Projeto's
Mostrando postagens com marcador Projeto's. Mostrar todas as postagens

18 de novembro de 2020

Semana 35: Minhas piores compras foram:



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

Que dificuldade...

Tem itens do desafio que é uma belezinha, nem preciso pensar muito, em compensação tem outros que não faço a menor ideia, como esse, por exemplo. Posso ser considerada uma pessoa que faz compras conscientes devezenquando eu tenho pequenos "Delirios de consumo...". Então, eu tentei lembrar de algumas coisas que eu poderia muito bem ter deixado de comprar. Vamos ver se consigo completar esse desafio da semana:

1. Dois ursos de pelucia gigantes;


Quantdo eu tinha 18 anos eu comecei a trabalhar em uma empresa de Telemarketing, eu ganhava na época menos de um salário minimo...  No primeiro salario eu bem tapada comprei uma rifa para ganhar dois ursões gigantes. Lembro que eu fiquei sem grana o mês inteiro!

2. Uma camisa de Pin up;


No curso de fotografia tinha uma garota vendendo umas camisetas super trançadas. Eu fiz a besteira de comprar uma camiseta baby-look amarela e essa acabou sendo uma camiseta cara, paguei 50 temers na época e acabei não usando muito...

3. Livros por RS 9,90 nas lojas Americanas;



Tive um momomento Delirios de consumo... no balaio de livros nas lojas Americanas. E realmente comprei livros maravilhosos por 9,90 nesse dia. Comprar livros nunca é "pior compra" mas, eu ainda não li esses livros e acabou empacando na lista dos livros ñ lidos.


4. Sapato de coruja;



Eu comprei esse sapato por impulso, a vendedora jurou que alargaria assim que eu começasse a usar... Resumo da ópera, acabei doando para a minha avó.

5. Acessórios para  fotografar;


Eu sempre gasto bastante com acessórios para montar cenários para fotografar os meus livros.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 
 (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5






Semana 34: Livros que eu acho que todo mundo deveria ler:



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 



Quando eu estava no 7° ano do fundamental tínhamos uma aula de literatura na biblioteca. Tínhamos que escolher um livro para lermos para fazer fichamento que valeria 25% da nota. As aulas de leitura na biblioteca eram as minhas preferidas e eu realmente gostava de ficar lendo. Às vezes, eu até me esquecia de prestar atenção nos papos animados das minhas amiguinhas na biblioteca... 


No projeto 52x5 dessa semana, eu irei escrever sobre as leituras que mais me marcaram nessa época:


Fonte:amanhaseradiferente
Eu li Balança Coração do Walcyr Carrasco quando eu estava no 7° ano do fundamental... Eu lembro que esse livro era disputadissimo entre as meninas da minha sala era a primeira vez que eu estava lendo um romance. A narrativa era sobre um romance entre Malu uma vegetariana radical e João um carnívoro convicto, ois jovens muito diferentes em sua forma de viver, mas iguais em seus sonhos e suas descobertas. é impossível não se apaixonar por esse casal tão diferentes.



O livro que mais me marcou veio em 1999 (um ano antes do que relatei acima...). O tal livro é Pretinha, eu? do autor Júlio Emílio Braz esse livro foi indicação de uma professora de português para a aula de leitura. Eu tinha 13 anos nessa época e tinha recém mudado de escola por motivos de saúde... Sofri Bullying todos os dias do ano que estudei no colégio T. Sofria todos os tipos de agressões; intencionais, verbais e psicológicas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. No meu caso, por exemplo, a crueldade veio também por parte dos adultos professores da época “Ela parece à pretinha da história...” reforçando apelidos e motivos de chacota se eu já não tivesse motivos e não sofresse o suficiente.



Depois daquela viagem, Diário de bordo de uma jovem que aprendeu a viver com AIDS. No tom coloquial próprio dos jovens, Valéria Polizzi relata com bom humor e descontração as farras com a turma de amigos, a dúvida entre "ficar" ou namorar, o despertar da sexualidade, a angústia diante do vestibular e muitas coisas que atormentam qualquer adolescente. Tudo isso seria perfeitamente natural se não fosse por um pequeno detalhe que iria fazer uma enorme diferença: Valéria contraiu AIDS aos 16 anos.

