fotografia
Mostrando postagens com marcador fotografia. Mostrar todas as postagens

9 de janeiro de 2015

Mallu&Teddy- "Convivendo com os piores cães do mundo"


As melhores “lições de vida” que eu pude ter na infância, adolescência e juventude… Eu só pude aprender tendo vários cães que passaram nessa minha trajetória de vinte e poucos anos. Assim que minha família trocou o apartamento pela casa que moro até hoje ganhamos a primeira cachorrinha da raça, pequinês, com o nome de chinoca. Era uma cachorrinha de porte médio, bem velhinha já e muito braba não me lembro de ter brincado muito com ela.

Quando construímos a casa nova moramos por um tempo na casa da vizinha… E lá conheci a raça que é minha paixão; Pinscher, falem o que quiserem, mas eu adoro essas minis-torturas em forma de cães… Ganhei a minha primeira cachorrinha, mas tive que largar a mania de chupar dedo (mais tarde fiquei com nojo do meu dedinho, pois a cachorrinha lambeu…) a cachorrinha era pincher O era uma cachorrinha pretinha e se chamava Dara (sim, a cigana…).

A Dara era uma cachorrinha atentada e não curtia muito criança, inclusive a dona, que mordeu-brincou e mordeu mais outras tantas vezes… A cachorrinha dormia no banheiro com casinha e cobertor quentinho mesmo assim pegou pneumonia e pinscher é forte com doenças, mas quando fica doente dificilmente escapa. Para não ficarmos tanto tempo sem cachorro em casa, ganhamos outra pinscher com o nome de Dara II ela era mais calminha que a primeira cachorrinha, mas com as mesmas características… A Dara II ficava na casinha de madeira na cozinha, tenho muitas lembranças daquela “pestinha” correndo atrás de mim… 

Tive outros cachorros da raça pinscher: O pingo (primeiro cachorro macho era o verdadeiro homem da casa…). O Pedro cachorrinho adotado ele veio com uma doença na cabeça ( fiquei traumatizada com esse episódio...). A Thalita foi morar na casa da minha vó e já esta bem velhinha com 15 anos é xodó da família

Em 2006 ganhei um “amigão” dando um pause na saga de pinscher, s. um amigo do meu pai queria se desfazer do cãozinho, sabendo que tínhamos perdido um recentemente perguntou se não queríamos um Lhasa apso, sem nem saber que raça era resolvemos aceitar… Encontramos um monstro peludo kkk mais muito simpático e amoroso, o probleminha do Teddy (é o nome dele…) é que ele é muito “genioso” e brabo se não for da maneira que ele quer ele morde (vivo com a mão em lasca…).

Hoje em dia o pessoal aqui de casa apelidou o Teddy de cachorro de velho, ele não aceita brincadeiras o que ele mais gosta é de ficar exparramado no colo, ganhando carinho na cabeça… Nota-se que o cachorro tem uma vidinha bem difícil, né.
Em 2008/2009 A thalita ficava de chamego com o cachorro do vizinho e ficou prenha… Ganhou dois cachorrinhos ficamos com a menina chamada de Mallu Malenotti como o próprio nome diz Mallu de maluca mesmo e é a cachorra mais cara de pau da historia leva bronca e vem toda manhosaaa para quem deu esporro, ODEIA motos e é mal educada com desconhecidos do modo de eu ficar com vergonha, pois ela quer morder todo mundo… A Mallu veio para acabar com o sossego do Teddy huahuahauaha os dois se entendem muito bem! Ela manda e ele obedece… 
Como eu falei no inicio desse texto tive verdadeiras lições de vida com esses seres “terríveis” e as lembranças da infância só foram melhores, pois esses seres estavam junto de mim mordendo, brincando correndo atrás de mim… E hoje em dia o Teddy e a Mallu mesmo sendo bichanos diferentes continuam essenciais para não deixar a vida de adulto TÃO chata.

