7 de abril de 2016

Por ai... Florianópolis/ SC


Os projetos fotográficos (XonX) que participei já renderam um textão (http://ladomilla.blogspot.com.br/2014/06/bloco-do-eu-sozinho.html) aqui no Blog. Porém, sou a pessoa mais animada quando vejo uma blogueira agitando nas pages de interação do facebook convidando outras pessoas para participar do projeto fotográfico e logo quero participar!

O tema desse mês: Cidade

Florianópolis é a capital do estado brasileiro de Santa Catarina, na região Sul do país. O município é composto pela ilha principal, a ilha de Santa Catarina, a parte continental e algumas pequenas ilhas circundantes. A cidade tem uma população de 469 690 habitantes, de acordo com estimativas para 2015 doInstituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É o segundo município mais populoso do estado (apósJoinville) e o 47º do Brasil.[7] A região metropolitana tem uma população estimada de 1 096 476 habitantes, a21ª maior do país. A cidade é conhecida por ter uma elevada qualidade de vida, sendo a capital brasileira com maior pontuação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), calculado pelo PNUD, das Nações Unidas.[10]

A cidade tem 42 praias e é um centro de atividade de navegação. O jornal estadunidense The New York Timesafirmou em 2009 que "Florianópolis era o destino do ano".[14] A Newsweek considerou que o município é uma das "dez cidades mais dinâmicas do mundo" em 2006.[15] A revista Veja classificou a cidade como "o melhor lugar para se viver no Brasil",[16] enquanto que o Índice de Cidades Empreendedoras (ICE), elaborado pela filial brasileira da ONG norte-americana Endeavor, elegeu a cidade como o melhor ambiente para oempreendedorismo no país.[17] Como resultado dessa exposição, Florianópolis está crescendo como uma segunda casa para muitos paulistas, argentinos, estadunidenses e europeus. A cidade também foi considerada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) uma das "cidades criativas" do Brasil em 2014, ao lado de Curitiba.[18]

A maioria da população vive no continente e em partes do centro e norte da ilha principal. A metade sul é menos habitada. Muitos pescadores comerciais pequenos povoam a ilha. Os barcos de pesca, as rendeiras, o folclore, a culinária e a arquitetura colonial contribuem para o crescimento do turismo e atraem recursos que compensam a falta de um grande parque industrial. Vilarejos imersos em tradição e história, como Santo Antônio de Lisboa e Ribeirão da Ilha, ainda resistem aos avanços da modernidade.[19]
Fonte: wikipedia
                                                                                                                 













Visitem as outras meninas do projeto: Gabriele Ortiz, da Gabi: http://www.gabrieleortiz.com.br/, Fotografei, do Lukas: http://fotografandocadaideia.blogspot.com.br/,Flores de Novembro, da Elo: http://www.elorodrigues.com.br/, Another little diary, da Aline: http://anotherlittlediary.weebly.com/, Café pra viagem, da Clarice: http://cafepraviagem.com/, Blog Confident, da Lets: http://www.blogconfident.com/

2 de abril de 2016

Resumo do mês: Março


Esse visual um tanto Minimalista se deve á esse template P&B. Esse foi um dos primeiros templates a serem usados aqui no Lado Milla. Mudei o Banner (novamente) e "Embaralhei as peças..." do quebra-cabeça até pensei em escrever uma daquelas teorias sobre mudanças. Mas, o texto nunca saiu...

O 3° mês do ano costumam ser bem calmos por aqui. Nesse ano, não foi diferente: Dormir tarde para acordar cedo no dia seguinte não foi uma experiência muito bacana nesses dias... Teve sonos vespertinos, que tiraram 50% do aproveitamento do dia (principalmente da noite).

--------------//---------------

7on7 - Detalhes 

Estou participando de um projeto fotográfico (XonX) e o tema desse mês foi: Detalhes. http://ladomilla.blogspot.com.br/2016/03/7on7-detalhes.html

Minhas coleções...