A autora mostra como, de repente, por causa de quatro letrinhas, sua vida passou por uma reavaliação radical. Ela expõe, sem meias palavras, como a doença mexeu com sua cabeça e com os seus sentimentos, ficando claro a sua resolução de preservar sua condição de ser humano a qualquer custo.
pausaparanerdices


A Droga da Obediência é o primeiro livro da série de personagens os Karas. Tive acesso à este livro no ano 2000, quando estava na 6ª série do Ensino Fundamental. Eles são um incrível grupo de adolescentes que proporcionam toda a aventura desse ótimo livro criado pelo prestigiado Pedro Bandeira."O grupo, criado como uma brincadeira por Miguel - agora com seu mais novo integrante, Chumbinho - acaba se envolvendo em um perigoso enredo com a droga da obediência, uma droga maléfica que faz com que os adolescentes fiquem apáticos.



O livro Extraordinário foi lançado em 2013. Quando eu li esse livro ainda na  pré-estreia...  Um sentimento de gratidão invadiu a alma! É impossivel não se sensibilizar com a história de Auggie Pullman, um garoto que sofre da síndrome de Treacher Collins, que causa deformação facial.

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
(principalmente no Snap!!):

12 de novembro de 2020

Aquele que eu criei um Blog Literário...

 Nesses últimos meses eu tenho escrito muito sobre literatura por aqui. 

No inicio do blog, eu criticava bastante os outros blogueiros por escrever resenhas literárias. Ainda tenho minhas criticas... Porém, eu comecei a escrever resenhas dos livros que freqüentemente eu ia lendo... E fotografar os detalhes desses livros para ilustrar o texto. Comecei a organizar as resenhas na página Leituras. Sim, eu vivo para pagar com a minha própria língua! 


Quando eu criei um Instagram Literário o conteúdo era baseado nas resenhas que eu já tinha escrito aqui no blog. Foi que eu percebi que essas resenhas tinham alguns erros ortográficos e as fotos estavam ruins para servir de ilustração... Então, no mês de setembro eu comecei a "re-escrever" essas resenhas e aprendi a criar um cenário bacana para fotografar os meus livros que servem de ilustração para o texto aqui no blog. 


Embora, eu tenho escrito muito sobre literatura no Lado Milla nos últimos meses... Aqui ainda é um blog pessoal onde eu gosto de escrever sobre aleatoriedades & abóbrinhas da vida cotidiana, e as vezes sobre livros... Sem nenhuma pressão que um nicho impõem quando trata-se de criar algum tipo de conteúdo na Blogosfera. 


Então, em Novembro de 2020, criei também um Blog literário com extensão ao perfil literário no Instagram, e assim nasceu o Expresso Literário com uma temática voltada para o universo da literatura.



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

11 de novembro de 2020

Semana 33: Tenho medo de:


Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras.


Esse post não foi muito complicado de escrever. Eu sou uma pessoa muito medrosa! As coisas listadas nesse post são mais coisas que mais que eu tenha medo eu me acostumei a contornar em algumas situações.

Tenho medo de escuro: A noite eu gosto e só consigo dormir no escuro o problema é ficar no escuro quando eu estou acordada. Não gosto de estar em ambientes com queda de energia, apagão ou ambientes muito escuros...



Tenho medo de aranha: e de insetos rastejantes... Fico realmente histérica se vejo algum inseto desses que resolve ainda voar!


Tenho medo de filmes de terror: Não gosto de ficar levando sustos e morrendo de aflição, portanto evito ao máximo assistir filmes de terror. Eu não consigo evitar fechar os olhos em cenas tensas, não estou nem aí se é uma cena importante do filme, fecho os olhos e não abro até essa cena passar. Morro de medo mesmo.



Tenho medo de perder as pessoas que eu amo: Sou muito dependente de pessoas que eu amo, preciso dessas pessoas para serem meu porto seguro, e não sei se é muito bom depender tanto assim delas, a ponto de morrer de medo de perde-las. Sei que um dia isso vai acontecer, eu querendo ou não, mas preciso de um longo tempo para me acostumar com essa ideia. Longo tempo que eu digo é mais de setenta anos.



