30 de maio de 2017

Tag; Vicicada em Netflix



Hoje é Terça- Feira.E nas terças, teremos o T de TAG que consiste em colocar aqui, as tag´s na qual eu fui tagueada (ou não).

A Érica do blog Quero ser Alice criou a TAG: Viciada em Netflix que consiste em responder 12 perguntas sobre tudo que gostamos no Netflix. A indicação é para quem quiser fazer...



1. Como você conheceu o Netflix?

No dia 24 de setembro de 2016 eu descobri as maravilhas do Netflix. E as minhas pesquisas mais interessantes recentemente são feitas no catálogo de séries e filmes do Netflix. Posso ficar horas a fio... Só descobrindo filmes/séries bacanas para assistir...


2. Qual foi a primeira categoria que assistiu?


Série. A primeira série que eu assisti na Netflix com direito a maratona e episódios regados a café foi Gilmore Girls que é a minha série favorita da vida!

3. Com  quem você costuma assistir?

Sozinha. Os meus pais não curtiram muito a ideia de assistir séries... Assistimos poucos filmes em família.

4. Quanto tempo você dedica por semana ?

Depende, eu sou recém formada e não estou trabalhando no momento... Então eu estou assistindo uma grande  quantidade de filmes e episódios das minhas séries favoritas.

5. Série mais antiga que assistiu? E a nova?


Ultimamente estou assistindo muitas séries do inicio do ano 2000.Terminei de assistir Gillmore Girls ano passado e a porcaria daquele revival... No mês passado, eu vi o ultimo episódio de OC: Um estranho no paraíso e logo em seguida eu comecei assistir Gossip Girls e estou na terceira temporada... De série nova eu assisti 13 Reasons Why (resenha)

6. Filme mais antigo que assistiu? E o novo?


Os Batutinhas (1994) fazendo uma "sessão nostalgia" naqueles dias chuvosos. E logo em seguida, eu vi a versão mais nova da Netflix que achei fraquinha...



7. Qual série deveria ser exibida urgente? E o filme?


Perception é um drama sobre a mente humana. A série é centrada no Dr. Daniel Pierce, interpretado por Eric McCormack (o Will da série Will and Grace), um talentoso, excêntrico e paranoico neurocientista e professor que conhece a fundo a mente e os comportamentos humanos. Ele é recrutado por Kate Moretti, uma antiga estudante sua que agora trabalha no FBI. Juntos, eles vão ajudar na resolução dos mais diversos crimes, no melhor estilo “casos da semana”. Eu assisti alguns episódios dessa série na Globo e pela mudança na "grade de programação" por algum motivo deixaram de passar...

Eu quero muito ver o filme Extraordinário que será lançado em novembro desse ano.

8.O que você indica para todo mundo assistir no Netflix?


As séries que eu já assisti... Sou bastante novata no quesito de séries. Então, gosto mais de receber indicações do que indicar alguma coisa.

9. Tem vontade de assistir mas ainda não deu tempo.


Eu quero assistir Gotham por causa do ator Ben Mckensie... E a série Dexter e dr House e que todo mundo fica me indicando para assistir.

10. O que você mais gosta no Netflix?


A quantidade de filmes/séries disponibilizados no catálogo de séries do Netflix e atualização desses filmes/séries quase que diariamente o site nunca fica "as moscas...".

11. Se pudesse mudar alguma coisa oque seria?

Eu colocaria mais filme de musica e musicais. Eu gostaria muito de ver os clipes musicais de bandas no estilo MTV. 

12. Pense Rápido

1 série: Gossip Girls
1 filme: Deus não esta morto
1 animação: Vida de Inseto
1 documentário: A Girl Like Hear - falei um pouquinho desse doc aqui
1 musical: Palavra Cantada









ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

29 de maio de 2017

Trilha sonora de "Os dias eram assim..."



No dia em que o Brasil vence a Copa do Mundo de 1970 e se torna tricampeão, o clima de euforia das ruas contrasta com o peso do momento: repressão, ditadura e violência. É nesse cenário que Renato e Alice se conhecem e iniciam uma história de amor.

A musica de abertura que tem o mesmo nome da série Os dias eram assim em determinado momento a letra da música diz “perdoe a falta de amigos, os dias eram assim...” e é uma das musicas que eu desconhecia da Elis Regina.


A trilha sonora nacional da novela Os Dias Eram Assim é um retorno aos anos 70 e 80 com belas canções que contém letras bastante atuais mesmo já se passando quase 30 anos.
Aquele abraço (Gilberto Gil)



Cálice (Chico Buarque e Gilberto Gil)



Índios (Legião Urbana)



Menino do Rio (Caetano Veloso)



Pra Frente Brasil (Coral Joab)



Sangue Latino (Secos & Molhados)



Sociedade Alternativa (Raul Seixas)



Tempo Perdido (Tiago Iorc)



Além desses ainda fazem parte da trilha sonora da novela Os Dias Eram Assim:


  • 20 e poucos anos – Fábio Junior
  • A lua Girou – Milton Nascimento
  • Amor – Secos & Molhados
  • Ando meio desligado – Os Mutantes
  • Atômico Platônico – Vanusa
  • Como vai você – Johnny Hooker
  • Deus Lhe Pague – Elis Regina

    26 de maio de 2017

    10 motivos para assistir: Gossip Girl -



    A série Gossip Girl é baseada nas famosas narrativas de Cecily von Ziegesar, que conta a vida de um grupo de jovens milionários através dos olhos de uma blogueira que sabe tudo o que acontece em suas vidas, e que é ávida por descobrir e expor qualquer escândalo. Desse modo, acabamos sabendo tudo sobre a intensa rivalidade que há entre Serena e Blair, triângulos amorosos, amigos e inimigos, e tudo o que as mensagens de texto dos celulares podem revelar...Tudo isso a partir da volta repentina de Serena a Manhattan, depois de exilar-se, por vontade própria, em um internato.