7 de janeiro de 2015

Resenha do Livro: Cidades de Papel.



Titulo: Cidades de Papel
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2008
Páginas: 368
Sinopse:
Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte. Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Esse livro, serviu para que eu fizesse as pazes com o autor Jonh Green... No começo do ano de 2013 eu li "A Culpa É Das Estrelas" e foi um dos melhores livros que li naquele mesmo ano. Para ficar decepcionada e um pouco com ciúme no ano seguinte 20014 com a adaptação cinematográfica. No ano de 2014, comecei a ler "O Teorema Katherine" a leitura estava lenta quase emperrando... Só não desisti, porque eu não sou de abandonar leituras... A ultima leitura daquele ano foi "Deixe a neve cair" e fiquei cri-cri com o John Green deixando o livro Cidade de Papel aliás, comprado na mesma época que comprei "O Teorema..." na prateleira dos "livros não lidos". No mês de Dezembro, resolvi dar uma chance para esse livro que iria completar 1 ano na parte dos "não lidos" na estante.

A leitura que mais se aproxima da "A Culpa É Das Estrelas" com escrita tipica do John Green sem deixar o leitor entendiado. Li o livro em menos de uma semana, e não economizei nos post its pois, precisava marcar de alguma maneira as frases e passagens que eu achei bacana:
" - (...) E nos seus momentos finais (...) vai dizer para si: 'Bem, desperdicei minha vida inteira, mas pelo menos invadi o SeaWorld com Margo Roth Spiegelman no último ano do colégio. Pelo menos "carpei" um diem. ".
"Talvez a certeza de que ela esta viva torne tudo isso possível de novo - mesmo que eu nunca tenha a prova disso. Eu quase posso imaginar uma felicidade sem ela, a capacidade de deixa-lá ir embora, de sentir que nossas raízes estão interligadas mesmo que eu nunca mais veja aquela folha de relva novamente.". 
"Uma cidade de papel para uma menina de papel. (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente.guarda roupa planejado.".
"É muito difícil ir embora – até você ir embora de fato. E então ir embora se torna simplesmente a coisa mais fácil do mundo.".


Cidades de papel tem romance, aventura, festas e papais noéis negros... e tudo isso se encaixa perfeitamente, formando uma ótima história. O livro mostrou como as pessoas são apenas… pessoas. E devemos olha-las como uma janela, não um espelho. É um livro bastante reflexivo, que nos faz pensar sobre a vida e sobre o que as pessoas significam para nós, e também sobre como botamos algumas delas num pedestal e esquecemos que elas são seres humanos como qualquer um. E o que eu mais amo na escrita do John Green, é o fato dele conseguir criar um livro com tudo isso de uma forma que é divertida e atraente, sem ficar tedioso e de uma maneira que consegue nos segurar até o final da história.

Feliz dia do Leitor!

4 de janeiro de 2015

Correios #02 - Livro: Saudade em Preto e Branco

Já aviso de antemão que essa TAG não será muito atualizada... Por motivos de: 1)Não compro muitos livros pela internet. 2) O blog não faz parcerias com nenhum tipo de editora.


Recebi um pacote pelo correio com um marcador e um livro MARAVILINDO da minha amiga conterrânea M° Fernanda Algumas horas antes de viajar e que renderam algumas lágrimas na amiga aqui na estrada no decorrer da viagem.

Em um desses pacotes recebi o livro "Saudade em Preto e Branco" da autora Maria Fernanda Probst do blog http://www.fernandaprobst.com.br/  que ganhei em uma promoção relâmpago em seu  blog no mês de Dezembro do ano passado.
Adoro dedicatórias em livros! Já escrevi aqui nesse blog o quanto eu gosto de dedicatória em livros e a M° Fernanda escreveu uma bem bacana no livro que fui presenteada. junto com um trechinho chuchu da musica do Cidadão Quem 
Fiquei completamente apaixonada  com a diagramação das páginas...
Com um marcador tão lindo quanto o livro.