Fracasso - tenho medo de chegar a um determinado momento de uma idade mais avançada e pensar “Minha vida é uma droga,! Eu não fiz nada do que eu queria, eu não tenho nada que vale a pena...”.



Solidão - acho que esse medo está associado ao primeiro.




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
(principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5 



28 de outubro de 2020

Semana 31: Quando não tenho nada para fazer, eu gosto de:


Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

Assistir seriado na Netflix:


Fazer uma temporada de filmes em baixo das cobertas é algo que eu gosto muito de fazer quando eu não estou fazendo nada ...

DORMIR:




Amo dormir. (me julguem!) no começo do ano passado (que eu não estava trabalhando...) adorava tirar uma soneca depois do almoço (delicia...) hoje só durmo a tarde no final de semana...

LER:


Ler é bom em qualquer momento principalmente quando não temos nada para fazer...

OUVIR MÚSICA


Eu ouço música o tempo todo, mas também gosto de parar e fazer só isso: fechar os olhos e apenas ouvir. Também gosto de cantar e sair dançando com pouca roupa pelo quarto quando não tem mais ninguém em casa.


VER FOTOS


Hoje, nós não temos mais o costume de ver álbuns de fotos, já que é tudo compartilhado na hora. Mas meu pai sempre gostou muito de fotografia e eu herdei os gostos dele (junto com a falta de talento), então, às vezes, eu abro minha pasta de fotos e vejo tudo. Também gosto de ver fotos de lugares que tenho vontade de conhecer (e ficar sonhando acordada).

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

21 de outubro de 2020

Semana 30: Fico impaciente com pessoas que:


Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

Paciência é uma palavra que não existe no meu dicionário... Sou extremamente calma. Porém, há muitas coisas que me deixam impaciente, não espero o momento certo e acabo me estressando mesmo! 

Esse post foi um dos mais fáceis para escrever, porque ainda tenho uma lista enorme de coisas que me fazem perder a paciência. 

Reclamam de tudo: gente que adora falar mal da própria vida e da dos outros. Sempre olham para o lado ruim, geralmente nunca tem um assunto legal, animador, ou algo do tipo. Reclamar é chato e não te traz nada de bom. 

Pessoas grosseiras: Você mal chega no ambiente e sempre tem aquelas pessoas que querem deixar claro que não gostam de você e te respondem um simples "Oi" com grosseria. Não tenho paciência e mando logo um FODA-SE. 


Fazem perguntas idiotas: tolerância zero. 




Que fiquem me apressando: Eu gosto de tomar banhos demorados... Eu gosto de almoçar com calma... Eu costumo perder a paciência quando ficam me apressando nesses momentos 



Ser acordada: Eu fico muito impaciente quando sou acordada e meu dia fica péssimo! 





Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 
Estarei tagarelando por lá também 


9 de setembro de 2020

Semana 24: Casais preferidos: (filmes, seriados, livros)



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 


Summer e Seth - OC-Um estranho no paraiso


Eu comecei a assistir OC - Um estranho no paraiso ano passado mas, ja tinha avisado por aqui que eu estava assistindo dgevagar... No dia 19 de maio de 2017 depois de fazer uma maratona das duas ultimas temporadas eu terminei de ver a série completa. Irei sentir saudades da Summer e Seth que é o meu casal favorito durante todas as temporadas chorei demais quando eles duvidaram da relação deles por serem muito jovens... As festividades do Natanukká... O capitão aveia e a Princesa Faisca... A série ficticia The Valley... e por ultimo a coelhinha panqueca.


Blair Waldorf e Chuck Bass - Gossip Girls

 

Ele e Blair ganharam o público e se tornaram o casal favorito da série ganhando o #Chair. Apesar do relação complicada com Blair, ele quase a pede em casamento. Entretanto, o relacionamento dos dois é cheio de idas e vindas por causa do lado sombrio de Chuck. Blair e Chuck não se completam, são imperfeitos e se encontram em seus defeitos. Em muitos momentos, são detestáveis, até você se ver torcendo pelos dois. A idéia do casal que começou do pó e por muito tempo assim permaneceu conseguiu me prender. O romance é o imã da série. Foi ainda melhor acompanhar o crescimento de ambos os personagens, conforme as temporadas iam se passando, e poder compará-los do primeiro ao último episódio.

