30 de novembro de 2014

Resumo do mês: Novembro


A palavra de ordem do mês de novembro foi: Dignidade e (muito) trabalho... No primeiro semestre 2014 a life me reservou bastante conquistas. Já no segundo semestre, algumas coisas ficaram um tanto zicadas... D e uma maneira ou outra as coisas foram se acertando. Enfim, foram ficando melhores...


No 1º dia do mês de novembro inventei de fazer um poema  HAHAHA eu não levo jeito para rimar.... Continuei as postagens 20, 21 e 22 do projeto do "desafio das 52 semanas". 


Participei também do memê famosinho na blogosfera ONE LOVELY BLOG AWARD!  e uma coisa impressionante no pouco tempo desse blog é que, nunca antes na história deste país a maioria dos blogueiros que indiquei participaram da brincadeira! E participei da TAG sobre o blog com mais cinco perguntas.

Escrevi uma crônica  depois de uma conversa com um amigo pelo MSN em algum mês do ano de 2010 e resolvi postar ele novamente. No projeto literário também participei com um texto antigo do blog anterior. Não é só de textos antigos que sobreviveu o blog esse mês. Escrevi sobre as lembranças dos meus novembros... 



Postei alguns registros fotográficos do meu quarto depois da reforma que fiz no mês anterior  Escrevi alguns outros textos novos mas, estão no rascunho pela metade, esperando para serem terminados para colocar no blog... encontrei um texto na internet com a autoria de um anônimo como uma homenagem  ao Roberto Gómez Bolaños (Chaves).



Até mês que vem!

29 de novembro de 2014

Tinha que ser o Chaves mesmo...


Alô, pessoal do céu! 

Preparem um belo sanduíche de presunto, um suco de limão, que pareça tamarinho e tenha gosto de groselha, coloquem o filme do Pelé para passar no telão, um bilboquê novinho e um pirulito desses bem grandões. 

O chavinho está voltando para casa. Isso, isso, isso. Agora vai, finalmente, ser apresentado para os pais, ganhar roupa nova, poder dormir em uma cama bem macia e jogar futebol com uma bola de nuvem. Agora não tem mais piripaque, brinquedo velho, pipipipi ou cascudo na testa.

Podem avisar o tangamandapio que o Jaiminho já reencontrou o seu velho amigo. 

Seu madruga também está feliz, pronto para continuar com as aulas de boxe. 

Avisem também, lá na Vila, que o Sr. Barriga pode entrar sem se preocupar com qualquer acidente, que a dona Florinda precisa contratar um novo garçom para o restaurante e para o Professor Girafales que, infelizmente, terá que retirar o nome do Chaves da chamada da escola. 

Tratem de dizer ao Quico e a Chiquinha para tirarem essa tristeza dos olhos e se lembrarem da promessa que fizeram: despedir sem dizer adeus jamais. O Chavinho esta bem, brincando com o Godinez no carrossel e jogando ioiô com os anjos em uma praia como a de Acapulco, um verdadeiro paraíso, muito diferente da casa da bruxa do 71.

 Meu amigo de infância colocou a trouxinha nas costas e se mandou. Eu sei Chaves, foi sem querer querendo. Que travessura a sua, nos deixar assim tão de repente. 

Tinha que ser o Chaves mesmo. Vá com Deus!

Autor: anõnimo 

23 de novembro de 2014

1/4 Cheio de Fragmentos Aleatórios (Parte 02)


Nesse post aqui eu escrevi sobre a tão sonhada reforma do meu "cantinho" e escrevi sobre os meus quartos antigos e coloquei algumas fotografias do quarto antes da reforma.
... E você nunca vai saber de nada do que eu senti

   Sozinho no meu quarto de dormir...”.



Depois da reforma o meu quarto ficou assim. 
(Visão que eu tenho deitada na minha cama).


Minha estante de livros...


Meu coelhinho Leitor!

Livros recem comprados na fila para ler... 
(Só aumenta!)

... CD´s e 
cacarecos do MC. Lanche Feliz


M° Eugenia a minha câmera analógica
e os dois livros da edição do Zarrar

Meus quadrinhos chuchus do Rafa e do Mr.Pi 
Um dos meus nichos e mais alguns livros...

CDs emprestados do Chico Buarque

Livro de cabeceira 
e o meu celular carregando (NOVAX!)




1/4 cheio de livros, CD´s cacarecos e memórias... 
protege os meus sonhos e os meus sonos e o mais importante,
 me dá proteção e forças para seguir em frente... 
para mais um dia novinho em folha!

© Lado Milla
Maira Gall