    10 MOTIVOS PARA ASSISTIR GOSSIP GIRL


    1. Gossip Girl : A Garota do Blog (título no Brasil), foi uma série televisiva produzida pelo canal norte-americano The CW, baseada na série literária homônima da escritora Cecily von Ziegesar, criada por Josh Schwartz e Stephanie Savage, os mesmos criadores da série OC - um estranho no paraiso.

    2. Nova York: A série Gossip Girl é uma verdadeira carta de amor à cidade de Nova York. Não cair de amores pela cidade que nunca dorme após assistir um episódio é uma missão impossível-. A série simplesmente te deixa com sede de Nova York. Os diretores capricharam ao apresentar o mundo sedutor e problemático do Upper East Side, mas em momento algum deixaram de lado as outras dádivas da cidade. Para se ter noção, a importância local da série foi tão grande que o então prefeito da cidade chegou a decretar o Gossip Girl Day.


    3. A série mostra o cotidiano de pessoas milionárias de NY. Vai dizer que você nunca teve curiosidade para saber como vivem os ricos? Eu já tive, ainda mais para saber como vivem os filhos dos ricos! Então, parece uma vida bem fácil e mansa, não é? Mas, em Gossip Girl temos Serena Van der Woodsen e Blair Waldorf, sofrendo com a cobrança familiar e lidando com a pressão de maneiras agressivas tanto no ambiente familiar como no escolar. Para muitos o ensino médio pode ser torturante. Procurando uma válvula de escape a Serena bebe demais e sai com todos garotos, não se importando com ninguém e Blair sofre com os distúrbios alimentares (bulimia).


    4. Os meninos também não ficam para trás em Gossip Girl. Chuck Bass e Nate Archibald, sofrem com pressão familiar, mas lidam com isso sendo lindos e charmosos! As fãs vão ao delírio quando Chuck usa seu terno xadrez na primeira temporada ou então o seu famoso cachecol. "I'm Chuck Bass." Ou quando ele fala Ui! Ai, meu santo Bass! Nate é aquele personagem gato e conquistador. Dan Humphrey é um garoto inteligente, nerd, desajeitado, mas charmoso! O garoto tem o seu valor, apesar de não ser o meu preferido.


    5. trilha sonora: Outro forte da série são as músicas. Uma boa trilha sonora é capaz de fazer milagres ou tornar o que já é bom em algo ainda melhor. Foram inúmeras as vezes em que me peguei pensando "essa música é perfeita para essa cena" de tão bem encaixada a mesma estava nos acontecimentos.

    6. Moda: não é um assunto no qual eu ouso falar sobre, mas sempre há uma exceção não é mesmo? Os looks da série são de deixar qualquer um babando - até mesmo as atrizes, que mencionaram isso no episódio especial. É cada vestido, roupa, sapato tão lindo!

          

    7. Blair e Chuck: Apesar de Nova York ser suficientemente atraente para qualquer série ou filme, o que me fez continuar assistindo, temporada por temporada, foi o casal principal: Blair e Chuck. Não me lembro te ter torcido tanto por um casal fictício quanto por esse. Blair e Chuck não se completam, são imperfeitos e se encontram em seus defeitos. Em muitos momentos, são detestáveis, até você se ver torcendo pelos dois. A ideia do casal que começou do pó e por muito tempo assim permaneceu conseguiu me prender. O romance é o imã da série. Foi ainda melhor acompanhar o crescimento de ambos os personagens, conforme as temporadas iam se passando, e poder compará-los do primeiro ao último episódio.


    8. Amizade: De vez em quando, os verdadeiros amigos não são aqueles que você se dá hiper bem em quase todos os momentos. É sabido (principalmente em seriados) que há uma linha tênue entre o amor e o ódio e isso vale para qualquer tipo de relacionamento de anos. É assim que podemos resumir a amizade e a rivalidade entre Serena e Blair. Elas são melhores e inseparáveis amigas, mas vivem brigando – muitas vezes pelos motivos mais bobos. Antes elas brigavam para ver quem era mais popular na escola; agora a briga evoluiu um pouco: briga como crianças para ver quem ama mais a outra. A verdade é que não importa o que desencadeou a guerra, a Serena vai se meter em confusão e a Blair estará pronta para tirá-la da bagunça.


    9. Dan é um queridinho por amar livros como nós. Você vai gostar dele queira ou não, porque ele é fofo, carismático, inteligente, bondoso e gentil.


    10. O casal fofinho que o Dan faz com a Serena é um dos motivos mais que suficientes para ver a série Gossip Girl.




    E ai, Gostaram dos 10 motivos citados aqui para assistir Gossip Girl?





    ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também 
    © Lado Milla
    Maira Gall