Estou terminando a Resenha para logo mais liberar aqui no Blog!

3 de janeiro de 2015

Sobre as lições de um dia possivelmente nublado...

ou
"Quem olha para tempo não faz viagem..."
Hoje eu acordei muito mais cedo do que de costume, tirei a " máscara de dormir" dos meus olhos recém abertos olhei o celular e verifiquei no visor do celular que o dia estava nublado...

Queria ir a praia, e naquele dia nublado possivelmente iria chover e literalmente "afogar" os meus planos do inicio do final de semana...Não pensei duas vezes. Levantei da cama confortável, com a temperatura ideal do ar condicionado e fui colocar o biquíni  por baixo de uma roupa confortável:O plano A,  seria ir a praia e o Plano B, seria "sair por ai...",

Arrumando os últimos "ajustes" para sair e arrumando a bolsa de uma "possível" praia. Que tinha; Tolha, canga carteira com documento e uns trocados, minha caixinha  de óculos; com os meus óculos de sol/grau e o livro que estou terminando de ler... Arrumando a bolsa e os meu planos lembrei das sábias palavras da minha vó que aprendeu com a minha bisavó.... E ela sempre repetia quando respondia sobre o tempo;
 _Quem olha para tempo não faz viagem...
No ano que passou ... O que eu menos fiz, foi "olhar para o tempo..." e na maioria dos 365 dias daquele ano... fui pega desprevenida, com os dias de sol e os dias de chuva sem nem me importar com as possíveis lágrimas que podia rolar nesses dias de 2014.Sabe de uma coisa, não me arrependo! apesar de não ter GRANDES planos para aquele ano... A maioria das minhas metas, foram cumpridas independente do tempo lá fora, e principalmente do meu tempo aqui dentro...

Os Planos do inicio desse texto: a) ir a praia e b) sair por ai....Foram devidamente concluídos! Fomos em uma praia "Tradicional" aqui em Floripa e a beira do mar é um dos meus lugares preferidos para ler um bom livro e ouvir uma boa música no "set-list" do meu celular... O tempo, foi o que menos importou. Embora, o dia tenha ficado com um dia lindo e caloroso de sol.Sobre as lições que aprendi hoje foi que:
Quem olha para o tempo... Somente vê ele passar.
Quem olha para o tempo... Não, faz viagem e principalmente
Quem olha para o tempo... Não vai a praia!


24 de dezembro de 2014

TAG; Meu Natal

Na falta do que fazer, inventei minha liberdade ♪ ♫ ♩ ♬.Resolvi responder uma nova TAG... 
Dessa vez é uma TAG natalina que vi no blog da Fernanda .
Alguém sentiu falta de TAG´s aqui no blog?



1. O que você costuma fazer na véspera de Natal e no dia 25? 

Na véspera de natal nós (eu e o pessoal aqui de casa...) vamos para a casa dos meus avós maternos e antes de comer a ceia natalina vamos a missa acho importante esse momento de agradecer todos os acontecimentos do ano que está acabando...

2. Qual é o seu filme natalino favorito?

Esqueceram de Mim (Home Alone, 1990).  Uma família viaja na época de Natal e esquece o filho caçula em casa. Diversão garantida, também tem a sequência de dois outros filmes.


3. E a sua música natalina preferida?

Mariah Carey - All I Want For Christmas Is You 

4. Você tem uma comida de Natal favorita?

AMO Chocotone! e todas as maravilhosas comidas de natal...
5. O que você mais gostaria de ganhar nesse Natal?

Livros... e mais livros!

6. Você gosta mais de dar ou receber presentes?
Depende.

7. Você já passou o Natal na neve?

Não.

8. Onde você gostaria de passar o Natal?
Em qualquer lugar que estejam todas as pessoas da minha família.

9. Sua família costuma decorar a casa? Quem fica encarregado das decorações? 

Sim, eu e minha mãe decoramos cada cantinho da nossa casa.. 



