27 de abril de 2021

UMBOXING TAG INÉDITOS#01: FRIDA KAHLO E AS CORES DA VIDA - JANEIRO/2021

Ano passado, em decorrência do Coronavirus (ainda estamos em isolamento social) foi um ano completamente atípico. Os meus Hábitos Literários: leituras coletivas online, escrever um conteúdo literário tanto no Bookstagram quanto no Blog literário que é uma extensão ao perfil no Instagram com uma temática voltada para o universo da Literatura. Enfim, comecei a ler os livros que estavam parados na est ante e comprei outros livros na internet...

Assinei a assinatura anual da a TAG Inéditos. E desde então, recebo em casa todo mês uma edição exclusiva de um livro surpresa escolhido não por uma prima ou um amigo, mas por um escritor de verdade, talvez até um vencedor de um Prêmio Nobel… 

FRIDA KAHLO E AS CORES DA VIDA  
JANEIRO/2021

📕O livro do mês: México, 1925: Frida quer se tornar médica, mas um terrível acidente põe fim a seu sonho. Anos mais tarde, ela se apaixona pelo grande sedutor e pintor Diego Rivera e ao lado dele mergulha de vez no cobiçado mundo das artes. Sempre assombrada por problemas de saúde e sabendo que sua felicidade poderia ser passageira, Frida se entrega à vida e descobre como trilhar o próprio caminho. Com suas roupas de cores vibrantes e postura transgressora, a artista cria uma aura particular e se torna uma das pintoras mais cultuadas.

💝:Os mimos deste mês são: um pôster com ilustração da campanha e uma agenda literária Autoras Revolucionárias de 2021 para escrever sobre as nossas leituras do ano.



👉Para os interessados na assinatura, tenho um CUPOM DE DESCONTO: CAMGMRLD. Esse cupom gera um desconto de 30% na primeira caixinha!

Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei tagarelando por lá também

5 de abril de 2021

Canção de Segunda: Deus me proteja - Chico Cezar



Chico César
nasceu no município de Catolé do Rocha, interior da Paraíba, e aos dezesseis anos mudou-se para João Pessoa. Formou-se em jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba. Na época da universidade, entrou para o grupo Jaguaribe Carne, onde fazia poesia de vanguarda.

Pouco depois, aos 21, mudou-se para São Paulo. Trabalhando como jornalista e revisor de textos da Editora Abril, treinou violão. Em 1991, foi convidado para fazer uma turnê pela Alemanha, e o sucesso o animou a deixar o jornalismo para dedicar-se somente à música. Formou a banda Cuscuz Clã e passou a apresentar-se na casa noturna paulistana Blen Blen Club. Em 1995 lançou seu primeiro disco Aos Vivos e seu primeiro livro Cantáteis, cantos elegíacos de amizade (ed. Garamond).

Tornou-se nacional e internacionalmente conhecido em 1996 pela canção "Mama África".O videoclipe da música ganhou o prêmio de "Melhor Videoclipe de MPB" no MTV Video Music Brasil (VMB) de 1997 e é considerado um dos marcos da MTV Brasil. Em 2007 participou do filme Paraíba, Meu Amor, do cineasta suíço Jean Robert-Charrue, cuja música tema é de sua autoria.





Deus me proteja de mim e da maldade de gente boa.
Da bondade da pessoa ruim
Deus me governe e guarde ilumine e zele assim


Deus me proteja de mim e da maldade de gente boa.
Da bondade da pessoa ruim
Deus me governe e guarde ilumine e zele assim


Caminho se conhece andando
Então vez em quando é bom se perder
Perdido fica perguntando
Vai só procurando
E acha sem saber
Perigo é se encontrar perdido
Deixar sem ter sido
Não olhar, não ver
Bom mesmo é ter sexto sentido
Sair distraído espalhar bem-querer




Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

8 de março de 2021

São as águas de Março cobrindo o verão...

Nos ultimos dias do mês, aproveitanndo o meu aniversário (no dia 22) aproveitamos fazer uma pequena viagem para a cidade vizinha em Itapema/SC . Sim! ainda estamos em pandemia do COVID19 e tomamos os devidos cuidados... Sem aglomeração, fomos somente eu, minha mãe meu pai e o Fernandão o pinsher.


O Fernandão, o pinscher, já é considerado um "cãzinho viajante" e uma visita bastante educada na casa dos parentes... Soubemos as suas novas peculiaridades nessa ultima viagem: Por exemplo, ele seria um ótimo cãozinho de apartamento se ele morasse na cobertura de frente para o mar que ele adora se banhar (só quando o mar é calminho...).


Em março, irá completar 1 ano de pandemia do COVID19. Estamos em quarentena em casa desde então... Saindo somente quando necessário e surtando sempre que possivel... Tanto eu quanto a minha familia precisavamos dessa "mudança de ares...". Voltamos para casa mais revigorados para voltar para casa com a saúde mental mais equlibrada e calma.

Ganhei um  Kindle 10ª geração de aniversário! Eu sou team papel e lombada. Eu gosto do cheiro de livro novo, gosto do amarelado de livro velho... Porém, a minha primeira experiência com a leitura pelo Kindle foi muito similar ao do livro, ele é ótimo que não dá aquela dorzinha de cabeça por estar forçando a visão... Comecei a ler de noite/madugada na época da faculdade e continuo seguindo o hábito desde os dias de hoje. 


O QUE EU LI ESTE MÊS



Título: Passarinha
Título original: Mockingbird
Autora: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Ano: 2013
Páginas: 224
avaliação: 
☕☕☕☕☕



Sinopse: No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai – a si mesma e todos a sua volta –, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido. Resenha



Livro: Tipo uma história de amor (Like A Love Story)
Autor: Abdi Nazemian
Numero de páginas 352
Categoria:Ficção
Editora: Harper Collins
Avaliação: ☕☕☕☕☕



Sinopse: Reza, que sabe há muito tempo que é gay... Então, o rapaz decide esconder sua verdade para se proteger das possíveis críticas da sua cultura e da sua mãe. Judy, uma aspirante a estilista que adora criar e usar roupas coloridas. O maior ídolo dela é seu tio Stephen, um homem gay e soropositivo, que perdeu o parceiro para a AIDS e que usa seu ativismo para trazer atenção à doença. e Art é o único garoto assumidamente gay da escola. Ele adora a Madonna, fotografa os protestos da comunidade e participa com orgulho do movimento gay. Quando eu tomei conhecimento do livro Tipo uma história de amor eu já percebi nas indicações da leitura que não era somente um livro Lgbtqia+ e sim um livro que fala de amor de diferentes formas. O amor é sagrado! Quando eu li esse trecho eu chorei litros... Resenha



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 

© Lado Milla
Maira Gall