holiday.


14. O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano.

O livro Ecos, da autora Pam Muñoz Ryan que veio na minha primeira malinha do Turista Literário (julho) que antes de finalmente ler eu fiquei admirando o livro.

15. Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

Eu preciso MUITO ler os livros que estão na parte da estante dos "livros ñ lidos" até o final do ano.


6 de julho de 2015

#MLI2015 & Desafios Literários.


Quando o assunto é leitura; SEMPRE vou preferir a qualidade do que a quantidade por isso leio MUITO devagar... Nesse primeiro semestre, eu li 12 livros. Minha meta de leitura foram dois livros por mês, mais do que li no ano passado inteiro! Foi pensando nisso, que há tempos eu estava pensando em participar de alguma Maratona dessas que pipocam na Blogosfera nessa época.

Soube hoje sobre um desafio literário criado pelo canal Geek Freak a Maratona Literária de Inverno 2015 (#MLI2015).

A Maratona Literária de Inverno 2015 consiste em um desafio de LEITURA INTENSA durante o período de um mês (de 06 de Julho a 03 de Agosto). Durante esse mês, todos os participantes são encorajados a ler uma quantia maior de livros do que a que estão acostumados. Ao montar a sua TBR (to-be-read / livros a serem lidos), os inscritos são livres para escolher a quantidade e os livros que quiser Pra deixar tudo mais divertido, o Vitor inseriu semanas temáticas para o período e, se quiser, você pode escolher livros que se encaixem nesses temas (você pode conferir quais são os temas/desafios aqui e, de quebra, também fica sabendo mais sobre o evento!).

Eu montei a minha TBR (to be read, livros que pretendo ler) sem seguir nenhum tema proposto pela Maratona prefiro assim... esses livros estavam na parte dos livros não lidos há um tempinho...
 

A #MLI 2015 começa HOJE e vai atéééé o dia 3 de agosto. Escrevo as resenhas dos livros que vou lendo e posto no final da Maratona.

© Lado Milla
Maira Gall