Saude Mental
Mostrando postagens com marcador Saude Mental. Mostrar todas as postagens

8 de abril de 2020

Coronavirus: Dicas para cuidar da sua saúde mental durante a quarentena.


O momento pede que fiquemos isolados em casa, evitando ao máximo o contato com o mundo exterior devido ao surto de coronavírus. Acontece que, para muitas pessoas, isso soa como um desafio. A quarentena, ou mesmo a falta de possibilidade de realizá-la, pode deixar as pessoas mais ansiosas e prejudicar a saúde mental. Que tal falarmos sobre isso? Trouxemos algumas dicas que podem te ajudar nessa!

Precisamos, mais do que nunca, falar sobre saúde mental em tempos de coronavírus. Tudo aconteceu muito rápido até que as autoridades de saúde brasileiras ligassem o alerta para a necessidade de isolamento social. Nos últimos dias, o cenário é o seguinte: quem pode ficar em casa, fica, quem não pode conta com o bom senso daqueles que possuem essa alternativa. No entanto, sabemos que o contato mínimo com o mundo exterior, com as pessoas que a gente ama e o bombardeio de informações podem provocar ansiedade e estresse. Se para você ou para um amigo tem sido assim, separamos algumas dicas baseadas no relatório publicado pela Organização da Mundial Saúde (OMS) para que fique mais fácil enfrentar este período de quarentena.

1. Evite ficar 24 horas ligado(a) em toda e qualquer informação nova

Veja bem, não estamos falando para você ficar alineado(a) ao que está acontecendo no mundo. Até porque é bom se manter informado sobre o assunto. Mas as notícias chegam a todo instante e têm momentos que os números começam a nos preocupar e tirar o foco até das informações mais positivas. Respeite os seus próprios limites. Ficar algumas horas sem ligar a TV ou olhar os inúmeros links que te repassam no WhatsApp vai te fazer bem.
2. Organize uma rotina

Às vezes, o que mais pesa na quarentena é a falta daquela rotina fixa. Acordar tal hora, sair de casa, pegar o ônibus para ir trabalhar ou estudar... Que tal adaptar a sua rotina neste período? Durante a semana, faça uma lista ou um planner com os horários que você gostaria de acordar, tomar banho e dá start no home office ou nos estudos. E uma boca dica é incluir atividades físicas que exercitem o corpo e/ou também a mente! Já ouviu falar em Yoga?

3. Converse com quem você ama pela internet ou telefone

Acredite, isso faz toda a diferença neste momento em que estamos sendo privados do contato físico. É inevitável sentir falta de beijar ou abraçar alguém e sabemos que conversar por WhatsApp, ligar ou fazer chamada de vídeo não é mesma coisa. Mas traz uma sensação de proximidade que ajuda, viu?!
4. Separe um tempo de lazer

Nem só de home office ou telejornal vive alguém que está de quarentena! Dê esse presente para si mesmo e inclua na sua rotina momentos para relaxar, maratonar algumas séries (sozinho, claro),acompanhar as tretas do "BBB20" ou qualquer coisa que te deixe com a mente livre de cobranças.


5. Alimente-se e durma bem

Isso é mais do que essencial! Até porque uma alimentação ruim e noites de sono mau dormidas baixam a imunidade. Daí a importância de adaptar e seguir uma rotina.




6. Não seja preconceituoso

O surto de coronavírus começou na China, em dezembro do ano passado, até que se espalhou pelo mundo. Mas não é por isso que você vai destratar essa população e/ou seus descendentes, como muita gente tem feito por aí... Também não é para discriminar aqueles que têm/tiveram a COVID-19. Após a melhora, a vida dessas pessoas continuarão normalmente.


7. Lembre-se que é temporário e que você está ajudando outras pessoas também <3 font="">

Por último, sabemos que às vezes é difícil se manter otimista 100% do tempo quando precisamos deixar de fazer coisas que gostamos. Mas lembre-se que a quarentena é, de certa forma, privilégio de alguns. Tem uma galera que não pode ser liberada ou precisa daquele dia de trabalho para poder pagar suas contas. Portanto, precisam estar expostas na rua. Mas, você, que pode se isolar em casa e contribuir para a diminuição da disseminação do vírus, está ajudando muito essas pessoas que não podem.


Fonte: Purebreak


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

© Lado Milla
Maira Gall