Dan e Serena - Gossip Girl


O casal fofinho que o Dan faz com a Serena foi um dos primeiros motivos que me fez acompanhar a série Gossip Girl.

Barney e Robin - How Met Your Mother


O primeiro beijo de Barney e Robin me fez dar gritinhos no sofá aqui de casa, depois de assistirem o maravilhoso clipe de Robin Sparkles com James Van Der Beek (o eterno Dawson): Sandcastles in the Sand.

Lily e Marshall - How I Met Your Mother (Como Eu Conheci Sua Mãe) -


O que eu mais adoro no seriado é o casal Marshall e Lily. Eles tem muita química, é incrível de ver. Estou na 7° temporada e eles são lindos...


Quais são seus casais preferidos??? 
(filmes, seriados, livros)


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5

2 de setembro de 2020

Semana 23 - Coisas que me incomodam no mundo contemporâneo:




Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 


Pessoas invasivas: Pessoas que invadem o espaço alheio me incomodam demais.


Pessoas egoístas: Eu sempre estou me monitorando para pensar mais nos outros do que em mim em primeiro lugar mas, o que eu mais observo é cada vez mais pessoas olhando só para o "seu próprio umbigo" e não se sentindo nem um pouco culpada.


"Vamos combinar qualquer dia!": Quantas vezes você já ouviu (ou falou) essa frase e no final o que deveria ser combinado nunca acontece? Não sei dizer se isso é uma exclusividade do mundo contemporâneo, mas sinto que essa situação tem se tornado cada vez mais frequente.

Pessoas grosseiras: Uso aquela velha máxima: Não faça aos outros oque não gostaria que fizessem com você. Tento não ser grosseira com as pessoas porque detesto que as outras pessoas sejam grosseiras comigo.

Fofocas: Ou o famoso "disse que me disse". Quer me deixar irritada em uma conversa é começar  dizendo _ Porque me disseram...  aff, solto os cachorros mesmo, sem moderação.




Qual as coisas que incomodam você no mundo contemporâneo?

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

5 de agosto de 2020

Semana 19: Meus seriados preferidos



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 

Já fui uma pessoa bastante "desligada" quando se tratava de séries... Quando eu pensei pela primeira vez na possibilidade de assinar Netflix era para ver filmes e tal...

GILMORE GIRLS


Foi a primeira série que assisti na vida! E foi a primeira série que fiz maratona na Netflix . Lembro que foram meses intensos...

  


Gilmore Girls (Gilmore Girls: Tal Mãe, Tal Filha como conhecida em português) é um série de comédia/drama do canal americanoThe WB criada por Amy Sherman-Palladino e estrelada por Lauren Graham e Alexis Bledel, exibida no Brasil pelo canal Warner Channel na TV paga. A série estreou no The WB em 5 de outubro de 2000 e terminou em 15 de Maio de 2007 na sua sétima temporada no canal The CW. A série conta a história do cotidiano da mãe solteira Lorelai Victoria Gilmore (Lauren Graham) e sua filha Lorelai "Rory" Leigh Gilmore (Alexis Bledel) que vivem no pequeno povoado fictício de Stars Hollow, em Connecticut, pequena cidade com personagens bem peculiares e localizada cerca de trinta minutos de Hartford. A série explora diversos assuntos como família, amizades, conflitos geracionais e classes sociais.

OC- UM ESTRANHO NO PARAISO




Logo em seguida eu comecei a assistir a série OC - Um estranho no paraíso um pouco mais devagar... Porém, curtindo a série que relata a história de um grupo de adolescentes e das suas famílias que vivem em Newport Beach, do Condado Orange (Orange County, daí o O.C.), localizado na Califórnia. É uma série que tenta aliar comédia e drama com uma trilha sonora juvenil, sem ter nomes sonantes da música comercial mas sendo, ao mesmo tempo, muito atual. 