Esse foi um dos temas de uma TAG que encontrei na blogosfera  que eu só consegui escrever/fotografar e organizar uma postagem esse mês: http://ladomilla.blogspot.com.br/2016/03/minhas-colecoes.html

Show: Alemão Ronaldo

A imagem que eu tinha do Alemão Ronaldo é ainda do "ministro do desenvolvimento" da Terça do Ministério de um programa de rádio chamado Pijama show (E lá se vão 15 anos...). Ir em um show do Alemão Ronaldo era um daqueles sonhos distantes... Como um dia foi ir em um show dos Acústicos &Valvulados e falar com o Rafa e os "mendigos" e conhecer o Everton Cunha vulgo Mr.Pi (sonhos realizados.) http://ladomilla.blogspot.com.br/2016/03/show-alemao-ronaldo.html

28 de março de 2016

Show: Alemão Ronaldo


Sábado, 26 de março de 2016. Em Palhoça/SJ. Depois de um dia ensolarado arriscando um banho de mar na praia da Pinheira onde iria acontecer o show, a noite a temperatura permaneceu a mesma.

Não conheço a "cena cultural" do município de São José quando se trata de cultura & entretenimento... Mas, acredito que não é muito diferente da capital que é uma cidade "complicadinha" para esses eventos.

O show aconteceu na Hambúrgueria Bombah quando eu cheguei no local percebi que aconteceria o 1° Festival do Bombah com outras três bandas locais e só por ultimo o Alemão Ronaldo iria tocar. O Bombah, fica localizado a beira da praia um ambiente legal... Porém, não entramos no Bar carreguei a minha mãe comigo, ficamos sentadas nas mesas do lado de fora, a localização é razoavelmente fácil de chegar.


A imagem que eu tinha do Alemão Ronaldo é ainda do "ministro do desenvolvimento" da Terça do Ministério de um programa de rádio chamado Pijama show (E lá se vão 15 anos...). Ir em um show do Alemão Ronaldo era um daqueles sonhos distantes... Como um dia foi ir em um show dos Acústicos &Valvulados e falar com o Rafa e os "mendigos" e conhecer o Everton Cunha vulgo Mr.Pi (sonhos realizados.)

Quando cheguei o Alemão Ronaldo estava "passando o som..." fiquei admirando de longe e cantando e fazendo a coreografia do "Me leva pra casa". Ele notou que eu tava cantando e deu um xauzinho e eu acenei também, bastante envergonhada... Logo, saiu do palco alegando que iria tomar banho. Mas, voltaria para tocar a noite no festival. 

Ele ficou um tempinho conversando e tirando fotos com um pessoal que estava esperando e acabei seguindo o embalo e pedindo o para tirar um "selfie" mesmo nervosa falei um pouquinho e lhe dei um abraço e logo fui para a plateia assistir o show.

A banda não enrolou muito pra subir ao palco (obrigada por isso!), "A espera" foi na medida certa. Porque tinha outras bandas tocando anteriormente. As musicas do set-list estavam bem variadas, com duas ou três musicas dos últimos álbuns e algumas clássicas do Rock Gaucho como Pinhal da Cidadão Quem, "Sob o céu de blues" Cascaveletes e Não sei do TNT

As musicas do Alemão estão na minha "memória afetiva" então quando tocou "Despedida", "Me leva pra casa", "Desabrigado"...Eu acabei chorando um pouco no show. Pois, essas musicas me lembram boa parte da minha adolescência. Quando eu virava as noites/madrugadas ouvindo rádio escondida e tinha aula cedo no dia seguinte na 6° e 7° série.

A 1° vez que assisto um show eu tenho a sensação que eu nunca mais terei chance de ver aquele show outra vez.... É angustiante! Apesar da angustia sinto uma gratidão enorme por ter conhecido os Caras das vozes aveludadas e roucas com idéias insanas das minhas madrugadas...
© Lado Milla
Maira Gall