10. É época de Natal. O que você está lendo? 

Cidades de Papel John Green. 

11. Qual é o seu cheiro preferido no Natal? 

cheiro de chocotonne. 

12. Você foi um bom menino/ uma boa menina esse ano? 

Sim! e com direito a estrelinhas no caderno... 

13. O que sempre tem pra comer no Natal? 

Chocolates muito chocolates

14. Como você costuma se vestir na ocasião? 

Com roupas novas a missa natalina é uma ocasião especial como todo o decorrer da celebração natalina 

15. Você começa suas compras de Natal na Black Friday ou deixa tudo pra última hora? 

Não costumo fazer compras nessa época... 

16. Você sabe embrulhar presentes? Você faz com gosto ou não? 

Peço para a vendedora embrulhar. 

17. Você sabe o nome de todas as renas do Papai Noel? 

What??? não...

18. Você tenta espiar seus presentes antes ou prefere a surpresa?

Sempre tentava espiar os presentes antes....

19. Você abre seus presentes na véspera ou na manhã de Natal?

Sempre recebia os meus presentes na véspera.

20. Quando você descobriu a verdade sobre o Papai Noel?

Eu nunca acreditei. Acho...

21. Qual o melhor presente de Natal que você já ganhou?

Sorveteria da Barbie quando eu tinha uns 10 anos...

22. Você faz resoluções de ano novo? Você as cumpre?

Sim vocês podem conferir aqui.

23. Conte uma história de Natal memorável.

Todos os meus natais são especiais!

24. O que torna essa época do ano especial para você?

Pois é uma época de renovação...

25. Sua coisa preferida no Natal?
Estar com a familia.


31 de outubro de 2014

Projeto Fotográfico "gostosuras ou travessuras"


.Esse post é mais um dos temas do mês de Outubro do Rotaroots (esse mês a galera se puxou nos temas bacanas). Mês passado o pessoal (gente fina...) criou um projeto fotográfico no qual estou participando junto com muita gente bacana que também participa do Rotaroots.


O tema do mês de Outubro é: No mês do Halloween, o tema das fotos deste mês será o famoso "gostosuras ou travessuras". As fotos podem estar ligadas ou não ao tema halloween, mas é importante que envolvam a brincadeira do "gostosuras ou travessuras". Fique livre para interpretar como quiser!





Esses registros fotográficos são da festa de Halloween do ano passado na casa do meu tio.



Feliz Halloween!!! e muitas gostosuras e travessuras para todos vocês!  


10 de setembro de 2014

Projeto Tamar


O Projeto TAMAR é um projeto conservacionista brasileiro, dedicado à preservação de espécies de tartarugas-marinhas ameaçadas de extinção. O nome TAMAR é uma contração das palavras "tartaruga" e "marinha", necessária, no início da década de 1980, para a confecção das pequenas placas de metal utilizadas para a identificação dos espécimes pelo Projeto, para estudos de biometria, monitoramento das rotas migratórias e outros.


Desde então, o nome passou a designar o Programa Brasileiro de Conservação das Tartarugas Marinhas, executado pelo IBAMA, através do Centro Brasileiro de Proteção e Pesquisa das Tartarugas Marinhas (Centro TAMAR-IBAMA), órgão governamental, e pela Fundação Centro Brasileiro de Proteção e Pesquisas das Tartarugas Marinhas (Fundação Pró-TAMAR),instituição não governamental, de utilidade pública federal. Essa união demonstra a natureza institucional híbrida do projeto, que conta, adicionalmente, com a participação de empresas e instituições nacionais e internacionais, além de outras organizações não governamentais.

Para minimizar os efeitos predatórios da pesca sobre as tartarugas marinhas, o Projeto Tamar instalou, em 2005, a sua base na região, o Tamar Floripa, na praia da Barra da Lagoa, distante 25 km do centro de Florianópolis, na costa leste da ilha. 