GOSSIP GIRLS





O seriado Gossip Girls é baseada na série literária homônima da escritora Cecily von Ziegesar, não representa originalidade bruta, mas representa originalidade derivada. Apoiando-se numa premissa básica de organização social. O autor Josh Schwartz e Stephanie Savage (dos mesmos criadores de OC- um estranho no paraíso), continuam apostando alto para marcar o seu nome história como ícone pop e como referência cultural. 

How I Met Your Mother



É um seriado de comédia com sintuações da vida real. Esse foi um dos motivos do HIMYM ser a minha série de comédia preferida! No decorrer dos episódios aprendemos muito com os conselhos do Ted do futuro, a relação do Marshall e da Lily (como não amar?), As situações Legendárias que o Barney passava com os amigos e até o beijo de Barney e Robin me fez torcer até o final para que o casal enfim se acertasse.


O How I Met Your Mother é cheio de lições sobre a vida e passa a mensagem de que não importa quanto tempo demore -- nove temporadas é muita coisa --, o amor da sua vida vai chegar um dia.

FRIENDS


Eu devia ter uns 15 anos quando ouvi falar de Friends pela primeira vez. A minha amiga Elisa tinha um "site-pessoal" que escrevia sobre o seriado Friends e as suas músicas e imagens favoritas... Nessa mesma época, meus pais fizeram uma assinatura da TV acabo, fiquei feliz com a possibilidade de assistir alguns episódios desse seriado na TV. Conheci outras séries nessa época (Gilmore GirlsFull House...) e cheguei assistir alguns episódios e as maratonas do canal Wharner Channel. Quando eu finalmente assinei a Netflix, eu comecei a assistir as séries antigas dos anos 90 até o ano 2000 driblando com as minhas dificuldades indisciplina & ansiedade em assistir séries. 

Na minha primeira pesquisa no catálogo de séries/filmes da Netflix eu encontrei o seriado Friends. Lembro-me, que na época eu fiquei bastante entusiasmada e um pouco nostálgica de ver alguns episódios desse seriado. Porém, eu não consegui passar nem da metade do episódio piloto. Na minha memória afetiva, eu acabei não lembrando da"risada de fundo"e isso incomodou bastante para continuar assistido essa série. 
Na semana passada, ao verificar pela milésima vez o catalogo de séries e filmes da Netflix. A capa do seriado Friends praticamente "pulou" na tela do Notebook.. Então, eu percebi que não poderia mais ignorar e nem dar desculpas esfarrapadas para não assistir esse seriado. À partir do momento que eu comecei assistir os primeiros episódios, eu sabia que não ia mais dar para parar. Passei o final de semana inteiro no meu quarto entre a cama e o sofá assistindo Friends.


Quando eu assisti os primeiros quinze episódios da 1° temporada de Friends. Eu tive aquela estranha sensação Por Que eu não vi essa série antes? Claro, Gilmore Girls vai continuar sendo a série da minha vida e O.C e Gossip Girl vai ser sempre as primeiras séries que fiz maratona na Netflix... Ano passado, quando eu estava assistindo os episódios da série How I Met Your Mother eu evitei entrar nos grupinhos de discussão comparando-o com Friends por acreditar que não existe comparação com seriados de épocas tão diferentes



ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também:

29 de junho de 2020

Semana 14: Os sites preferidos e os que visito com frequência são:



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 
  
Blogger: Adoro escrever e adoro ler o que as outras pessoas escrevem em seus respectivos Blogs.


Facebook: Já estive mais "on line" no facebook...Ultimamente eu só vejo quando tem alguma notificação e logo saio.


Twitter. Estou atualizando a página com os links de postagens novas do Blogger e do instagram...


   
Instagram: Já "enchi a boca" falando muito mal desse aplicativo e seus milhares de filtros e mordi a língua bem mordida na primeira vez que fotografei com o celular e gostei do resultado... Esse ano, eu montei um IG LITERÁRIO chamado Expresso LiterárioEu ja tinha um ig que eu fotografava os livros em meados de 2017. Porém, perdi a senha.



Netflix:  Onde faço as minhas maratonas de filmes/seriados.




ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
© Lado Milla
Maira Gall