4 de janeiro de 2021

Canção de segunda...- #1 Acusticos e Valvulados



Rock’n’Roll, Rockabilly, Folk, 60’s, Jovem Guarda e outras chalaças musicais são os ingredientes que fazem a sonoridade dos Acústicos & Valvulados. Com mais de 1000 shows na bagagem e 20 anos de estrada, têm 6 CDs lançados, 1 DVD e vários hits nas rádios e na cabeçado público – “Até a Hora de Parar”, “Fim de Tarde Com Você”, “Remédio” e “O Nome Dessa Rua”, entre outros. Em 2010, lançaram seu novo álbum, batizado “Grande Presença!”, e estão na estrada com a nova turnê, que já contabiliza mais de 150 shows 



A banda já foi indicada aos prêmios VMB MTV, Revista Dynamite e Açorianos de Musica, em três edições. Marcaram presença em festivais como Planeta Atlântida, TIM Festival, Porão do Rock e Superdemo, além de dividirem o palco com grandes nomes do rock internacional ebrasileiro – The Strokes, Echo & The Bunnymen, Paralamas, Skank e Titãs. Entre 1999 e 2000, o CD “Acústicos & Valvulados” e a Revista Atlântida Especial (com versões acústicas) venderam mais de 35.000 cópias, trazendo os hits “Fim de Tarde Com Você”, “Até aHora de Parar” e “O Dia D é Hoje”, entre outros. 


Em 2001, ganharam o aval de uma das mais importantes bandas brasileiras: o Skank. Gravaram o CD “Acústicos & Valvulados” em Belo Horizonte, com produção do tecladista Henrique Portugal e do baterista Haroldo Ferreti. De lá vieram os hits “O Nome Dessa Rua”, “Milésima Canção de Amor”, “Suspenso no Espaço”, “Remédio” e “Quintal”. Novamente foram mais de 35.000 cópias do CD e da Revista Atlântida Especial. Em 2003, “Deus Quis” foi trilha do Big Brother Brasil da Rede Globo, três clipes tiveram alta rotação na MTV, receberam vários elogios da imprensa nacional e ainda abriram o show dos ingleses Echo & The Bunnymen no Credicard Hall em São Paulo. 


Em 2005, a balada “A Espera” foi uma das músicas mais tocadas nas FMs de Porto Alegre e do Estado, e a banda abriu o show dos americanos The Strokes em Porto Alegre. Em 2007, lançaram o CD e DVD “Acústico, Ao Vivo e a Cores”, em parceria com a RBS TV e Casa Elétrica, considerado um dos melhores do estilo desplugado já produzidos no Sul. 

Fim de tarde com você







Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

Canção de Segunda: Organizando alguns marcadores...

 
Antigamente, eu tinha um Blog chamado Além do Undergrounds... que eu escrevia sobre músicas e bandas pouco conhecidas e descobertas musicais da semana. Porém, o projeto durou menos de 3 meses por não conciliar com o outro blog pessoal que eu tinha na época.


Sentindo a necessidade de escrever mais sobre música de bandas que ouço com frequência e sobre “descobertas musicais” da semana. Em Setembro/2014, foi criado o #CançãodeSegunda em formato de marcador onde praticamente todas Segundas-Feiras eu escrevo sobre musicas e bandas que foram ‘minhas descobertas’ ou música que eu estou ouvindo com uma certa frequência...

Essa semana, eu percebi "algum erros.." dos videos inseridos do Youtube para o Blogger e como os posts do #CançãodeSegunda é extremamente musical me senti na obrigação de organizar esses marcadores e re-escrever de alguma forma que as pessoas que não viram poder curtir esses posts também.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

2 de janeiro de 2021

2/365

Primeiramente, feliz ano novo! É assim que começamos as postagens aqui no Lado Milla. Ontem, eu não tive condições de escrever por aqui... Mas, já estamos no dia 02 de janeiro de 2021. 



O ano de 2020 foi tão confuso... Que eu tinha que seguir algumas tradições para a minha própria saudade mental. Por exemplo: Eu e meus pais passamos o Reveiwon na casa dos meus avós. Na praia, com meu tio que veio de Cuiabá/MS; Compramos espumante rose (maravilhoso!) até consegui dar uns golinhos... Faltando alguns minutos para 00:00 fui na beira do mar para as águas renovarem as minhas energias... 



O ano de 2020 parece a uma temporada de mau gosto de Black Mirror. Eu estava organizando os textos e as primeiras atividades do ano para dar continuidade ao estágio de Arteterapia. Quando eu ouvi no Jornal local as primeiras noticias sobre o Coronavirús; as pessoas que enquadravam-se no grupo de risco e um possível isolamento social... Resolvi trancar a Pós-Graduação. 

Organizando os meus livros na estante... Eu percebi que eu tinha lido pouco ano passado. Quando terminei de escrever a resenha do livro Quem é você, Alasca? que foi a minha ultima leitura do ano passado senti um click de "Eu amo ler!" no meu lado Leitora que existe e é bem forte em mim. 

Criei o Expresso Literário que iniciou em um perfil no Instagram, para colocar as minhas fotografias autorais dos detalhes dos livros que eu estou lendo ultimamente e escrever sobre minhas experiências literárias. E um Blog literário com extensão ao perfil literário no Instagram o Expresso Literário com uma temática voltada para o universo da literatura. 

E isso foi algo bom no meio do caos... Eu li o total de 30 livros nesse ano. E escrevi as resenhas e fotografei os detalhes dos meus livros para colocar no meu  Blog Literário.

O pedido para 2021 é o mesmo que faço há três anos: “Vamos combinar uma coisa; surpreenda-me que eu te surpreendo.” e esse pedido continua se concretizando desde então.

© Lado Milla
Maira Gall