 
Nesse domingo dia 7 de setembro aproveitando que estávamos próximos ao projeto aqui em Floripa/SC resolvemos entrar e finalmente conhecer o projeto






 
Esse post, mesmo com alguns dias de atraso faz parte do projeto "fotografando Domingos..." que consiste em colocar aqui, registros do meu final de semana (sexta-sábado e domingo). Não tem quantidade exata de fotos, pois, irá depender da quantidade de fotos que eu mesma fotografe nesses dias...

30 de agosto de 2014

Rotaroots: Projeto Fotografico...


AMO FOTOGRAFAR! E adoro ver os registros fotográficos dos meus colegas Blogueiros... Porém, entrar em um projeto fotográfico  estilo XonX foi algo que sempre me deu bastante  "dores de cabeça" nas duas tentativas que eu fiz de me socializar na blogsfera.

Oque te inspira?

Escrever
Escrever me mantem inspirada, mesmo quando tenho algum bloqueio criativo... Preciso estar perto das letras para me sentir inspirada e motivada.
Natureza
Andar  ao ar livre... ADORO! na maioria das vezes levo a minha câmera e levo um set-list bacana de musicas para ouvir no celular oque acaba motivando o passeio deixando-o inspirador...
Fotografar
Posso ter reclamado MUITO de 2012 mas uma das coisas que mais me orgulho daquele ano é por ter feito curso de fotografia...  Era um terapia sair pela cidade de Floripa/SC fotografando  e quando alguém por acaso elogiava as minhas fotos  eu também gostava e me inspirava também.
Shows
Tenho ido a poucos ultimamente mas, curtir uma banda e ouvindo as suas musicas preferidas "ao vivo e a cores" é algo que me inspira e motiva. No dia seguinte (depois de uma noite de um show bacana) eu me sinto muito mais contente com a bateria carregada mesmo  para seguir a vida...
 O que te inspira?

3 de agosto de 2014

Projeto: Fotografando Domingos...


No final do mês de Julho, nasceu um projeto chamado "fotografando Domingos..." que consiste em colocar aqui, registros do meu final de semana (sexta-sábado e domingo). Não tem quantidade exata de fotos, pois, irá depender da quantidade de fotos que eu mesma fotografe nesses dias...
 
Esse domingo eu, meus pais e os cachorros fomos para a pracinha da Pedra Branca/SJ
 
 


Mallu (tomando agua...) e  Teddy esperando a sua vez hehehe

Ele não curte muito ser fotografado....
 
Essa cadelinha "pá virada" é a Mallu

Acho que alguém levou uma bronca daquelas...



No centro do parque tinha um chafariz  mas, parecia uma poça de agua GIGANTE que foi  a sensação da criançada que usou para se refrescar e fugir do calor de 30°  que estava fazendo nesse final de semana,
 






 
 
O que você fez de bom no final  de semana???
 
 

27 de julho de 2014

Projeto: “Registrando Domingos...”.



Semana passada, fui para São Martinho/SC. Levei a minha “pequena” para fotografar o lugar, já que ouvi dizer (depois pude constatar) que, o lugar era realmente maravilhoso! Acabei registrando o meu final de semana e intitulei o post com as fotografias de “Registrando Domingos...”.



Nesse final  de semana o meu primo Nycollas veio passar o dia aqui em casa, para fugir do Tédio resolvemos caminhar na Beira-mar.



Como fomos a pé, não quis levar a "pequena" mas a câmera do celular quebrou um galho e conseguimos registrar o passeio.


Fizemos um passeio de bicicleta dupla (?) como eu não precisei pedalar muito... Acabei fotografando mais...HAHAHAHA




Meu primo Nycollas pedalando concentrado


Agora mais animado acenando para a câmera.

Outras fotografias 

_ Fechou o tempo!


 Fotografando  desconhecidos...



Ganhamos de presente um visual lindo tipico  de um fim de tarde em Floripa/SC

© Lado Milla
Maira Gall