25 de junho de 2020

Semanas - 13 "Fico sem graça quando…"



Encontrei o projeto 52 semanas bem bacana na Blogosfera que consiste em citar 5 respostas para cada uma das 52 perguntas abaixo, fazendo assim, um Top 5 por semana. É o projeto mais longo que eu já participei... Mas, parece ser divertido !!! Pretendo responder ao projeto todas as Quartas-Feiras. 



  • Falar em Público: Faço faculdade de Psicologia e de vez em quando precisamos falar em publico; apresentação de trabalho e até na aplicação  de dinâmicas no campo de estagio com as turmas do ensino fundamental da 3° e 4° série eu sempre ficava muito sem graça...
  • Quando me elogiam e nem precisa ser demais: Pois é, fico sem graça... mas, é melhor do que ser criticada né?
  • Com pessoas que não conheço: Adoro conhecer pessoas. mas, fico muito sem graça e fica parecendo que sou metida mas, sou envergonhada... 
  • Não lembro de alguém:  O que me deixa muito sem graça é alguém vir bem simpático "Oi Milla!" (geralmente são amigas da minha mãe)  e eu simplesmente não lembro nem o nome, e nem de ter falado com a criatura alguma vez na vida...  Ou algumas pessoas que eu estudei/trabalhei e não vejo a anos... e o pior, eu até deixo a conversa fluir só para muito mais tarde saber da onde que conheço... Ou não.
  • Ser "novata" em algum ambiente: Fiquei quase um mês com uma dor desconfortável na barriga no meu novo emprego pois, eu não conhecia ninguém... 

E vocês, quando ficam sem graça?


#MLI2020: Pretinha, eu?














No dia 20 de junho começou a tradicional Maratona Literária de Inverno promovida pelo canal Geek Freak, que esse ano recebeu o título de MLI 2020- BOOKTUBATONA. Vou escrever as minhas impressões e os resultados (positivos&negativos) de cada leitura e o porquê da escolha de cada livro para cumprir as categorias escolhidas.

(BÔNUS). RELER UM LIVRO DA SUA INFÂNCIA.


Pretinha, eu?





Sinopse: Uma menina negra ganhou uma bolsa de estudos em um colégio onde nunca havia entrado um aluno negro. Desencadeou-se uma história de discriminação, preconceito e muitas descobertas.




Sintuação: Comecei a tomar gosto pela leitura ainda no ensino fundamental, lembro que tínhamos aulas de leitura na biblioteca e eu realmente gostava de ficar lendo. Às vezes, eu até me esquecia de prestar atenção nos papos animados das minhas amiguinhas na biblioteca... Mas, o livro que mais me marcou veio em 1999 (um ano antes do que relatei acima...). O tal livro é Pretinha, eu do autor Júlio Emílio Braz esse livro foi indicação de uma professora de português para a aula de leitura.



“Eu tinha 13 anos nessa época e tinha recém mudado de escola por motivos de saúde, pois eu tinha recém operado a coluna e eu estava usando um gesso que ia a uns cinco dedos abaixo do pescoço até abaixo da barriga…”

No meio de uma aula de leitura a professora disse que eu me parecia muito com a Pretinha da história, não pelo meu tom de pele, pois eu sempre fui branquinha hehehe, mas por ser a mais velha de uma turma que todos tinham onze anos e pelo meu “mau jeito” (no começo) de me enquadrar, em uma escola com métodos tão rigorosos quanto o Harm… Ops! Colégio T. Sofri Bullying todos os dias do ano que estudei no colégio T. Sofria todos os tipos de agressões; intencionais, verbais e psicológicas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas.No meu caso, por exemplo, a crueldade veio também por parte dos adultos professores da época “Ela parece à pretinha da história...” reforçando apelidos e motivos de chacota se eu já não tivesse motivos e não sofresse o suficiente.

Resultado: Volta e meia eu gosto de ler esse livro e sempre tiro belas lições... As coisas acontecem na vida da gente para nos tornarmos alguém melhor para tratarmos o outro melhor.

Vocês estão participando da MLI2020 - BOOKTUBATONA também? 
Quais os livros que vocês estão lendo?

24 de junho de 2020

#MLI2020: Bling Ring: A Gangue de Hollywood.

 
No dia 20 de junho começou a tradicional Maratona Literária de Inverno promovida pelo canal Geek Freak, que esse ano recebeu o título de MLI 2020- BOOKTUBATONA. Vou escrever as minhas impressões e os resultados (positivos&negativos) de cada leitura e o porquê da escolha de cada livro para cumprir as categorias escolhidas.

LIVRO QUE LIDE COM ALGUM TRANSTORNO OU PROBLEMA MENTAL.

                      
                           Bling Ring: A Gangue de Hollywood.


Sinopse: Um grupo de adolescentes rebeldes faz pesquisas pela internet para conhecer os movimentos das celebridades e, assim, poder entrar em suas casas e roubar tudo o que encontram de valor dos famosos.

Sintuação Eu sou formada em Psicologia desde 2017... Acho a maioria dos livros que falam sobre transtornos e doenças mentais um tanto quanto rasos e sem o devido aprofundamento do assunto. O livro que escolhi foi Bling Ring: A Gangue de Hollywood.
Adolescentes ricos que roubam casa de famosos... lembra um pouco a  Cleptomania

Cleptomania é um distúrbio psicopatológico que faz com que a pessoa comece a furtar coisas diversas inclusive sem valor, como pedaços de giz, sabonetes, canetas, etc., sem muita consciência e muitas vezes sem necessidade para o ato - de lojas, das casas dos outros, da escola ou de outros tipos de lugares. Na cleptomania, o indivíduo rouba objetos por descontrole de impulso e não por necessidade. Os objetos são geralmente de baixo valor, mas também podem ser de alto valor comercial (menos frequente).




Resultado: A literatura baseia-se em um caso  Jornalístico dividida em três partes: O Monstro da Fama; A Dança dos Famosos e Quase Famosos. E os malefícios em criar um jovem adolescente em uma sociedade com um consumismo exacerbado e o que a mídia  põe em suas programações sobre a cultura dos  reality shows que é a  corrida pela fama a todo custo...





Vocês estão participando da MLI 2020- BOOKTUBATONA também? 
Quais os livros que vocês estão lendo?

© Lado Milla
Maira Gall